segunda-feira, 29 de novembro de 2010

MENTIRAS...E ASSIM SEGUIMOS!


E NESTE INSTANTE A GLOBO NEWS TRANSMITIU UMA NOVA DECLARAÇÃO DO LULLA , ONDE DECLARA: 'NÃO É POSSÍVEL QUE 99% DA POPULAÇÃO DE BEM SEJA MOLESTADA POR 1% DE MARGINAIS . FAREMOS TUDO QUE ESTIVER AO NOSSO ALCANCE E  DENTRO DA LEI PARA AJUDAR O CABRAL A RESOLVER ESSE PROBLEMA'.


ORA, SE O "grande líder,o maior governante da história do Brasil" QUER MESMO RESOLVER O PROBLEMA DAS DROGAS NÃO SÓ NO RIO, MAS EM TODO O PAÍS, PORQUÊ ESSE SER ACIMA DE QUALQUER MORTAL , NÃO TOMA AS SEGUINTES MEDIDAS:


1. DECLARA AS FARC UMA ORGANIZAÇÃO NARCO-TERRORISTA E INIMIGA DO BRASIL;
2.FECHA AS FRONTEIRAS DO BRASIL COM O PARAGUAI E A BOLÍVIA;
3.RETIRA OS EMBAIXADORES BRASILEIROS DESSES DOIS PAÍSES HIPÓCRITAS E FALSOS AMIGOS ,QUE NOS INVADEM SILENCIOSAMENTE COM ARMAS E DROGAS.


REALIZADAS ESSAS AÇÕES ,COM A MÁXIMA URGÊNCIA, AFIRMO QUE PASSAREI A ACREDITAR NAS ATITUDES DE LULLA NESTES ÚLTIMOS 34 DIAS DE SEU DESGOVERNO.ATÉ QUE ENFIM!


A MAIOR PARTE DO ABISMO EM QUE O BRASIL SE ENCONTRA DEVE SER DEBITADA ÀQUELE
QUE "NUNCA SABE, NUNCA VIU, NUNCA OUVIU".
ESTE É O LEGADO DE LULLA
.
SE REPASSAREM ,MANTENHAM MEU NOME.
EDGARD LC FRANÇA
DE NOSSO PAÍS

CADE ELES?

Do historiador Marco Antônio Villa, sobre a guerra contra os narcotraficantes no Rio de Janeiro, que, ao que tudo indica, vai cair nos braços do Redentor mesmo...

Muitas questões estão no ar.
1. Onde está o presidente Lula? Em 8 anos de governo, nunca foi a uma zona de conflito, enchente ou algum outro tipo de tragédia. Só vai "numa boa", onde não pode ser questionado;
2. Onde está Dilma? Não pode sequer fazer uma visitar protocolar ao Rio? As UPPs não eram um modêlo para TODO o Brasil?
3. Já começaram as comparações: a mais ridícula é associar o Complexo do Alemão/favelas da Penha ao episódio de Canudos. nada mais falso;
4. E o governador (que sempre está viajando - preferencialmente para o exterior) Ségio cabral?
5. E o ministro da Defesa, que sempre gosta de posar vestido com uniforme de oficial do Exército? Para onde foi?
6. Vamos ver quanto tempo vai durar a ocupação. Para obter resultados são necessários muitos meses. Mas tem o custo político.
7. Logo vão botar a culpa no capitalismo e no imperialismo


E A OPOSIÇÃO?


A oposição continua a mesma: não existe. Isto após receber "somente" 44 milhões de votos.
Poderia, sobre a crise no Rio, lembrar que:
1. defendeu a criação do Ministério da Segurança;
2. a Dilma disse que o "modelo" do Rio era tão bom que deveria ser um exemplo para o Brasil;
3. mostrar que o governo Lula ignorou o problema durante 8 anos.
4. Lula preferiu contruir um bondinho ao invés de defender (e criar condições) para explusar o tráfico dos morros;
5. apoiar as operações e criticar o governo não é oportunismo ou "faturar" com a tragédia. É fazer política.
6. a oposição poderia aproveitar o momento e apresentar as suas propostas para a área da segurança
8. E as ONGs?
9. E os políticos, tão fortes nestas comunidades?
10. Logo vai ocorrer um crime na Zona Sul que vai dar manchete. O "elemento" que cometeu o crime deve ser alguém vinculado ao tráfico. Aí surgiram os analistas que vão dizer que era melhor deixar o pessoal lá no morro

A CULPA É DO PT ,SIM!


Não é de hoje, que se ouve falar, que toda coca vem de paises produtores como a Bolivia e a Colombia;
Não é de hoje que se sabe que os armamentos são de origem americana;
Não é de hoje que sabe que todo o contrabando de armas vem através do Paraguai;
Não é de hoje que se sabe que a Galeria Pagé é abastecida por produtos chineses oriundos do Paraguai;



E se eu dissesse que todo esse armamento que se diz vir do Paraguai pode ser que passe pelo Porto de Paranaguá sem nenhuma restrição?



Pois é, o Paraguai não possui porto Maritimo, então toda sua exportação e importação é feita através do Porto de Paranaguá, e um acordo entre os 2 países, a alfandega, a policia federal, não podem fiscalizar os containers que vem e que vão para o país vizinho, então eles transitam de Paranaguá a Assunção sem restrição nenhuma.


Voces nunca ouviram falar que o Paraguai é o segundo maior exportador de soja da América? E eles não produzem tanta soja assim..


Só pra encerrar essa história do Rio de Janeiro - Voces acreditam que toda essa operação foi realmente uma iniciativa do Lula/Dilma, Cabral ?Lógico que não, por causa da violência que impera no Rio e São Paulo, Pernambuco,Amazonas,Salvador,enfim no Brasil todo, provavelmente eles foram intimados a por ordem na casa, e fizeram toda essa pirotecnia midiática, que repercutiu no mundo inteiro, senão o Brasil pode correr o risco de não sediar a Copa do Mundo 2014 e outros eventos internacionais programados até 2016.
A Europa está com problemas, e uma Copa na UE a esta altura do campeonato seria marcar um gol de placa, já que eles possuem toda uma infraestrura e não implicaria em nenhum gasto extra.

Recentemente realizou-se em São Paulo o campeonato de Fórmula 1, coincidindo com o Salão do Automovel, show de artistas internacionais, a rede hoteleira entrou em colapso, imaginem na Copa do Mundo.


Esses dados aqui apresentados não foram mencionados na imprensa e em nenhum telejornal.


Mostraram um Rio de Janeiro que só é visto nas novelas da Globo com belas fotografias, quando sabemos que na realidade o mar não está pra peixe.


Onde estavam as celebridades cariocas que não deram as caras, para manifestarem suas opiniões a respeito?

ferra mula

domingo, 28 de novembro de 2010

VCS ENTENDEM?



Da mesma forma que eu não entendo como os alemães em 1940 deixaram escapar da França para a Grã-Bretanha 400.000 soldados ingleses e aliados, com os quais poria a os ingleses de joelhos podendo terminar ali a guerra, ...

... também não entendo como a polícia do Rio de Janeiro deixou escapar os narcoterroristas da Vila Cruzeiro para a favela do alemão


Ah, bom. Está explicado. Por instantes, parecia que estávamos vendo um filme de ficção. Agora já sabemos por que tudo ficou tão quieto durante a madrugada desse domingo "histórico". A novela não terminou. Fiquemos atentos aos próximos capítulos. Muitos brasileiros têm a mesma visão do jornalista Reinaldo Azevedo. Não dá para apagar a luz da razão.


Reinaldo Azevedo


28/11/2010
O acordo, a ocupação pacífica do Complexo do Alemão e o futuro



Feita a ocupação, é preciso fazer o trabalho de investigação para prender os traficantes, O QUE NÃO FOI FEITO ATÉ AGORA NAS 13 FAVELAS PACIFICADAS. Em 11 delas, o tráfico opera normalmente. Mudou a logística, mudou o comportamento dos traficantes, direitos mínimos são garantidos pela Polícia, mas o comércio do bagulho segue normalmente. Soldados do tráfico, tornados desnecessários nas favelas aonde chegaram as UPPs, haviam se deslocado para as favelas nas quais a polícia ainda não está presente.

Os próximos dias e meses dirão até onde se preparou um espetáculo para turistas — como turística era a política anterior. Sem investigação, prisões em massa e o devido processo legal, nada feito!

FRASE VERDADEIRA

 
 
O estado declarou guerra ao crime organizado privado, mas está longe de declarar guerra ao crime organizado estatal.

VIANNA

LULA NÃO É NADA BOBO!!!



COMO ELLE NÃO É BOBO JÁ TRATOU DE FUNDAR UMA ONG (DESPESAS NÃO SÃO CONTROLADAS E NÃO TEM QUE PRESTAR CONTA A NINGUÉM - O MEDO DO TCU É ENORME).
São Paulo, domingo, 21 de novembro de 2010

Instituto Lula buscará verba no exterior

Presidente quer financiamento internacional para tocar projetos de infraestrutura na África e na América Latina

Emissários já procuram doações de empreiteiras para construir sede em SP; empresas podem se beneficiar com as obras
BERNARDO MELLO FRANCO DE SÃO PAULO

Após deixar o poder, o presidente Lula planeja pedir recursos a organismos internacionais, como o Banco Mundial, para financiar ações de seu futuro instituto na África e na América Latina.


COMNETÁRIO
É SÓ RINDO MESMO....MAIS UMA GRANDE LAVANDERIA ABERTA!

DILMA E PORQUINHOS SOMEM


Praticamente um mês já se passou depois do seu triunfo eleitoral e Dilma Rousseff continua meio sumida. Às voltas com a delicada costura para a montagem do seu ministério, praticamente não apareceu em público nestes 28 dias. A última vez que mostrou a cara e falou em público foi há nove dias, num evento do PT. O Rio de Janeiro está pegando fogo e de Dilma não se ouviu nada sobre o assunto — somente um vago “Sérgio Cabral tem o apoio da presidente”, dito por um assessor. O.k., Lula ainda é o presidente. Ele, naturalmente, tem o protagonismo de certas situações, tanto por ser o presidente como por ser o chefe inconteste do PT. Mas parece evidente que era a hora apropriada para começar a passagem de bastão: Dilma deveria, sim, estar botando a cara na TV pontuando assuntos urgentes como o da guerra carioca.

COMENTÁRIO
SE ELA FOSSE UM PRESIDENTE CONSCIENTE E DECENTE SIM, SEM DÚVIDA. MAS DONA DILMA , UMA VEZ ELEITA, ASSEGURADO OS VOTOS DO ESTÚPIDO POVO CARIOCA, PREFERE O DESCANSO E A DIVISÃO DO BUTIM COM ALIADOS

sábado, 27 de novembro de 2010




No Rio de Janeiro, sucessivos governos fecharam os olhos para o que acontecia. A dupla Anthony e Rosinha Garotinho herdou de Brizola a tendência de achar que era exagero tudo que se dizia sobre a criminalidade no seu Estado. Para ambos, a única coisa anormal, por lá, era o César Maia. Anos a fio, eventos triviais como, por exemplo, a corridinha a beira-mar promovida por um "sarado" grupo de favelados, a cordial saudação a um veículo de transporte coletivo feita com rajada de metralhadora, o periódico intercâmbio de munição entre policiais e traficantes, o enlutado fechamento do comércio do morro quando falece algum empresário da Câmara Setorial do Pó, apenas por ocorrerem no Rio de Janeiro, eram maliciosamente apresentadas à opinião pública como arrastão, chacina, tiroteio e estado paralelo. Muita má vontade!

Criaram um monstro, leitor, e agora resolveram espaná-lo morro acima. Enquanto o faziam, a nação, no camarote do sofá, boquiaberta, queixo apoiado no colo, assistia às cenas da guerra. No fundo, cá entre nós, muita gente fugindo e quase ninguém sendo preso. Bastante fumaça e pouco resultado para os riscos da operação. Me fez lembrar a diferença entre o espanador e o aspirador de pó. O poder público agia como espanador, mas a situação estava a exigir um aspirador. Os bandidos simplesmente mudavam-se de um lugar para outro, qual poeira sacudida, levando suas armas e suas bagagens. De mala e cuia, como se diz no Rio Grande do Sul.

Em todo caso, fica-nos a lição. O mesmo mal, repito, está sendo incubado em todas as grandes metrópoles brasileiras. Se não for enfrentado com aspirador, vai ficar igualzinho ao Rio. E você não precisará ligar o televisor. Bastará abrir a janela para assistir a guerra. Saia do sofá, leitor. E acorde o seu governante.

PERCIVAL PUCCINGA

QUE OS ANTROPÓLOGOS VOLTEM ÀS MÚMIAS



Espero que a luta contra o narcoterrorismo no Rio de Janeiro seja vencida pelo Estado, único detentor da violência física legítima.


Se desbaratarem os criminosos, as forças da lei enterrarão, de quebra, a ideia - senso comum no Brasil - de que a pobreza gera o crime.


Não, a esmagadora maioria dos pobres é honesta e, até hoje, vive sob o terror dos bandidos devido à ausência do Estado, que, enfim, se faz presente: é guerra mesmo. Não é a pobreza, mas a impunidade que gera a criminalidade.

E que os sociólogos e antropólogos ideológicos calem a boca, como calada está. A Globo não deu mais voz a esses picaretas ongueiros que vivem da retórica dos "direitos humanos" - para eles, ao que parece, uma exclusividade dos violadores da lei.Das vítimas, eles jamais falam.

O Brasil inteiro tem que acordar: chega de impunidade! Que o Estado assuma seu papel de prover segurança aos cidadãos

tambosi


Os subversivos e terroristas da Década de 60 agora estão no Governo, aliados ao cocalero Evo Morales, ao dúvio Hugo Chaves e a outros governos esquerdistas da América do Sul. Esses indícios permitem-nos conjecturar que essa criminalidade organizada é um reflexo dessos governantes. Lembremos que tudo começou quando Brizola, governado do ERJ, proibiu a Polícia de subir os morros favelados, onde os bandidos se escondiam

PT FAZ A ALEGRIA DAS FARCS



O Brasil só dá alegrias às Farc. Dilma - a musa das selvas colombianas - garantiu a Cabral que vai continuar apoiando o estado no combate à violência, assim como faz o governo Lula. Isto significa que continuaremos neutros em relação aos grupos terroristas que fornecem drogas e fuzis aos nossos traficantes. Neutros nas ideias. Neutros nas fronteiras. Neutros no calçadão. Assim como se absteve em votação da ONU contra o apedrejamento de mulheres no Irã, o governo do PT continuará se abstendo (estou de boa vontade) no combate aos nossos 50 mil homicídios por ano. Lula ordenou "que é para atender o Rio de Janeiro naquilo que o Rio precisar". É como se o Rio fosse outro país, do qual Lula e Dilma respeitassem a soberania.

Em Rondônia, o Exército controla o fluxo de drogas na fronteira, até o dia do mês em que o diesel distribuído para as patrulhas diárias acaba. Isso mesmo: o diesel das patrulhas acaba. Os traficantes (e desmatadores) só precisam esperar até o dia 15 ou 18 de cada mês para abastecer o mercado nacional. Como os traficantes cariocas incendeiam carros, ônibus e vans com garrafas de gasolina, eu sugiro que, num gesto simbólico, a polícia de Cabral também se solidarize com Lula e Dilma, doando todas as garrafas apreendidas para abastecer as patrulhas de Rondônia. Se Lula não bebê-las antes, é possível que os bandidos tenham de esperar até o dia 19.

No Rio de Janeiro, eles nem precisam tanto. Uma parte já convive com as UPPs nas favelas, aonde os "pensadores" vão hoje às compras sem medo. A outra, dispensada, brinca de Coringa pela rua. E há uma terceira, que, diante das novas dificuldades, põe a mão na cabeça: "Ah, não vou ser bandido mais não. Dá muito trabalho!". Mas essa só existe na imaginação dos nossos "artistas" e "especialistas". José Mariano Beltrame disse que "prender bandido é importante, apreender droga é importante, mas o mais importante é recuperar o território". É como dizer que comer é importante, beber é importante, mas o mais importante é recuperar a saúde.

Que ninguém se lembre da criminalidade quando a economia vai bem, já é sintoma de um país doente. Que pacificar não signifique fiscalizar fronteiras e prender bandidos (pequenos e grandes), usando as Forças Armadas para recuperar o território, nem quando uma cidade está em chamas, já é sintoma de um país petista. Eu sempre fico um pouco constrangido de dizer em 6 parágrafos aquilo que eu já disse numa única linha sobre o Brasil de Lula, Dilma e Sérgio Cabral: Fique calmo, companheiro. Você não está seguro, mas o seu dinheiro está.


http://felipemourabrasil.blogspot.com/
Eu escrevi no Twitter em 28 de abril: "Depois de avisar gentilmente aos bandidos, polícia de Cabral ocupa 5 favelas da Tijuca. Mas: para qual eles foram agora?". Ninguém questionava ainda o destino dos narcotraficantes após a instalação sem tiros das UPPs. A imprensa aplaudia a tal Pacificação, como se o nome atribuído a uma ação política se convertesse magicamente em realidade. Sete meses e muitos veículos queimados depois, a imprensa continua sendo a porta-voz do governo. Mas, como no aforismo de Karl Krauss: "Há escritores que já conseguem dizer em vinte páginas aquilo para o que às vezes preciso de até duas linhas".

Eu gosto de escrever em duas linhas. Se resumisse este artigo à equação Farc + PT + Cabral + Traficantes + Usuários = Guerra "do Rio", com aspas, eu já ampliaria toda a cobertura jornalística. Gabriel O Pensador, num encontro imaginário com o Capitão Nascimento no calçadão, reclama que não é revistando maconheiro que ele "vai achar os grandes bandidos", afinal "nós somos vítimas da violência estúpida que afeta todo mundo". Gabriel O Pensador é uma espécie de Arnaldo Jabor do rap. Um integrante do "sistema" revoltado contra o "sistema". Ele já pode fundar uma ONG com Wagner Moura, Dado Dolabella, Marcelo D2 e Chico Buarque.
FELIPE MOURA BRASIL

O Rio de Janeiro é o cartão postal do Brasil, sonho de turistas estrangeiros. E não faltam belezas naturais em todo Estado do Rio. No entanto, o que se vê nestes tristes dias é a explosão descomunal de um processo de violência vinculada ao narcotráfico, se bem que tiroteios, assaltos, assassinatos faz tempo atemorizam a população carioca.


Segundo consta, começou com Leonel Brizola o que hoje é o Estado paralelo do crime. Para se eleger, Brizola fez acordo com bicheiros e bandidos; a polícia não podia subir os morros para não incomodá-los. Dos bicheiros aos narcotraficantes foi tramado o enredo tenebroso que se alastrou pelo tempo sustentado pela corrupção das autoridades, pela impunidade, pela indiferença social.



Se esse câncer social não é de agora, é preciso lembrar que Lula da Silva iniciou seu primeiro mandato prometendo que tudo iria mudar. Foram prometidos doze presídios de segurança máxima, mas só um foi construído em Cantanduvas – PR. Uma idéia megalomaníaca acenava com a regularização de todas as favelas do Brasil e, claro, nada foi feito nesse sentido. Alçado ao posto de redentor dos pobres, pela propaganda e pelo culto da personalidade, Lula da Silva vive se gabando que praticamente acabou com miséria no País. Mas, se o Brasil é um paraíso sem pobreza e desemprego, o que leva jovens favelados a se unirem aos narcotraficantes como única opção para uma breve e bestial vida?



Na verdade, a explosão do terrorismo, 'nunca antes vista' no Rio de Janeiro - é, nesse país, o recibo do fracasso dos governos Federal e Estadual na área da Segurança Pública. E quando os criminosos continuam a por fogo em ônibus e outros veículos, mesmo diante de todo o aparato policial e do apoio das FFAA, o recado está dado para as autoridades: vocês não valem nada, somos nós que mandamos.



Dirá o governador Sérgio Cabral, eleito com espetacular votação, que as Unidades de Polícia Preventiva (Pacificadora???!!!) asseguraram a paz em algumas favelas cariocas e que, por isso, bandidos de lá fugiram para por fogo nas ruas. De fato, não deixa de ser interessante a presença da policia junto à população, mas as UPPs, que valeram votos para a candidata do presidente, não são suficientes. Há que ter no governo um sistema de inteligência capaz de rastrear com antecedência as manobras dos traficantes e das milícias, prisões sem trégua para retirar os marginais do meio social, juízes que não soltem os bandidos facilmente, ação constante de confisco de armas e drogas, uma polícia bem paga e bem armada que não dê trégua aos criminosos.



No tocante à remuneração dos policiais, o estabelecimento de um piso salarial nacional, projeto que tramita no Congresso, já foi detonado por Lula da Silva. Ele quer mesmo é o trem-bala, um desperdício não menos faraônico do que seria a construção de uma ONG em forma de pirâmide, que serviria unicamente para cultuar o presidente da República e facilitar seus negócios.



Sobre a ação da Polícia Militar e Civil, especialmente do Bope, é justo louvar a coragem e o heroísmo dos policiais que arriscam suas vidas numa guerra sem fim. E se a magnitude da violência ultrapassou a violência cotidiana e demandou o apoio das FFAA, esse apoio devia ser habitual para que não se chegasse ao que se presencia agora. Portanto, apesar dos discursos e poses de autoridades federais e estaduais para TVs é lógico afirmar que ambos os governos fracassaram redondamente quanto à Segurança da população. Relembre-se que, se o problema é mais acentuado no Rio, ele existe em todo país.



Não basta, então, dizer que os acontecimentos derivam da fuga de bandidos das favelas por causa das UPPs. O problema é muito mais profundo e estrutural. Seria também necessário maior controle das fronteiras por onde entram drogas e armas, especialmente na Tríplice Fronteira e nas fronteiras com a Colômbia e a Bolívia.


No tocante às sanguinárias FARC, é conhecido seu intercâmbio com traficantes brasileiros, mas, lamentavelmente, o presidente Lula da Silva recusou o pedido do então presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, para classificar as FARC como terroristas. Além disso, existe liderança das FARC morando no Brasil com o privilégio de ter sua mulher nomeada para cargo governamental. Sem falar que altas autoridades do governo Lula, que continuarão no governo Rousseff, frequentam o Foro de São Paulo onde se reúnem as esquerdas latino-americanas, incluindo, as Farc, das quais são muito amigas.


Resumindo, o espetáculo da guerra do tráfico no Rio de Janeiro é o retrato do final de oito anos do governo Lula que passa recibo do fracasso na Segurança Pública. É também um dos aspectos da 'herança maldita' que Dilma Rousseff vai receber. Outras maldições continuarão na Saúde, na Educação, na infraestrutura, na gastança, na dívida pública, no descontrole da inflação que o reconduzido ministro Mantega quer camuflar. O povo quis. O povo terá.



Maria Lucia Victor Barbosa é socióloga.

 

 


SEM PRISÃO EM MASSA DOS BANDOLEIROS NO RIO DE JANEIRO, NAÇÃO ESTARÁ PERANTE MAIS UM EMBUSTE; OU PIOR, ASSISTINDO A MAIS UMA VITÓRIA DO CRIME ORGANIZADO.
Como sempre o Reinaldo Azevedo apresenta análises consistentes, mete o dedo na ferida e por isso seu blog é considerado dos melhores da blogosfera brasileira e, sem nenhuma dúvida, o melhor blog alojado num portal de uma grande públicação brasileira, que é a revista Veja. Há pouco passando por lá vi que
Reinando, ao concluir um post, faz uma indagação muito pertinente e que inspirou estas linhas que escrevo aqui e agora. No último parágrafo diz o seguinte:

"Ao menos umas duas centenas de bandidos migraram da Vila Cruzeiro para o Complexo do Alemão; sei lá que outro tanto já estava naquela fortaleza. Qualquer ocupação que não resulte na prisão em massa da bandidagem terá o cheiro inequívoco do acordo."

Reinaldo está coberto de razão. Aliás, em post mais abaixo já afirmei que é inacreditável que as Forças Armadas brasileiras juntamente com as polícias, tropas de elites e o escambau não consigam por fim ao flagelo que vive o Rio de Janeiro sob o controle do narco-terrorismo.
Aquela reportagem da Rede Globo mostrando a fuga dos bandoleiros da Vila Cruzeiro para a favela que chamam "Complexo do Alemão" ninguém consegue esquecer.
 
Portanto, no tal "Complexo do Alemão" o grosso dos bandoleiros está reunido. O mínimo que tem de acontecer é as forças de segurança tomarem de assalto por terra e ar a favela e promover a prisao em massa da bandidagem.

Se isto não acontecer, realmente estamos perante mais um embuste; pior que isso, perante mais uma vitória do narco-terrorismo e a um passo da anarquia.
ALUISIO AMORIM

PT- TOLERANCIA COM O CRIME

 
 
Havia uma diferença importante nos ataques do PCC em 2006: aconteceram em maio, em ano eleitoral, e o cachorros loucos do subjornalismo estavam ativíssimos em todas as emissoras. O candidato era Geraldo Alckmin, e o crime organizado resolveu, digamos assim, fazer campanha eleitoral. No Rio, como se nota, é diferente — e também isso parece não despertar a curiosidade de ninguém. A política de segurança pública foi um dos carros-chefe da campanha eleitoral de Cabral. Foi anunciada como modelo pela então candidata Dilma Rousseff, que prometeu levá-la para todos os cantos do país. Deus n os livre dessa hora!!! Como era uma política que não prendia ninguém, se nacionalizada, talvez a idéia seja exportar bandidos para nossos vizinhos da América do Sul, não é mesmo?
Cumpre notar que, em 2006, o Lula candidato, esquecendo-se de sua condição de Lula presidente, chegou a tratar do PCC em debates, tentando evidenciar o que seria a falência da segurança pública em São Paulo. Em 2010, por incrível que pareça, Dilma Rousseff repetiu a dose, aludindo aos mesmos fatos daquele ano, ignorando que, fosse o índice de homicídios do Brasil igual aos do estado cuja política ela atacava, em vez de 50 mil ocorrências por ano, haveria apenas 17.100; seriam poupadas 32.900 vidas. Em 2006, Lembo — e, por tabela, o então presidenciável, Geraldo Alckimin — foi fustigado pelo jornalismo; em 2010, Cabral está sendo tratado como o líder da resistência.

Não! Eu não me importo de estar na contramão de absolutamente nada! E cumpre ficar vigilante para vermos os desdobramentos. Ao menos umas duas centenas de bandidos migraram da Vila Cruzeiro para o Complexo do Alemão; sei lá que outro tanto já estava naquela fortaleza. Qualquer ocupação que não resulte na prisão em massa da bandidagem terá o cheiro inequívoco do acordo.
Se achar que devo, contesto o Vaticano. Imaginem se não contestaria Sérgio Cabral…

Por Reinaldo Azevedo

CADE A DILMA? SUMIÇO PROVIDENCIAL

 
 
Por Augusto Nunes - Veja Online


Ao longo da campanha eleitoral, Dilma Rousseff recitou a cada comício, debate ou entrevista que faltava pouco para que o sistema de segurança pública, a exemplo do que ocorreu na área da saúde, chegasse à perfeição. Graças ao padrinho, garantiu a afilhada, nem teria muita coisa a fazer depois de eleita. Nos últimos oito anos, a violência dos tempos de FHC foi progressivamente substituída pela paz da Era Lula. Ponto para o estadista que encarou a herança maldita.



No meio da discurseira, aparecia inevitavelmente o exemplo do Rio. Com a disseminação das Unidades de Polícia Pacificadora, as miraculosas UPPs, o companheiro Sérgio Cabral concluíra a façanha histórica iniciada pelo PAC e consolidada pela popularidade de Lula. Nem o mais insensato comandante do narcotráfico ousaria enfrentar os 80% do maior dos governantes desde Tomé de Souza.



Dado o aviso, Dilma sacava do coldre imaginário o trabuco com a bala de prata: se alguma facção do crime organizado tentasse conflagrar os morros cariocas, o Mestre não hesitaria em mobilizar a temível Força Nacional de Segurança Pública. Por que o exército medonho até hoje não foi visto em ação? “Porque o governo de São Paulo não quis”, repete Lula desde 2006, quando a capital do Estado administrado pelo PSDB foi convulsionada por sangrentos ataques simultâneos do PCC.
Em campanha pela reeleição, Lula Tarso Genro, comandante da tropa fantasma, baixaram em São Paulo para informar que poderiam sufocar a rebelião em quatro ou cinco horas. Bastava uma solicitação formal do governador. Pena que os tucanos paulistas teimaram em ignorar o bom exemplo dos companheiros cariocas, suspirava Lula antes que a Guerra do Rio recrudescesse com dimensões apavorantes.



Até o começo da semana, o presidente e a sucessora sustentaram que a aliança entre os governos federal e estadual era suficiente para matar no nascedouro qualquer ofensiva do narcotráfico. Nesta quinta-feira, dois telefonemas reduziram a farrapos outra fantasia do Brasil do faz-de-conta. Depois de alguns dias de sumiço, Lula e Dilma ligaram para conversar com Sérgio Cabral sobre o drama que apavora o Rio e assombra o país. Nem o atual nem a futora presidente ofereceram a ajuda da Força Nacional. Ofereceram votos de solidariedade.

O exército fantasma do Planalto só entra em combate na guerra eleitoral.

Até o começo da semana, o presidente e a sucessora sustentaram que a aliança entre os governos federal e estadual era suficiente para matar no nascedouro qualquer ofensiva do narcotráfico. Nesta quinta-feira, dois telefonemas reduziram a farrapos outra fantasia do Brasil do faz-de-conta. Depois de alguns dias de sumiço, Lula e Dilma ligaram para conversar com Sérgio Cabral sobre o drama que apavora o Rio e assombra o país. Nem o atual nem a futora presidente ofereceram a ajuda da Força Nacional. Ofereceram votos de solidariedade.

O exército fantasma do Planalto só entra em combate na guerra eleitoral.

BEM-VINDOS AO COMUNISMO- FASCISMO




Abrir os arquivos da "ditadura" fatalmente derrubaria muitos mitos que se formaram na ignorância histórica do brasileiro. Quantos "heróis da resistência" realmente sobreviveriam a este fato?
Oito anos de governo delles, judiciário aos seus país, mí­dia amiga e não abriram os arquivos por que?

A verdade é que temem serem desmascarados e seus santos terem pés de barro.

BERETEC

COMENTÁRIO
Certo. Nesse sentido haverá a 'Comissão da Verdade' prevista no programa de governo petista conhecido comp PNDH-2 (obviamente no estilo Pravda) - que fará a divulgação depois de devidamente 'selecionada a verdade' e fará a difusão de forma incontestável na versão esquerdizóiide falsificada.
Buenas, e quem não aceitar a 'verdade petista'? Será considerado nazi-fascista ....

RIVADAVIA

MAS NÃO É A ESQUERDA QUEM PROTEGE OS CRIMINOSOS?






SERÁ QUE A ESQUERDA BRASILEIRA (LEIA-SE PT) ESTÁ TROCANDO DE NÍVEL?

Sim, todos sabem da ligação da esquerda com o crime organizado mas também é verdade que este é um "fio solto", um rabo que o PT não consegue se livrar e na atual conjectura, não é mais necessário
visto que "TÁ TUDO DOMINADO" nas instâncias superiores.


Porque arriscar com métodos de baixo nível se pode fazer de forma mais oficiosa e legal. Para quem tem empresas  estatais, ministérios e toda a máquina pública para fazer barganha, traficante de morro passa a ser um elo da
corrente que deve ser cortado e jogado fora.


Se for verdadeira esta hipótese, só mostra que o PT e as esquerdas são tão somente alpinista do poder. Se no passado (não tão distante) se ligaram ao crime organizado, hoje manipulam a homofobia, o racismo e outras causas, politizando estes assuntos
para manterem o "status" de promotores de justiça.


Mas a verdade é que até estes um dias serão jogados fora. Foi assim em Cuba e em outros lugares onde a esquerda se estabeleceu. Todos são massa de manobra para esta gente. Até "OS SÍLVIOS" da vida (o spam man) será um dia carta fora do baralho quando ele não tiver mais função.
Bereta

COMENTÁRIO
Passada a fase do vale-tudo para a obtenção do poder, chegou a hora de se livrar dos aliados incômodos. Só que, novamente, utilizam-se da estrutura do Estado para seus fins partidários...

ARI


O QUE ACONTECE NO RIO É UM DOS MUITOS EXEMPLOS DE QUE O ESTADO

VIROU O NINHO DE UMA BURGUESIA CALHORDA QUE MANIPULA OS MENOS

FAVORECIDOS, ASSALTA A CLASSE MÉDIA E PROTEGE OS RICOS QUE VIRARAM

LACAIOS DAS OLIGARQUIAS POLÍTICAS PROSTITUÍDAS.


GERALDO ALMENDRA
 
 
 
As facções criminosas do Rio de Janeiro estão enfrentando a Polícia Militar e a capital fluminense enfrenta um período de violência exacerbada e medo.

O deputado democrata Indio da Costa, que é carioca, lamentou a situação de seu Estado e disse que a solução para o problema da violência no Rio é continuar prendendo os bandidos e, sobretudo, transformar os presídios em um local de recuperação para os presos.

Indio disse ainda estar à disposição do governador do Estado, Sérgio Cabral, já que, segundo ele, esse é um problema que deve ser resolvido com a colaboração de todos, independentemente de partidos políticos.

SERÁ QUE ALGUM PETRALHA RESPONDE ISTO?





Uma última interrogação intriga milhões de habitantes da zona conflagrada. O presidente autopromovido a Pacificador do Universo já se ofereceu para resolver a crise do Oriente Médio e para reaproximar o Irâ atômico do resto do mundo. O que é que há com Lula que não se oferece para acabar com a batalha do Rio?



AUGUSTO NUNES

GUERRA É GUERRA

 
 

Os tanques da Marinha têm ajudado bastante na luta contra os traficantes. Faltou, porém, a Força Aérea para bombardear os assassinos em fuga num lugar despovoado. Como se viu na TV, eles eram presa fácil - tanto que um foi atingido por um tiro.


As forças do Estado bobearam. Contra esses desumanos, haja metralhadora, bomba, míssil e, por que não, napalm para dissolver a cara desses hediondos que sempre aparecem com meia feminina nos cornos, bancando "vítimas da sociedade". Nenhuma piedade com esses vermes que queimam gente viva, como Elias Maluco fez com um jornalista da Globo e todos eles fazem com ônibus lotados.


Guerra é guerra. Os facínoras escolheram a guerra. Nenhuma piedade

orlando tambosi

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

CAOS NO RIO DE JANEIRO- RESPONSABILIDADE É DO PT




UCHO HADDAD


Em 2006, por ocasião das eleições gerais, a organização criminosa Primeiro Comando da Capital, o PCC, deflagrou em São Paulo uma onda de ataques que levou a população da maior cidade brasileira a não sair de casa. À época, o episódio serviu para rechear o discurso dos candidatos do PT contra os tucanos Geraldo Alckmin, que disputava a Presidência da República contra Lula, e José Serra, que concorria ao Palácio dos Bandeirantes, sede do Executivo paulista. O assunto só não prosperou como planejado pelo PT porque a policiais interceptaram ligações telefônicas em que marginais davam ordens aos familiares e subordinados em liberdade para que votassem no mensaleiro José Genoíno, eleito naquele ano à Câmara dos Deputados.


Coincidência ou não, semanas antes do clima de terror que tomou conta da cidade de São Paulo o deputado cassado José Dirceu viajou repentinamente para a Bolívia, onde se encontrou com o também deputado Gabriel Herbas Camacho, ligado ao presidente-cocalero Evo Morales. O parlamentar boliviano é irmão de Marcos Williams Herbas Camacho, considerado o número 1 na hierarquia do PCC.


Na eleição deste ano, o assunto do terror instalado em São Paulo foi retomado pelo senador Aloizio Mercadante, obrigado pelo PT a disputar o governo paulista como forma de garantir palanque para Dilma Rousseff no estado. Diferentemente do discurso que adotou nas duas distintas ocasiões, o PT optou por um silêncio obsequioso diante do caos que se alastrou pela cidade do Rio de Janeiro, que nesta quinta-feira (25) foi transformada em palco de uma caçada policial aos traficantes da Vila Cruzeiro. Organizados, como sempre, os traficantes conseguiram fugir para o conjunto de favelas conhecido como Complexo do Alemão, o que mostra que a inteligência policial continua burra.



O silêncio dos sempre gazeteiros petistas aumenta porque verbas federais, através do pirotécnico Pronasci, foram liberadas para dar suporte financeiro ao projeto das Inidades de Polícia Pacificadora, que não combate o tráfico, mas permite o acesso dos moradores às favelas e garante o convívio entre traficantes e cidadãos de bem.



Se o que vem acontecendo no Rio de Janeiro nos últimos tivesse o estado de São Paulo como cenário, certamente uma legião de petistas já teria surgido diante de câmeras e microfones para fazer aquela oposição mambembe e rasteira que os brasileiros já conhecem. As críticas palacianas certamente não surgirão, pois o incompetente Sérgio Cabral Filho, governador do Rio, é aliado de de primeira hora do presidente Lula da Silva e da eleita Dilma Rousseff.



O silêncio dos sempre gazeteiros petistas aumenta porque verbas federais, através do pirotécnico Pronasci, foram liberadas para dar suporte financeiro ao projeto das Inidades de Polícia Pacificadora, que não combate o tráfico, mas permite o acesso dos moradores às favelas e garante o convívio entre traficantes e cidadãos de bem.



Se o que vem acontecendo no Rio de Janeiro nos últimos tivesse o estado de São Paulo como cenário, certamente uma legião de petistas já teria surgido diante de câmeras e microfones para fazer aquela oposição mambembe e rasteira que os brasileiros já conhecem. As críticas palacianas certamente não surgirão, pois o incompetente Sérgio Cabral Filho, governador do Rio, é aliado de de primeira hora do presidente Lula da Silva e da eleita Dilma Rousseff.


O SONHO DO BRASIL COMO UMA GRANDE NAÇÃO FICA CADA VEZ MAIS DISTANTE

Infelizmente temos que saber que o estado de "guerra civil" que a cidade do Rio de Janeiro está vivenciando começou há algumas décadas atrás. Não estou mencionando a deteriorização da educação, que é um caso cronico no Brasil, mas a estrutura socio-economica do Rio de Janeiro que levou ao crescimento "insustentável" de moradias em barrancos, terrenos "abandonados", mangues "urbanos" e morros isto é as favelas.


Desde a outrora poética Mangueira até os dias de hoje está na favelalização de grande parte da população carioca o berçario, a creche e o crescimento da marginalização desta população que deu e dá origem aos principais focos de criminalidade na cidade.


A maioria desta população é constituída de pessoas que desejam viver honestamente porém se encontram sitiadas pelos focos de criminosos, a maioria chefiados pelos traficantes de droga, as lutas "internas" e tentativas de "conquista" dos "competidores" do rico mercado de drogas.


Políticamente a influência de mal governadores, que na busca do apoio destas comnidades nada ou muito pouco fizeram para evitar a disseminação dos grupos de criminosos que cfresceram nestas comunidades.


O problema criado por êstes políticos começou na década de 70, com o governo Chagas Freitas ainda quando da existência do Estado da Guanabara e piorou ainda mais durante o governo de Leonel Brizola. Houvessem, êstes políticos, dado mais atenção ao desenvolvimento educacional desta população com certeza hoje não teríamos vivendo este estado calamitoso de Segurança Pública.
Houvessem estes políticos terem dado atenção ao sistema de transporte e a habitação, o problema das favelas não seria isto que o Rio vive hoje.



Mas como sempre, é muito mais fácil não fazer nada, e até incentivar, demagogicamente, a população a se favelizar.


O Rio de Janeiro é um bom exemplo do que poderá o Brasil, como um todo, se transformar. As tais "políticas sociais", vistas implementadas nos últimos 8 anos, o total desprezo pela qualidade do ensino, a falta de moral do mundo político brasileiro, a leniência no cumprimento das leis, a falta de respeito ao semelhante começando pelas simples coisas públicas (ruas, praças, monumentos, etc..) tudo isto se acumula e o conserto fica a cada dia mais dificil para aquele (s) que queira (m) minorar os problemas.


É lamentável que uma cidade que tem a benção de ter uma geografia linda, invejada internacionalmente, com um povo, na maioria das vezes, amigo, cordial e alegre, veja sua imagem maculada por atos de vandalos e criminosos sem a minima consciência do que seja Sociedade, do que seja um país, um Estado e uma cidade.
O exemplo vem de cima, e a cada escandalo ou gesto desonesto e hipócrita, o resultado de um dia podermos ter um país livre, soberano, democrático, com cidadãos gozando de uma boa qualidade de vida fica mais distante...
Fernando Bihari


O CIRCO DO PT- E O PALHAÇO É O POVO!




LULA TENTA PROVAR QUE A REALIDADE NÃO EXISTE!!!
Sim, ele tenta dizer que o MENSALÃO PETISTA nunca existiu. Estávamos submetidos À um delírio coletivo

Esqueçam da Ídeli Salvati amedrontando testemunhas na CPI do Mensalão, Do presidente do PT dizendo que não leu quando assinou o empréstimo não pago ao Banco Rural, Do Delúbio não respondendo às perguntas na CPI, Do Marcos Valério e seu propinoducto, do DUDA MENDONÇA chorando na CPI, do SILVINHO LAND ROVER completamente ébrio em seu depoimento, da JUSTIFICATIVA OFICIAL : TODO MUNDO ROUBA TAMBÉM.


Se você se lembra, você é um delirante, pois nada disso existiu, conforme diz nosso Lula, o mandrake tropical. Tudo foi apenas um golpe da imprensa e das elites , contra seu governo popular, sabia? Se você não concorda, você ou é golpista ou é delirante. Assim falou Lula, o madrake de garanhus.



VALFRIDO -PSICANALISTA

HINO NACIONAL BRASILEIRO- ATUALIZADO


 
Hino Atual dos Brasileiros
Ouvem-se das favelas as margens pútridas o lamento retumbante de um povo plácido
E o sol da liberdade em raios fulgidos reflete em telhados de zinco a todo instante
O penhor dessa desigualdade conseguimos conquistar com a alma mansa
De um povo arrebanhado como gado esperando na pobreza a própria morte

Ó pátria amada
Idolatrada
Salve-nos! Salve-nos!

Brasil um pesadelo intenso, um povo lívido
Da dor e desesperança em que padece
Em teu formoso céu, risonho e límpido
A imagem do desespero resplandece
Se és belo, e forte, impávido colosso
Porque teu povo não vive essa grandeza?

Terra adorada
Entre outras mil
És tu Brasil
Ó pátria abandonada
Dos filhos deste solo
Eras para ser mãe gentil
Pátria madrasta
Brasil!

Deitados eternamente em berço esplendido
Ao som do mar e a luz do céu profundo
Fulguram os ricos senhores da America
Iluminados ao sol do novo mundo!
Os donos da terra são garridos
Seus risonhos e lindos bancos
Compram nossas vidas
Acorrentando-nos em seus penhores

Ó pátria amada
Idolatrada
Salve-nos! Salve-nos!

Brasil de amor eterno era para ser símbolo
O lábaro que ostentas estrelado
E diga o verde louro dessa flâmula
Se o futura será melhor que o passado
Só se erguemos da justiça a clava forte
E se nenhum de teus filhos fugirem a luta
Nem que isso lhes custe a própria morte

Terra adorada
Entre outras mil
És tu Brasil
Dos filhos deste solo um dia serás mãe gentil
Pátria amada
BRASIL!

(AeSSeCê)



GUERRA CIVIL BRASILEIRA COMEÇOU NO RIO DE JANEIRO




É o quadro dantesco de uma GUERRA CIVIL que esta fora de controle. De um lado uma legião de marginais que nunca foram incomodados pelo braço da lei ,pelo contrario a vagabundagem dos morros e das favelas são sempre aduladas e bajuladas como os “coitadinhos’ dos HIPOCRITAS dos “direitos humanos’ e suas famigeradas ONGS que dão proteção e apoio a essa gentalha bandida e salafraria que vive a margem da lei e cada vez mais afoita justamente por contar com o APOIO das “políticas sociais” dos desgovernos de de LULA e de SERGIO CABRAL que dão BOLSA -PRiSÃO DE R$ 750,00 A BABNDIDO PRESO! sem falar que a maioria desses vagabundos RECEBEM o compra-votos do BOLSA_ESMOLA, eis aí o resultado das mentiras e falácias dos programas das UPPs e outras cascatas trombeteadas por estes dois vigaristas que desgovernam O Brasil e o Rio de Janeiro.


O Rio de Janeiro é uma amostra do que será São Paulo e demais CAPITAIS em curto prazo... e depois todo o Brasil... Esses HIPOCRITAS das ONGS protetoras de BANDIDOS e dos “ DIREITOS HUMANOS” (COMUNISTAS) são os culpados pois deram “asas a essas serpentes peçonhentas que agora espalham o terror indiscriminado, sem sentido. Terror pelo prazer de implantar o terror e mostrar a desmoralização e a impotência do” estado” de SERGIO CABRAL, o governador playboy que só vive viajando pelo mundo, só vive em festas e ainda diz que esta tudo “uma beleza” e o Rio vira um inferno, destaque em toda a imprensa mundial para os HORRORES DO RIO SOB ATAQUE DE GANGS !


È UM VERDADEIRO LEVANTE ARMADO DA GENTALHA CRIMINOSA QUE ATACA AUDACIOSAMENTE POSTOS POLICIAIS,QUARTEIS,ETC... E SEGUNDO AS ULTIMAS NOTICIAS DOS JORNAIS DA TV, OS MARGINAIS ESTÃO DE POSSE DE UM CAMINHÃO COM 650KILOS DE TNT!! QUE FOI ROUBADO E LEVADO PARA O RIO! VÃO DETONAR A CIDADE!

SE ISSO NÃO É CASO PARA UMA INTERVENÇÃO FEDERAL ... ENTÃO QUE ´É QUE É??? OS NOSSOS CORRUPTOS GENERAIS DAS FFAA ESTÃO FAZENDO O QUE?? CARREGANDO A BOLSINHA DA DILMA ? TENHAM VERGONHA !!! O BRASIL PEGANDO FOGO E VCS, SEUS OMISSOS E COVARDES VENDO TUDO E EM TROCA DE UMA GRATIFICAÇÕEZINHAS “EXTRAS” DEIXAM O PAÍS SE ACABAR??!!! PULHAS!!! O INTENTO DISSO TUDO ----- PRESTEM ATENÇÃO------!!!! É ATERRORIZAR A CLASSE MÉDIA, A BURGUESIA QUE VOTOU EM MASSA CONTRA O PT( 44% sem falar nos milhões que deixaram de votar :abstenção ,nulo,em branco etc ) E IMPLANTAR UM CLIMA DE TERROR PARA QUE ELES TENHAM UM PRETEXTO DE IMPOR UM ESTADO DE SITIO , ACABAR COM AS GARANTIAS INDIVIDUAIS E PRENDER QUEM QUIZER...


NESTE CAOS ELES ARREBETAM E DESAPARECEM COM QUEM ELES QUEREM!! SEM FALAR QUE PARA PIORAR ESTÃO ORQUESTRANDO A INSATISFAÇÃO DE TODAQ AS POLICIAS MILITARES DO BRASIL COM A NEGAÇÃO DA APROVAÇÃO DA PEC 300 QUE VAI GERAR UM POSSIVEL MOTIM E UMA GREVE NACIONAL DE PM`S . IMAGINEM, O CRIME ATERRORIZANDO AS GRANDES METROPOLES E CAPITAIS E AS POLICIAS EM GREVE... É O SOCIALISMO PETISTA COMUNISTA EM AÇÃO!

O RIO ATUAL É O QUE VAI SE ESPALHAR PELO BRASIL AFORA, NÃO É COISA DE AMADORES , É ORGANIZADO E DE CUNHO POLTICO COMUNISTA, JÁ ACONTECEU ANTES(2006) E AGORA É COM O INTUITO DE CRIAR AS “CONDIÇÕES PERFEITAS” PARA CRIAR O CAOS E DILMA ACABAR COM A DEMOCRACIA E VIRAR UMA DITADORA ACLAMADA ( JÁ O É) PELAS FARCS, HUGO CHAVEZ E FIDEL CASTRO!


HAJA CAOS,TERROR E INSEGURANÇA PARALIZANTE E GERAL! QUANDO ESTIVEREM NO AUGE ,ENTÃO ADEUS CONGRESSO, ADEUS JUSTIÇA, DILMA FECHA TUDO DECRETA ESTADO DE EXCESSÃO REVOGA A CONSTITUIÇÃO E AMANHECEREMOS TODOS NUMA HORRIVEL DITADURA COMUNISTA.

E assim Dilma se livra do PMDB e demais partidos parasitas, se livra da Imprensa toda,vai fechar e calar TUUUDO! Se livra da Justiça e de seus procuradores e promotores “perturbadores”, se livra de pagar BOLSA ESMOLA, da calote em quem quiser , prende quem quiser, arrebenta com tudo! Pois será uma DITADORA COMUNISTA a serviço da Nova Ordem Mundial que a apóia (ONU) e como única LIDER ela será a LEI, fará o que os abutres da NWO quiserem e nós vamos ver realmente o que é viver um inferno... a gentalha e os ingênuos intelectualoides burgueses esquedinhas de merda macunaimicos merecem!precisam sofrer isso para aprenderem!

BLOG ALARICO TROMBETA

PT- GESTAPO E SS BRASILEIRA



por Cláudio Humberto
Com Telebrás, PT saberá dos
sigilos quebrados


A articulação para ressuscitar a Telebrás é a cortina de fumaça de uma operação do petismo para assumir o controle da telefonia. Abiscoitando as contas públicas, a direção da estatal, nomeada pela presidência da República, terá a chave da impunidade, porque saberá de todas as ordens judiciais de quebra de sigilo telefônico contra autoridades do governo que forem alvo de investigações sigilosas de suas malfeitorias.


Como na Receita, a direção da Telebrás, de confiança do petismo, pode até quebrar ilegalmente sigilos telefônicos, e sem deixar rastro
Se a Telebrás controlar as contas públicas, políticos (sobretudo de oposição) e até magistrados podem ter seus telefones monitorados.

Tramam para a Telebrás controlar a telefonia seu presidente, Rogério Santana, e Cesar Alvarez, que era assim, ó, com Erenice Guerra.

RICARDO TEIXEIRA- UM LADRÃO, CONFORME SENADOR MARIO COUTO




O senador Mário Couto (PSDB-PA) cobrou do governo nesta quarta-feira (23) a utilização de "dois pesos e duas medidas" para liberação de recursos: para ele, enquanto o reajuste dos aposentados, de 7,7%, saiu com grande dificuldade, o dinheiro para a Copa do Mundo de 2014 é liberado facilmente. Ele mencionou a notícia de que Ricardo Teixeira, presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) gerenciará recursos da ordem de R$ 1,3 bilhão para atender às obras necessárias à organização da Copa de 2014, por ser um dos sócios do Comitê Organizador Local.


- Todo dinheiro que entrar ali é do Ricardo Teixeira. E ele é muito sabido. É por isso que não tem dinheiro para pagar os aposentados nesse país. Presidente Lula, o ministério [dos Esportes] tem corrupção e põe o Ricardo Teixeira para administrar já entraram nos cofres mais de um bilhão - denunciou, ao acusar o presidente da CBF de "ladrão".

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

A MÃE DOS RICOS- LULA

Milagre brasileiro: a Petrobras enxerga um flagelado no deputado mais rico do país

AUGUSTO NUNES


Promovido simultaneamente a multimilionário e flagelado, o usineiro alagoano João Lyra acaba de transformar-se num originalíssimo caso de esquizofrenia financeira que só dá no Brasil. Baseado na declaração de bens do candidato a deputado federal pelo PTB, o Tribunal Superior Eleitoral concluiu que Lyra é o mais rico dos parlamentares eleitos neste outubro: o patrimônio confessado alcança R$ 240 milhões, ou 1/5 do que possuem, somados, todos os colegas de Legislativo.


 Baseada em informações fornecidas pelo próprio Lyra, que apareceu por lá junto com o senador Fernando Collor para relatar os estragos provocados pelas enchentes de julho numa de suas usinas, a Petrobras Distribuidora concluiu que o deputado mais rico do país é um flagelado merecedor de atendimento urgentíssimo. E resolveu socorrê-lo com um contrato de R$ 200 milhões.
Teve mais sorte que seus companheiros de infortúnio. Até agora, segundo o Programa de Reconstrução do Governo Estadual, o governo federal repassou exatamente R$ 490.684.000, 00 a Alagoas, um dos Estados mais castigados pelas inundações do último inverno. As verbas foram distribuídas entre a Secretaria de Infraestrutura (R$ 250 milhões), a Secretaria de Educação (R$ 122 milhões), a Secretaria de Defesa Civil (R$ 75 milhões) e a Secretaria de Saúde (R$ 43.684). Nenhum centavo chegou às mãos da multidão de flagelados. Nenhum deles viu a cor do dinheiro. Só João Lyra.

Lula diz de meia em meia hora que governa para os pobres. Pode agora invocar o caso do flagelado que embolsou 200 milhões de reais

VOCES ACREDITAM NISTO?


Lei regulará atuação do poder executivo nas eleições
O deputado Roberto Magalhães (DEM/PE) apresentou, junto com o deputado Paulo Bornhausen (DEM/SC), um projeto de Lei, que impediria, no futuro, que um presidente da república desequilibre o processo democrático, utilizando o cargo para beneficiar candidatos, passando por cima da ética, do decoro e da dignidade do cargo de chefe da nação

DESDÉM INSTITUCIONAL - A nova lei, procura evitar que o Presidente da Republica, ameace a democracia e a legitimidade das eleições, participando da disputa eleitoral de forma indecorosa
Leia mais aqui The Passira News

COMENTÁRIO
LEIS EXISTEM..O QUE FALTA É CORAGEM DOS JUÍZES PARA APLICÁ-LA.
PELA QUANTIDADE DE VEZES EM QUE LULA DESRESPEITOU AS LEIS ELEITORAIS, A CANDIDATURA DE DILMA DEVERIA TER SIDO IMPUGNADA
ESTA ELEIÇÃO FOI UMA VERGONHA!!! UMA GRANDE SUJEIRA!!!

A REPÚBLICA DOS PORQUINHOS




LÚCIO NETO


Pois é...temos aí mais um espetáculo na republiqueta de um país de 55 milhões de porquinhos. O STJ rejeita pedido de condenação do ex-prefeito Palocci. O relator, ministro Teori Zavascki, afirmou que, no recurso do MP, não havia argumentos suficientes para contrariar a decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), que o absolveu.


Nesta decisão, os tougados do STJ afirmam que "não há argumentos suficientes". Pronto! Quem vai argumentar o que? O processo pode estar recheado de provas, não sei, mas se os senhores da justiça dizem que não há argumentos suficientes, acabou. Não tem o que discutir.

Lembra do caseiro Francenildo dos Santos? Pois é...o cidadão Palocci também foi absolvido. Como principal interessado na quebra do sigilo bancário do caseiro, o Supremo Tribunal Federal entendeu que quem cometeu crime foi o ex-presidente da Caixa Econômica Federal Jorge Mattoso e o ex-assessor de Palocci no Ministério da Fazenda, Marcelo Netto. Os dois ainda estão enrolados com a justiça e o porquinho Palocci está livre dessa também.

Deu para entender o recado? O Brasil é uma republiqueta de 55 milhões de porquinhos comandados por outros porquinhos e porquinhas sob o guarda chuva de um partido porco que manda e desmanda em tudo.

O ESTADO VERSUS O INDIVÍDUO





Roberto Campos dizia não haver esquerdista que fosse ao mesmo tempo inteligente e honesto, ele ainda tinha a esperança de que alguns conseguissem ter uma dessas duas qualidades separadamente.

Quando, por exemplo, se instaura um regime socialista na Rússia ou em Cuba, toda a militância universal proclama o advento vitorioso do socialismo. Mas, como esses regimes só podem subsistir na base da violência e do crime e isso pega muito mal, é preciso proclamar também que esse vexame só acontece porque ainda não se trata de verdadeiros regimes socialistas.

Os devotos de Fidel, Stalin, e outros gênios totalitários dizem que as ideologias estão ultrapassadas e que a premissa hoje é o pragmatismo; apegam-se à luta contra a pobreza, a corrupção e os direitos humanos, dissimulando que justamente esses males tiveram origem no "coletivismo".

Na realidade, a verdadeira divisão ideológica em nosso tempo está nos que acreditam na LIBERDADE INDIVIDUAL e os que a negam, defendendo que o Estado é mais importante que o cidadão.
Os que negam a LIBERDADE INDIVIDUAL são todos da mesma cepa: coletivistas, socialistas, comunistas, nacional-socialista (nazista e fascista); são os que falam em justiça social, como se a justiça pudesse ser coletiva e não individual; os que propõem a liberdade do povo e a solidariedade desde o Estado; os que crêem que o Estado é mais importante que o indivíduo, e ainda são os únicos que acreditam que somente eles tém sensibilidade, decifram, traduzem e ouvem as vozes do povo" (Sigmund FREUD, talvez explique); são os apóstolos que apregoam a igualdade, antes da liberdade, desde que eles sejam os igualadores e fiquem com a melhor parte do butim.

RIVADAVIA ROSA

TREM BALA- CORRUPÇÃO À JATO



O estudo para aprovar a viabilidade do trem-bala que ligará São Paulo e Rio de Janeiro não previu a construção de linhas de transmissão de energia elétrica, informa a reportagem de Dimmi Amora publicada na edição desta terça-feira da Folha de S. Paulo. Com isso, um custo estimado em pelo menos R$ 1 bilhão foi cortado do preço do projeto, que está previsto em R$ 33,1 bilhões.
O problema foi apontado por um dos interessados no projeto durante os pedidos de esclarecimento ao edital, que levantou que o estudo de viabilidade não previa a construção pelo vencedor do sistema de abastecimento de energia. Embora não preveja o custo da linha, o edital diz que o vencedor será responsável por toda a construção do sistema e pela interface com os fornecedores de energia.

A falta de linhas não é o único problema em relação aos custos do trem-bala já apontados. Estudo do consultor legislativo do Senado Marcos Mendes mostra que a reserva de contingência do projeto foi excluída. De acordo com ele, em projetos de grande porte, esses custos podem representar até 30% do valor do projeto.

POLICIA PACIFICADORA - O POVO QUER SABER O QUE VÉM A SER ISTO EM MEIO AO TIROTEIO E CADÁVERES







Giulio Sanmartini

Mentecapto é o sujeito mentalmente desordenado, destituído de bom senso, já o psicopata é aquele que apresenta comportamentos anti-sociais e amorais.



Nada impede que um mentecapto também seja um psicopata ou vice-versa.

Agora, quando essas duas características são emolduradas por um bêbado inveterado, chega-se ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os acontecimentos, especialmente os mais recentes provam de forma cabal essa afirmativa.

Nesse dia 30 de agosto passado, quando se dedicava exclusivamente em fazer campanha eleitoral para sua candidata Dilma Rousseff, seguido por um séqüito de asquerosos bajuladores, que são até capazes de rir e aplaudir seus fétido flatos, participou no Morro Santa Marta, na zona sul da cidade do Rio, do lançamento de um projeto de turismo que vai transformar comunidades pacificadas cariocas em pontos turísticos. Ele destacou que é possível ter paz quando o Estado cumpre sua função, oferecendo educação, saúde, cultura, lazer e segurança. Também elogiou o modelo de policiamento comunitário adotado no Rio de Janeiro, as chamadas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), e disse que espera ver, em breve, o modelo implantado em todo o país.

COMENTÁRIO
ENQUANTO ISTO, A POPULAÇÃO CORRE DOS BANDIDOS, ENTREGUE À PRÓPRIA SORTE
PROVAVELMENTE, ELE SE REFERE à SEGURANÇA - MAS SEGURANÇA DOS BANDIDOS PARA MATAR , ROUBAR E ESTUPRAR IMPUNEMENTE

CELSO DANIEL- ESTE NOME QUER JUSTIÇA




No dia 24 de maio o irmão mais velho do prefeito, o oftalmologista João Francisco Daniel, depôs no Ministério Público de Santo André. O médico contou que assessores e amigos de Celso Daniel – entre eles Sérgio Gomes da Silva, que dirigia a Pajero da qual o prefeito foi arrancado na noite do seqüestro – obrigavam empresários que prestavam serviços para a prefeitura a pagar propinas.



“O dinheiro ia para campanhas do PT”, disse. João Francisco reiterou o conteúdo de seu depoimento na semana passada, em seguidas entrevistas.



 Afirmou que, logo após a morte do irmão, soube do esquema de caixa dois por meio de Gilberto Carvalho, dirigente do PT e ex-secretário de governo de Santo André, e de Míriam Belchior, secretária municipal e ex-mulher de Celso Daniel. Em momentos diferentes – e ainda sob o impacto da brutalidade do crime – eles lhe revelaram detalhes do esquema de propinas destinado a irrigar campanhas petistas, diz João Francisco.



 “Gilberto lavou a alma e falou que, várias vezes, levou dinheiro pessoalmente de Santo André para o deputado e presidente do partido, José Dirceu”, diz Francisco. O médico também afirma que seu irmão sabia da operação e concordava com ela porque as comissões eram destinadas ao partido.



“Eles me contaram que Celso prometeu tomar providências quando descobriu que os assessores envolvidos no esquema usavam o dinheiro para enriquecer. Mas morreu antes disso.”

IMPUNIDADE - A RAZÃO PARA A VIOLÊNCIA



Rodrigo Constantino

A violência e ousadia dos bandidos cariocas estão em patamares cada vez mais assustadores. São várias causas que levaram a esta situação periclitante, mas as três mais importantes são: impunidade, impunidade e impunidade!
Tenho vários artigos mais antigos sobre o tema, todos eles batendo basicamente nesta mesma tecla. Estamos deixando a barbárie tomar conta da "cidade maravilhosa". Pergunto: até quando? Guerra é guerra. Guerra não é paz, como "pensam" os orwellianos "pacifistas", que pretendem reagir à agressão dos bandidos com rosas.

No artigo
A Janela Quebrada, falo da necessidade de uma política de "tolerância zero", mesmo com os delitos menores. O ambiente de impunidade é nosso maior inimigo. A mesma mensagem é passada no artigo Chega de Impunidade!, de 2006.

A reação aos ataques ousados destes bandidos deve ser em dobro! Todos os demais problemas estruturais devem ser atacados também, sem dúvida. Mas no curto prazo, a meta deve ser "tolerância zero" com estes marginais. Chega de passar a mão na cabeça de assassinos como se fossem "vítimas da sociedade". Chega de impunidade! Ou vamos ficar como o México em pouco tempo...

CADE AS FFAA?




Cadê as Forças Armadas ? A constituição está sendo continuamente desrespeitada por Lula e seus quadrilheiros; o governo flerta acintosamente com os piores ditadores do planeta; formata-se às claras, um regime comuno-sindicalísta, com ameaças nada veladas à liberdade de expressão; mensaleiros são absolvidos por juizes venais; o MST, promove a invasão de propriedades privadas, e o que vemos, estarrecidos, é o absoluto silêncio dos militares, que têm por dever a preservação das instituições democráticas!

Lembro-me, criança, minha mãe levava-me, orgulhosa, para assistir a Parada de Sete de Setembro.
Todo ano. Eu, de fardinha branca, de maõs dadas com minha mãe, assistindo o desfile dos bravossoldados.

Mais tarde, já rapazinho, votando no Marechal Lott, homem digno, espada de ouro, que perdeu aseleições para Janio Quadros, acabando por levar o país à convulsão com a deposição do vice, João
Goulart.

Os motivos alegados para a deposição de Jango, multiplicam-se, hoje, acrescentados pelo banditísmo do PT, que não hesita em quebrar todas as regras pela permanência no poder.

O povo, comprado em sua cidadania, apático, vota em troca de bolsas-anestesias, acreditando que "participa" da sociedade, aumentando a inadiplência, em prestações intermináveis, o que levará opaís a uma crise semelhante à das hipotecas nos EUA.

Espero, sinceramente, que nossas Forças Armadas, intervenham, colocando alguma ordem no caos que, rapidamente, instala-se no Brasil!
carlos verezza

terça-feira, 23 de novembro de 2010

DEFINIÇÃO DE FASCISMO PELA NOVA LÍNGUA ESQUERDISTA




Na visão CÍNICA da esquerda, FASCISTA É :

1 - Qualquer um que discordar da esquerda, que disser um pio que seja contra Lula e Dilma, é um fascista, nazista, chauvinista, racista, machista, anti-pobre, anti-nordestino, agente da CIA, membro da TFP, do Opus Dei e da Ku Kux Klan.


2 – Qualquer um que denunciar os desmandos da quadrilha cleptolulista, ou a política externa pró-ditaduras do governo Lula, ou o aparelhamento das instituições, ou os objetivos totalitários contidos no PNDH-3, é um criminoso do pensamento e deverá ser imediatamente detido e enviado, algemado, a um campo de reeducação ideológica na Amazônia. Afinal, trata-se de um elemento perigoso, um verdadeito representante das classes dominantes e inimigo do povo...

Como eu disse aqui outro dia, o Brasil está ficando um país cada vez menos tolerante. E cada vez mais burro.
Postado por Gustavo

MARCO REGULATÓRIO - A VERDADE




Em entrevista ao GLOBO, Miro Teixeira diz que 'marco regulatório é indesejável'

MIRO: Preocupa e me surpreende. Considero uma inutilidade se o objetivo for controle de conteúdo. Inútil porque qualquer lei neste sentido será considerada inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal. Acho paradoxal, porque Lula, Dilma e Franklin (Martins) lutaram contra a ditadura. É impensável que haja alguma iniciativa de caráter restritivo.


A alegação é que a legislação é de 1962, e que novas mídias surgiram...

MIRO: Essas mídias não dependeram de novas leis. Surgiram graças ao ambiente de liberdade de criação. A rede mundial foi criada para que as gerações pudessem expressar opiniões sem interferência dos governos. Sempre que governos intervieram na organização de conteúdos jornalísticos, no sentido amplo, acabaram por restringir o ambiente de liberdade.


Não é preciso uma lei que leve em conta a internet?

MIRO: Internet não tem que ter regulação, tem que ser anárquica.


O presidente Lula disse que liberdade de imprensa não pode ser usada para inventar mentiras...

MIRO: Autoridades sempre se irritam com a imprensa. Autoridades gostam de elogios, não de notícias. O que interessa ao povo é saber se autoridades estão se comportando com moralidade, transparência, impessoalidade. O que normalmente preocupa a autoridade é a capacidade da imprensa de exercer a fiscalização de seus atos.

POIS É....TODOS SOMOS CULPADOS?

 
 
A questão homossexual é e será sempre um foco de tensão, até porque a formação da identidade sexual é resultado de um embate de tendências naturais. O homossexual é alguém que que não conseguiu estabelecer uma identidade sexual compatí­vel com seu corpo, não tendo sido ele que escolheu tal destino. Ele é uma resultante, ponto final. Geralmente é muito narcí­sico, daí­ não poder relacionar-se com o diferente, "transa" com ele mesmo. Morre de inveja da mulher e do hetero. Entre eles, chamam a mulher de "racha" e ao hetero de "bofe".


Agora, quem se incomoda muito com ele, gosta de bater em bicha, é porque resolveu mal sua identidade sexual, seus conflitos. Quem bate em homossexual está batendo, na verdade, em sua parte homossexual, sobre a qual teme perder o controle. E mais, homem super homem, que não tem o lado femenino, não consegue gostar e nem entender a mulher. Mulher sem seu lado masculino não pode gostar de homem, gosta só dela mesmo. O machão não dorme em paz, pois tem medo de acordar com vontade de sair vestido de baiana, mas geralmente fica só mesmo no clube do bolinha. Quanto mais ciumento, mais está perdendo controle sobre seu lado reprimido. Espero incomodar muita gente. Saúde a todos, bons conflitos!

VALFRIDO MEDEIROS CHAVES
PSICANALISTA