domingo, 30 de setembro de 2012

ADEUS LULA



O ex-presidente deveria parar de usar a coação para impor a sua vontade. É feio. Não faça isso. Veja que não pegou bem coagir:
1. Cinco partidos para assinar uma nota defendendo-o das acusações de Marcos Valério;
2. A presidente para que fizesse uma nota oficial somente para defendê-lo de um simples artigo de jornal;
3. Ministros do STF antes do início do julgamento do mensalão. Só porque os nomeou? O senhor não sabe que quem os nomeou não foi o senhor, mas o presidente da República? O senhor já leu a Constituição?

O ex-presidente não quer admitir que seu tempo já passou. Não reconhece que, como tudo na vida, o encanto acabou. O cansaço é geral. O que ele fala, não mais se realiza. Perdeu os poderes que acreditava serem mágicos e não produto de uma sociedade despolitizada, invertebrada e de um fugaz crescimento econômico.
Claro que, para uma pessoa como Lula, com um ego inflado durante décadas por pretensos intelectuais, que o transformaram no primeiro em tudo (primeiro autêntico líder operário, líder do primeiro partido de trabalhadores etc, etc), não deve ser nada fácil cair na real. Mas, como diria um velho locutor esportivo, “não adianta chorar”. Agora suas palavras são recebidas com desdém e um sorriso irônico.

Lula foi, recentemente, chamado de deus pela então senadora Marta Suplicy. Nem na ditadura do Estado Novo alguém teve a ousadia de dizer que Getúlio Vargas era um deus. É desta forma que agem os aduladores do ex-presidente.
E ele deve adorar, não? Reforça o desprezo que sempre nutriu pela política. Pois, se é deus, para que fazer política? Neste caso, com o perdão da ousadia, se ele é deus não poderia saber das frequentes reuniões, no quarto andar do Palácio do Planalto, entre José Dirceu e Marcos Valério?

Mas, falando sério, o tempo urge, ex-presidente. Note: “ex-presidente”. Dê um tempo. Volte para São Bernardo e cumpra o que tinha prometido fazer e não fez.

Lembra? O senhor disse que não via a hora de voltar para casa, descansar e organizar no domingo um churrasco reunindo os amigos. Faça isso. Deixe de se meter em questões que não são afeitas a um ex-presidente. Dê um bom exemplo.

Pense em cuidar do seu legado, que, infelizmente para o senhor, deverá ficar maculado para sempre pelo mensalão. E lá, do alto do seu apartamento de cobertura, na Avenida Prestes Maia, poderá observar a sede do Sindicato dos Metalúrgicos, onde sua história teve início.

E, se o senhor me permitir um conselho, comece a fazer um balanço sincero da sua vida política. Esqueça os bajuladores. Coloque de lado a empáfia, a soberba. Pense em um encontro com a verdade. Fará bem ao senhor e ao Brasil.
Marco Antonio Villa é historiador e professor da Universidade de São Carlos, em São Paulo

LULA LAMBE A BOTA DE MÉDICI





Este post é para os malcriados, ingratos e ignorantes, que desconhecem os feitos dos militares durante o REGIME MILITAR...
Agradeça aos militares do Brasil, por eles terem ficado 21 anos no poder do Brasil, trazendo ordem e progresso... Graças aos militares do Brasil, nós temos estradas, portos, aeroportos, telefonia, hospitais e escolas públicas, EMBRAPA e hidroelétricas, durante o regime militar, o país cresceu mais do que a China cresce hj, chegando a marca de 13% de crescimento em 1973... Não acredita no que digo??? Então assista o próprio lulla rasgando seda para os militares...
https://www.youtube.com/watch?v=R3-CXgn_6Dc

.....................

COMO É?PT ENTRA NA JUSTIÇA CONTRA LULA.





Como é mesmo? Os deuses primeiro tiram o juízo daqueles a quem querem destruir.


Leiam esta nota deliciosa, de Lauro Jardim, na coluna “Radar”:
Veja como as coisas andam mesmo mudadas para Lula e o PT. Na segunda-feira, Lula foi a estrela do programa de TV de Daniella Ribeiro (PP), a irmã do ministro Aguinaldo Ribeiro, que é candidata em Campina Grande (PB). O apoio de Lula à irmã de um ministro de Dilma Rousseff seria algo normal, não fosse por um detalhe: o próprio PT tem candidato à prefeitura na cidade e é, portanto, adversário da “candidata do Lula”.


Como não poderia ser diferente, a aparição do “deus” petista no horário eleitoral da candidatura adversária fez o PT de Campina Grande pedir (e conseguir) a proibição da propaganda na Justiça Eleitoral. Que fase, Lula!Reinaldo Azevedo

PT É UM PERIGO AO PAÍS

 
 
"...tudo o que eles estão adotando e que se constitui a infraestrutura da política econômica eles combateram. Agora o cara não reconhece isso: ele diz que fez tudo. O Lula é, de fato, uma pessoa desonesta. Um demagogo. E isso é perigoso. Está arrastando o país para posições que são realmente inacreditáveis. O cara se tornar aliado do Ahmadinejad, o presidente de um país que tem a coragem de dizer que não houve o Holocausto? Ele está desqualificando mundialmente porque está negando um fato real que não agrada a ele. Então não pode. O Brasil vai se ligar a um cara desse? É um oportunismo e uma megalomania fora de propósito. É um desastre para o país.
[...]
O PT é um perigo para o país. O aparelhamento do Estado, o domínio dos fundos de pensão… Um sistema de poder que vai ameaçar a própria democracia. As pessoas têm que tomar consciência".
Ferreira Gullar, em 2010.

Signatário do manifesto do Dirceu, Guilherme Fontes, tem que devolver R$ 2,6 milhões aos cofres públicos. Faz sentido.



O ator e diretor Guilherme Fontes foi condenado pela 31ª Vara Cível do Rio a devolver quase R$ 2,6 milhões à Petrobras e à Petrobras Distribuidora por não cumprir contratos de patrocínio relativos a "Chatô - O Rei do Brasil". Os recursos para o filme baseado na obra homônima de Fernando Morais, que segue inédito, começaram a ser captados em 1996.

Fontes recebeu aportes das empresas, mas não concluiu o longa no prazo previsto. Em 2006, as patrocinadoras entraram com processo para reaver o dinheiro. Ele não foi encontrado para comentar a sentença. Fernanda Lins, sua advogada, disse que recorrerá da decisão do juiz Paulo Roberto Fragoso, divulgada anteontem, mas que não daria declarações por não ter tido acesso ao teor da sentença.

Puro corporativismo essa solidariedade entre bandidos, não é mesmo? - ricardo froes

ricardo froes


PT- SÓ TÉM LADRÃO



Bruno Maranhão, dirigente do MLST (Movimento de Libertação dos Trabalhadores Sem Terra) e ex-integrante da direção nacional do PT, foi condenado pelo TCU (Tribunal de Contas da União) a devolver R$ 2,5 milhões e pagar multa de R$ 300 mil por ter desviado recursos públicos repassados a uma ONG para qualificação de assentados.

A decisão foi tomada pelo TCU na quarta-feira (26). O processo foi aberto após Maranhão ter liderado uma invasão de sem terras ao Congresso Nacional em 2006 que danificou o prédio do parlamento.

O Ministério Público junto ao TCU suspeitava que os recursos que financiaram a invasão eram de convênios do Incra com o movimento.
Pelo menos 34 das 108 pessoas indiciadas em processo judicial a pedido do Ministério Público Federal pelos danos à invasão do prédio em 2008 constavam na lista de pagamentos do MLST.
Além da multa e da devolução do dinheiro, Maranhão e outro dirigente da organização, Edmilson de Oliveira Lima, estão impedidos por 8 anos de ocuparem cargos públicos. O TCU também manteve o bloqueio de bens de ambos os dirigentes, decretado em 2010, até o pagamento da dívida.

Em sua defesa, Maranhão alegou que não havia assinado o convênio do MLST com o Incra e apresentou notas fiscais de gastos e lista de presença de alunos nos cursos.

O TCU identificou que os gastos não correspondiam aos dos cursos que constavam no convênio. Só de passagens aéreas foram aplicados mais de R$ 120 mil e outros R$ 135 mil com aluguel de carros numa empresa com sede em Natal (RN).

Além disso, há indícios nas listas de presença que uma mesma pessoa assinou por vários participantes.

Além da condenação de Bruno, o ex-diretor do Incra, Rolf Hackbart, foi multado em R$ 40 mil pelas irregularidades apontadas nos convênios.

Entre os argumentos usados para multar Hackbart, que hoje é assessor do ministro da Educação, Aloísio Mercadante, está o de que a ONG de Maranhão não havia prestado contas de convênios anteriores com o Incra e, mesmo assim, continuou recebendo recursos e pode assinar novos convênios.

A Folha ainda não conseguiu contato com o MLST e com Bruno Maranhão.

Na assessoria parlamentar do Ministério da Educação, onde Hackbart trabalha, a Folha foi informada que ele está em viagem.

A escória do mundo - por Olavo de Carvalho





"Todo comunista, sem exceção, é cúmplice de genocídio, é um criminoso, um celerado, tanto mais desprovido de consciência moral quanto mais imbuído da ilusão satânica da sua própria santidade.
Nenhum comunista merece consideração, nenhum comunista é pessoa decente, nenhum comunista é digno de crédito."


....................

DIVULGUEM ESTE VÍDEO

 
 
 
 
....................

REVISTA VEJA: Joaquim Barbosa autoriza abertura de novo inquérito sobre mensalão; desta vez, podem se complicar Fernando Pimentel, Benedita da Silva e Vicentinho…

....................



Por Reinaldo Azevedo


Se “eles” lá, vocês sabem quem, já andavam meio chateados com Joaquim Barbosa e com o STF, agora há o risco de que comecem a babar de ódio.
O ministro autorizou a abertura de um novo inquérito para investigar a segunda fase do mensalão.


E, desta feita, ele mexe com um homem importante do governo Dilma Rousseff: o ministro Fernando Pimentel — aquele, sabem?, que era “consultor” e que também havia contratado aquela primeira equipe dedicada a montar o falso dossiê contra o tucano José Serra, em 2010. Um petista moderno, como sabemos… Além de Pimentel, também aparecem no rolo Benedita da Silva e o deputado Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho (PT-SP).
Lula vai dizer que se trata de mais uma conspiração contra as forças populares… Leiam trecho de reportagem de Flávio Ferreira, na Folha:


O ministro Joaquim Barbosa, relator do processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal, autorizou a abertura de um inquérito para investigar repasses feitos pelo esquema para pessoas ligadas ao ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, e a outros políticos petistas.


O novo inquérito, a ser instaurado na Justiça Federal em Belo Horizonte, também vai investigar repasses a pessoas que trabalharam com os deputados Benedita da Silva (PT-RJ) e Vicentinho (PT-SP), além de dezenas de outras pessoas e empresas que receberam dinheiro do esquema.

Essas pessoas não são parte do processo que está em julgamento no Supremo desde o início de agosto, porque os repasses só foram descobertos pela Polícia Federal quando a ação principal já estava em andamento no STF.

Pressão e censura feitas pelos petralhas do governo forçam mudança no comando da Rede Globo



Exclusivo - O executivo Octávio Florisbal será substituído da Direção-Geral da Rede Globo porque cansou de suportar as pressões diretas e indiretas do governo, sempre que o jornalismo da emissora detonava matérias negativas contra os esquemas petralhas e de seus aliados. Alegando que a maior rede de televisão do País não pode aceitar se submeter à censura, Florisbal pediu aos irmãos Roberto Irineu e João Roberto Marinho para sair do cargo que será ocupado por alguém com sangue mais frio para suportar tentativas constantes de ingerências políticas: o jornalista Carlos Henrique Schroder – atual diretor-geral de Jornalismo e Esportes.

A versão de que a família Marinho preferiu se blindar contra as armações político-econômicas dos petralhas no poder vazou entre conversas de lobistas que trabalham para importantes afiliadas da Rede Globo. Os irmãos Marinho aceitaram a troca de Florisbal por Schroder porque as pressões sobre a Globo aumentaram, de forma insuportável, depois que o julgamento do Mensalão no STF ganhou os impensáveis desfechos de condenação para os principais réus políticos.

Dirigentes globais foram “desaconselhados” por “emissários do governo” a não tentarem uma entrevista exclusiva com o publicitário Marcos Valério. Muito menos a Globo deveria cogitar de comprar e veicular o conteúdo das tais quatro bombásticas fitas que Valério teria mandado um famoso cineasta gravar e editar para comprometer o ex-presidente Lula da Silva e a cúpula do PT com os mafiosos esquemas do Mensalão. O comando das Orgnizações Globo preferiu acreditar nas ameaças e anunciou, depressa, a programada e futura substituição de Florisbal por Schroder. O ex-diretor-geral – que cansou de sofrer pressões – acabou “promovido” para um cargo no novo conselho da emissora, cujos sócios são os herdeiros do falecido Roberto Marinho.

Bronca maior

Além de neutralizar a televisão Globo, a máquina de censura petralha gostaria muito de atingir três jornalistas que operam a contra-ofensiva da família Marinho no jornal O Globo.

Merval Pereira, Ricardo Noblat e Miriam Leitão – que publicam artigos mais contundentes contra os esquemas mafiosos no governo federal – são os alvos preferenciais da petralhada.

Se a pressão sobre os controladores da Globo aumentar e se tornar insuportável, pode sobrar alguma malvadeza contra um dos três.



jorge serrão







.................

Assunto: A verdade tarda, mas não falha!



Quase todos nós sabemos, mas... para reavivar a memória dos brasileiros, que não tem tempo ou não tiveram a oportunidade de ler o artigo de ÉLIO GASPARI, leia-o agora, em "Doses Homeopáticas".


Daqui a oito dias completa-se 40 anos de um episódio pouco lembrado e injustamente incluso.
À primeira hora de 20 de março de 1968, o jovem Orlando Lovecchio Filho, 22 anos, deixou seu carro numa garagem da Avenida Paulista e tomou o caminho de casa. Uma explosão arrebentou-lhe a perna esquerda. Pegara a sobra de um atentado contra o consulado americano, praticado por terroristas da Vanguarda Popular Revolucionária ( nem todos os militantes da VPR podem ser chamados de terroristas, mas, quem punha bomba em lugar público, terrorista era).


Lovecchio teve a perna amputada abaixo do joelho e a carreira de piloto comercial destruída.O atentado foi conduzido por Diógenes Carvalho Oliveira e pelos hoje arquitetos Sérgio Ferro e Rodrigo Lefevre, além de Dulce Maia e uma pessoa que não foi identificada. A bomba do consulado americano explodiu oito dias antes do assassinato de Edson Lima Souto no restaurante do Calabouço, no Rio de Janeiro, e nove meses antes da imposição do pai do Ato Institucional nº 5. Essas referências cronológicas desamparam a teoria segundo a qual o AI-5 provocou o surgimento da esquerda armada.


Até onde é possível fazer afirmações desse tipo, pode-se dizer que sem o AI-5 certamente continuaria a haver terrorismo e sem terrorismo certamente não haveria o AI-5.O caso de Lovecchio tem outra dimensão.

Passados 40 anos, ele recebe da "viúva" uma pensão especial de R$ 571,00 mensais. Nada a ver com o Bolsa Ditadura. Para não estimular o gênero coitadinho, é bom registrar que ele reorganizou sua vida, caminha com uma prótese, é corretor de imóveis e mora em Santos com a sua mãe e um filho.


A vítima da bomba não teve direito ao Bolsa Ditadura, mas o bombista Diógenes teve: No dia 24 de janeiro passado, o governo concedeu-lhe uma aposentadoria de R$ 1.627,00 mensais, reconhecendo ainda a dívida de R$ 400.000,00 de pagamentos atrasados.

Em 1968, com mestrado cubano em explosivos, Diógenes atacou dois quartéis, participou de 4 assaltos, 3 atentados à bomba e uma execução. Em menos de 1 ano, esteve na cena de 3 mortes, entre as quais a do capitão americano Charles Chandler, abatido quando saia de casa.


Tudo isso antes do AI-5. Diógenes foi preso em março de 1964 e um ano depois foi trocado pelo consul japonês, sequestrado em S.Paulo.


Durante o tempo em que esteve preso, ele disse que foi torturado pelos militares que comandavam a repressão política. Por isso, foi vítima da ditadura, com direito a ser indenizado pelo que sofreu. Daí a atribuir suas malfeitorias a uma luta pela democracia, iria enorme distância...


O que ele queria era outra ditadura. Andou por Cuba, Chile, China e Coréia. Voltou ao Brasil com a anistia e tornou-se o "DIÓGENES DO PT"( !!!!). Apanhado num contubérnio do grão-petismo gaúcho com o jogo do bicho, deixou o partido em 2002.
Lovecchio, que ficou sem a perna, recebe um terço do que é pago ao cidadão que organizou a explosão que o mutilou- Um projeto que revê o valor de sua pensão de iniciativa da ex-deputada petista Mariângela Duarte, está adormecido na Câmara.


Em 1968, antes do AI-5 morreram 7 ( sete) pessoas pela mão do terrorismo da esquerda.Há algo de errado na aritmética das indenizações e na álgebra que faz de Diógenes uma vítima e de Lovecchio um estorvo.

ADVINHE QUEM É DULCE MAIA?
ELA MESMA... -- a terrorista...
DILMA ROUSSEFF !

Elio Gaspari - jornalista e escritor ítalo-brasileiro.


.................

VERGONHA DE SER O QUE É! PATIFES E DISSIMULADORES: ESTRELA PETISTA DESAPARECE DE PLACAS E SANTINHOS



Símbolo maior do PT, a estrela vermelha anda sumida do material de propaganda política na maior parte das cidades fluminenses onde há candidato petista a prefeito. E, quando ela é usada, aparece tímida.


A cor vermelha, outra marca da legenda, também foi preterida em santinhos, placas e deixou de reinar sozinha nos sites de candidatos. Em seu lugar, o branco, o azul e o laranja dão o tom da campanha.Em São Paulo não é muito diferente.
Na capital paulista, o laranja é mais visto que o vermelho.
Segundo membros da campanha, para mostrar que o candidato traz mudança.


Para marqueteiros de campanhas petistas no Rio, o cuidado no uso de símbolos do PT remete a uma preocupação com o eleitor, que pode relacionar candidatos e sigla ao julgamento do mensalão.

A QUARTA CÓPIA



(Ricardo Noblat, d’O Globo))


“ O que Valério conta no vídeo seria capaz de derrubar o governo Lula se ele ainda existisse, atesta um amigo íntimo do dono da quarta cópia. Na ausência de governo a ser deposto, o vídeo destruiria reputações aclamadas e jogaria uma tonelada de lama na imagem da Era Lula. Lama que petrifica rapidinho.“
.................

Valério pagou caro pelo vídeo do qual fez quatro cópias, e apenas quatro. Guardou três em cofres de bancos. A quarta mandou para uma das estrelas do esquema do mensalão, réu do processo agora julgado pelo Supremo Tribunal Federal.

Renilda, a mulher dele, sabe o que fazer com as três cópias. Se Valério for encontrado morto em circunstâncias suspeitas ou se ele desaparecer sem dar notícias durante 24 horas, Renilda sacará dos bancos as três cópias do vídeo e as remeterá aos jornais O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e O Globo. (Sorry, VEJA!)

O que Valério conta no vídeo seria capaz de derrubar o governo Lula se ele ainda existisse, atesta um amigo íntimo do dono da quarta cópia. Na ausência de governo a ser deposto, o vídeo destruiria reputações aclamadas e jogaria uma tonelada de lama na imagem da Era Lula. Lama que petrifica rapidinho.

A fina astúcia de Valério está no fato de ele ter encaminhado uma cópia do vídeo para quem mais se interessaria por seu conteúdo. Assim ficou provado que não blefava.

Aécio Neves, senador



"Lula está abdicando da condição de ex-presidente de todos os brasileiros para ser um líder de facção",
Aécio Neves, senador

É isso, parabens Aecio, para este "ratao de Garanhus", a resposta a estes ataques deve ser a altura, o cara é um LIXO da politica e nao se emenda, nao passa de um "chefe de quadrilha", um arruaceiro!

Rui

FAVOR REPASSAR SEM RESTRIÇÕES




Está na página do MPF:
O Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF/DF) entrou na Justiça contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-ministro da Previdência Social Amir Francisco Lando por improbidade administrativa. Eles são acusados de utilizar a máquina pública para realizar promoção pessoal e favorecer o Banco BMG, envolvido no esquema do mensalão. As irregularidades aconteceram entre outubro e dezembro de 2004.

NÃO VOTEM NOS FICHAS SUJAS NEM EM SEUS INDICADOS DO PT.

Geraldo Almendra

Censura na internet: O Brasil pior que a China?



O senso comum diz que no Brasil temos liberdade de expressão. Temos mesmo ?

Hoje os juízes do Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso do Sul (TRE-MS) Amaury da Silva Kuklinski e do TRE da Paraíba (TRE-PB) Ruy Jander Teixeira da Rocha mandaram prender - isso mesmo, PRENDER - um dos diretores do Google no Brasil até que seja retirado do YouTube um vídeo que, segundo eles, ridicularizam candidatos. Como se ridicularizar a classe política fosse preciso. Colocar na prisão pessoas por que o Google não acatou a ordem de censura de um vídeo? É serio isso, vivemos em um pais onde a liberdade de expressão não é respeitada, políticos nos roubam diariamente e quando é feito uma crítica a resposta vem dessa forma? O Brasil está no topo da lista de pedidos de remoção de conteúdo em serviços do Google, segundo relatório de transparência divulgado pela própria empresa.


Já está em discussão em Brasília o Marco Regulatório da Mídia. Mídia regulada é mídia livre ?


Só para citar um exemplo de um pais que, apesar de já ter deixado de ser um paraíso da liberdade, a imprensa ainda é muito livre: Recentemente foi postado no mesmo Youtube um vídeo caseiro satirizando Maomé, causando uma enorme comoção entre os muçulmanos, inclusive protestos com mortes. O governo americano pediu - friso no pediu que o Google retirasse do ar. Ouviu um sonoro "NÃO". Assunto encerrado.

Hoje é um dia triste para nós que defendemos a liberdade sob todos os aspectos. Acabamos de descer ao mesmo nível de países islâmicos, comunistas e ditatoriais.Curta, compartilhe, avise seus amigos.

Depois de inventar a classe média miserável, o economista Marcelo Neri já começa a fazer milagres no Ipea



Carlos Newton
Mal assumiu a presidência do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o economista Marcelo Neri, aquele que inventou uma nova classe média com renda de míseros R$ 291por mês, começa agora a fazer novos milagres econômicos. O primeiro deles é anunciar que os resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do IBGE confirmam que a primeira década do século 21 no Brasil foi “inclusiva” do ponto de vista social, com “robusta diminuição da desigualdade e redução da pobreza”.



“O Brasil está hoje no menor nível de desigualdade da história documentada”, disse Neri, entusiasmado, ao jornalista Gilberto Costa, da Agência Brasil. Segundo ele, o índice de Gini (indicador que mede a desigualdade) foi 0,527 em 2011 – o menor desde 1960 (0,535), o que demonstraria uma redução da desigualdade social.
Acontece que a análise do Ipea mostra que a renda está crescendo nos setores econômicos que contratam mão de obra de forma precária e agregam pouco valor à economia, como a agricultura (86%) e as atividades domésticas (62,4%). Mas isso não interessa a Neri.Outro dado preocupante é que cerca de 35% da diminuição da desigualdade se devem aos repasses feitos pelo governo (além do Bolsa Família, aposentadorias, pensões e benefícios de prestação continuada, que são transferências sujeitas à política fiscal e podem sofrer restrições para que as contas públicas tenham superávit). E isso também não interessa a Neri.
###
###
MAIS IMPORTANTE
“O que é mais importante?”, pergunta Neri, ao avaliar que apesar dos “colegas macroeconomistas não estarem muito satisfeitos, mas quando a gente olha para o bolso das pessoas nota-se um crescimento chinês na base”.
Conclusão: é genial! Ou melhor, é bestial! – como dizem os portugueses. Esse economista merece o Prêmio Nobel. Não é possível que suas revolucionárias teorias não estejam despertando pelo menos a curiosidade da Academia Real das Ciências da Suécia.

Psicose ambientalista



No meu entender a expressão “Psicose ambientalista” tem muito sentido, pois é próprio de algumas psicoses não dirigir a libido para o ser humano e canalizá-la tão somente para a natureza. Mas há também uma tribo neurótica na nação ambientalista, constituída por aqueles que não desistiram da mamãe e mantém sua hostilidade ao pai. Ou seja, não ultrapassaram sua fase edípica de desenvolvimento e desejam sempre por na natureza o cinto de castidade que desejavam colocar na mãe. Fertilizar a terra, para eles, é sempre devastação, estupro. Ou seja, aquilo que imaginavam que o pai fazia com a mãe. Essa fixação neurótica está, ainda, muito presente na drogadicção e na homossexualidade.

....................

Abaixo-assinado dos artistas contra o julgamento do mensalão está conseguindo apoio até mesmo de quem já morreu.





Carlos Newton

Causa cada vez mais polêmica a lista que vem sendo organizada pelo produtor cinematográfico Luiz Carlos Barreto, em forma da abaixo-assinado, como protesto contra exageros que estariam sendo cometidos no julgamento do mensalão.

Além de não apontar quais seriam esses exageros jurídicos, o oportuno (ou seria oportunista?) manifesto tem conseguido assinaturas até mesmo de artistas que já morreram.
Na primeira versão, enviada ao Blog da Tribuna pelo sempre assíduo Francisco de Assis, trazia a assinatura do grande dramaturgo Augusto Boal, que infelizmente morreu em maio de 2009.
Quando os comentaristas reclamaram, Francisco logo providenciou uma nova lista, que desta vez veio com a assinatura do também dramaturgo Gianfrancesco Guarnieri, que infelizmente morreu antes de Boal, em julho de 2006.
Aguarda-se agora a assinatura de Nelson Rodrigues e do seu personagem Sobrenatural de Almeida. Dizem que Sergio Porto também está a fim de assinar, sob pseudônimo de Stanislaw Ponte Preta ou Bonifácio Patriota.
Be Sociable, Share!

ASSISTAM- É CURTO E BASTANTE DIDÁTICO!



http://www.youtube.com/watch?v=j9ivOdBklFE&feature=youtu.be



Um trecho do debate do site de Veja sobre o julgamento do Mensalão, onde o Jornalista Reinaldo Azevedo resume em sua análise o verdadeiro objetivo do Mensalão, que era um esquema de tomada de poder por parte do PT e o Foro de São Paulo, por meio de compra de votos e cargos no Governo..

.............

FRASE DE UM GRANDE HOMEM



"A esquerda é boa para duas coisas: organizar manifestações de rua e desorganizar a economia."


(Marechal Castello Branco)

LULA TERIA AMEAÇADO "PLANTAR" COCAÍNA EM CARRO DE FILHA DE ARTHUR NETO





Foi o que disse o ex-senador Arthur Neto em entrevista à Rádio CBN. O tucano explicou o por que de ter prometido dar um surra em Lula, e alegou que o mesmo teria prometido armar um falso flagrante com cocaína no carro de sua filha.

Para quem acha que Lula é um herói...


....................

HOMENAGEM..E SE APAGA UMA DIVA!


CLIQUE NA IMAGEM PAAR AMPLIÁ-LA

..........................................................

sábado, 29 de setembro de 2012

Larga de mentir, seu covarde!



Preso político no regime militar, o ex-presidente do PT José Genoino comparou a experiência do mensalão à da ditadura.

Só que, em vez de pau de arara, disse ele , o instrumento de tortura hoje é a caneta. Mas se bem me contaram , a verdade é que na época dos militares Genoíno escapou do pau de arara simplesmente abrindo o bico...

e tenho certeza de que isso não é fábula de internet.

Pois então, que use agora do mesmo estratagema e a caneta que dará paz!

Hum...pensando bem...concordo com ele que agora é pior que na época da ditadura, pois se hoje Genoíno abrir o bico...
terá um encontro marcado com Celso Daniel,
outro que também se tornou um estorvo para o PT.


Mara Montezuma Assaf

TSE RECONHECE FRAGILIDADE DA INVIOLABILIDADE DAS URNAS ELETRÔNICAS





ATÉ QUE UM DIA....





ASSISTAM






http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2012-09-17/sistema-de-registro-de-votos-em-urnas-eletronicas-e-atualizado-depois-de-descoberta-sobre-fragilidade

PilanTras

 
 
PARA O PT. A TRANSMISSÃO DO JULGAMENTO DO MENSALÃO PELA TV JUSTIÇA É UMA AMEAÇA A"DEMOCRACIA" ( O QUE ELES CHAMAM DE DEMOCRACIA É A DITATURA LULUPETISTA) . O POVO NÃO PODE SABER A VERDADE SOBRE A QUADRILHA DE LULA.
JR.
 
 
Um dia depois de a Executiva Nacional do PT ter divulgado uma nota conclamando os recionários a defender o partido, os parlamentares do PT foram à luta. Um dirigente do partido, acreditem, afirmou que a transmissão do julgamento dos mensaleiros pela TV é uma ameaça à democracia. É isto mesmo: os membros do partido que tentou criar um Congresso paralelo agora sustentam que a corte suprema do país ameaça a democracia. Leiam o que informa o Estadão. Na madrugada, escrevo mais a respeito.
Por Eduardo Bresciani e Rosa Costa, no Estadão:
Parlamentares petistas usaram a tribuna do Congresso Nacional para fazer ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo julgamento do processo do mensalão. Eles rebateram a tese defendida pelo relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, de que houve compra de votos. Fizeram ainda protestos contra a revista Veja e o publicitário Marcos Valério pela reportagem em que o operador do esquema implicaria o ex-presidente Lula. Os oposicionistas também aproveitaram para cobrar explicações de Lula e exaltar o posicionamento do STF.

Secretário de Comunicação do PT, o deputado André Vargas (PR) fez um discurso inflamado. Classificou como “risco para a democracia” o julgamento ser transmitido ao vivo pela imprensa. “Acho um risco para a democracia que nós tenhamos, envolvendo quem quer que seja, um julgamento criminal on-line, quase um Big Brother da Justiça, no qual as questões técnicas nem sempre são levadas em conta, no qual há tentativa de linchamento moral de pessoas e partidos”.

O líder do PT na Câmara, Jilmar Tatto (SP), foi outro a protestar da tribuna. “Não vamos aceitar essa ideia de que aqui, neste plenário, deputados do PT compraram ou venderam votos”. Ele reverberou declaração que o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), tinha feito à imprensa. “Me chamou muita atenção o fato de voltar a essa tese com muita força do mensalão. Eu, por exemplo, acho isso uma grande falácia”, disse Maia.

Os ataques petistas se dirigiram também à revista Veja e a Valério. “Todo mundo sabe que o presidente Lula jamais se reuniu com esse senhor, jamais falou com esse senhor, jamais conversou com esse senhor. Mas a revista Veja faz questão de colocar uma matéria que não tem a fonte, não tem a fita, não tem a prova, que não fala, só tem espuma pra acusar o presidente Lula”, protestou Tatto. Sem fazer menção direta, o deputado Zeca Dirceu, filho do ex-ministro José Dirceu, réu do processo, também fez rápido discurso que os adversários fazem uso de “mentira, calúnia e difamação”.

O tema foi debatido por petistas também no Senado. Jorge Viana (AC) desafiou Valério a falar o que sabe sobre o esquema. Já o líder tucano no Senado, Alvaro Dias (PR), afirmou que Lula mantém um “silêncio ensurdecedor” sobre a acusação de Valério e afirmou que o mensalão mineiro também precisa ser julgado, “se é que ocorreu”.

Por Reinaldo Azevedo

PELO MENOS HUM !!! Filho de militar da Marinha é exemplo como Deputado Federal!



FILHO DE MILITAR É EXEMPLO

Essea matéria merece uma atenção especial....



O deputado federal José Antonio Reguffe (PDT-DF), que foi, proporcionalmente, o mais bem votado do país com 266.465 votos, 18,95% dos votos válidos do DF, estreou na Câmara dos Deputados fazendo barulho. De uma tacada só, protocolou vários ofícios na Diretoria-Geral da Casa. Abriu mão dos salários extras que os parlamentares recebem(14° e 15° salários), reduziu sua verba de gabinete e o número de assessores a que teria direito, de 25 para apenas 9. E tudo em caráter irrevogável (nem se ele quiser poderá voltar atrás).

Além disso, reduziu em mais de 80% a cota interna do gabinete, o chamado “cotão”. Os R$ 23.030,00 que teria direito por mês, reduziu para R$ 4.600,00. Segundo os ofícios, abriu mão também de toda verba indenizatória, de toda cota de passagens aéreas e do auxílio-moradia, tudo também em caráter irrevogável.


Sozinho, vai economizar aos cofres públicos mais de R$ 2,3 MILHõES (isso mesmo R$ 2.300.000,000) nos quatro anos de mandato. Se os outros 512 deputados seguissem o seu exemplo, a economia aos cofres públicos seria superior a R$ 1,2 BILHÃO.



“A tese que defendo e que pratico é a de que um mandato parlamentar pode ser de qualidade custando bem menos para o contribuinte do que custa hoje. Esses gastos excessivos são um desrespeito ao contribuinte. Estou fazendo a minha parte e honrando o compromisso que assumi com meus eleitores”, (afirmou Reguffe em discurso no plenário).



Todos deveriam seguir esse exemplo.

ASSISTAM E COMPARTILHEM



O projeto do Foro SP, comandado por Lula e Fidel, é transformar os países da America Latina em ditaduras comunistas, e substituir os exercitos patriotas dos países membros pelos narco-comuno-terroristas guerrilheiros. Assim está acontecendo na Venezeula, Argentina, Brasil e demais países membros do Foro.
http://www.youtube.com/watch?v=CWRxojjeRvM&feature=youtu.be

FRASES VERDADEIRAS E CRUAS



...."Manter o poder pelo poder de ficarem cada vez mais ricos com o dinheiro roubado dos contribuintes"......
" No Brasil os canalhas que estão no poder somente falam de direitos humanos quando alguém de sua corja sofre algum dano ou se situa na eterna perseguição aos militares que lutavam contra a ameaça comunista dos calhordas do submundo do sindicalismo dominado pelo Retirante Pinóquio. Infelizmente os menos favorecidos são como lixo nas portas, nas filas, nos quartos e nos corredores dos hospitais públicos."


G.

Almendra

MANIFESTO DOS ARTISTAS FINANCIADOS PELO PT


CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA
 
 
O jornalista Reinaldo Azevedo afirmou que ele recebeu borrachadas aos 16 anos, lutando contra a ditadura e que o cineasta Barretão usou a ditadura para receber dinheiro para financiar seus filmes vagabundos.

O tal Barretão fez um manifesto preocupado com as decisões do STF ( em referência ao mensalão)

Para o PT cumprir a lei é golpe.
Jorge Roriz.



.....................

SOU UM FANTASMA EM BUSCA DE UMA PÁTRIA. - de JOAQUIM PESSOA


BONITA E TRISTE PROSA POÉTICA




• O sítio onde estou é um quintal cheio de melancolia e de solidão onde cada um foge de si próprio e os que se afirmam felizes são aqueles que ainda não têm consciência disso.

• Não quero uma pátria de peregrinos e de putas "free lance", não quero atravessar a rua sem respostas, sem responsabilidade, ferido pela imundície, por um silêncio estéril, com passos impotentes e contrafeitos, tentando evitar que alguém me explique ou ensine alguma coisa.

• Já quase não tenho ninguém a quem dar um abraço, à beira do caminho só vejo estranhas flores de papel, próximas da morte, que pretendem dar-me conselhos, transmitir-me recados, fazer-me avisos.

• Sinto que me empurram para a morte como se me oferecessem um refúgio onde me querem de costas para a vida, para tudo o que nela sempre procurei desesperadamente transformar como se quisesse mudar o sangue em água pura.

• Procuro amar-me e amar os outros com uma obstinação ágil e silenciosa, procuro uma intimidade com um mundo cuja herança tenho dificuldade em reconhecer e aceitar.

• Não tenho pátria e busco uma.

• Um país onde as estrelas não estejam tão distantes, onde o silêncio faça sentido, onde o sentido das coisas não seja o do fogo que as consome.

• Persigo uma pátria que venha dentro de mim, mas que seja de todos aqueles que os meus lábios possam pronunciar o nome.

• Com uma realidade próxima dos sonhos.

• Os possíveis, os impossíveis, os que não podem ser sonhados.

• Uma pátria enamorada, onde se possa caminhar em direção ao amor, sem atos heroicos e sem lágrimas, com o coração cheio de canções.

• Onde ao princípio de cada madrugada qualquer de nós possa trocar intimamente os seus segredos, com a garantia de que mais ninguém escutará essas palavras.

.....................

O GRAU DE CINISMO DO CHEFÃO É INACREDITÁVEL

 
CHEFE DO MENSALÃO DIZ QUE O POVO DEVE TER ORGULHO DE COMBATER A CORRUPÇÃO QUE ELE MESMO FEZ. ( E NEGOU A EXISTÊNCIA).
SOMENTE COM LULA NA CADEIA, O POVO TERÁ ORGULHO DO COMBATE A CORRUPÇÃO. LULA: PARA O POVO TER ORGULHO. CONFESSE E SE ENTREGUE.Jorge Roriz.



......................

AVANTE, FORÇAS ARMADAS!

 
 
Este BRASILEIRO está sendo perseguido agora pela BANDILLMA DUCHEFF, por estar exercendo o seu dever em proteger e defender o nosso país... Não deixem que mais um de nossos heróis seja alvo desta QUADRILHA DE TRAIDORES DA PÁTRIA ser caçado... O Brasil precisa de pessoas com atitudes, pois de palavras já estamos cansados...Quero mais é que esta BANDILLMA cutuque a cobra com a vara curta, pois eu quero ver a cobra fumar e estes bandidos debandarem novamente do Brasil... AVANTE FORÇAS ARMADAS DO BRASIL...

BOB JEFFERSON

 
 
O delator do esquema do mensalão e deputado federal cassado, Roberto Jefferson (PTB-RJ), usou seu blog na manhã desta sexta para se manifestar pela primeira vez sobre a decisão da maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de condená-lo por corrupção passiva. Ele afirma não ser vítima de ninguém, a não ser de si próprio, e diz que não tem nada a reclamar.
O ex-parlamentar ainda responde por lavagem de dinheiro. Neste caso, cinco ministros já se manifestaram em favor da condenação e apenas o revisor, Ricardo Lewandowski, propôs sua absolvição. Jefferson diz que não concorda com as condenações, mas que recebe com “serenidade a decisão dos ministros”.

O presidente licenciado do PTB volta a afirmar que não vendeu seu partido para o PT e que também não fez uso para fins pessoais dos recursos que os petistas repassaram a ele – o próprio Jefferson confirma em depoimentos ter recebido R$ 4,5 milhões em 2004 para viabilizar candidaturas de seu partido às eleições municipais daquele ano. Por fim, ele nega ser um delator.
“A maioria da Corte Suprema do meu País já me condenou pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Embora não concorde com as imputações, recebo com serenidade a decisão dos ministros. E reafirmo: não vendi o meu partido ao PT nem me apropriei para fins pessoais de nem um centavo sequer do dinheiro que a mim chegou para financiar campanhas eleitorais. Muito menos sou delator, alcunha com que tentam à força me marcar”, escrever o ex-deputado do PTB, que conclui seu pequeno texto com uma citação em latim: “Dura lex, sed lex” (a lei é dura, porém é a lei).

Recluso na pequena cidade de Comendador Levy Gasparian, na divisa entre os estados do Rio e Minas Gerais, Jefferson está se recuperando de uma cirurgia para extração de um tumor no pâncreas. Realizado em julho, o procedimento também afetou outros órgãos.

Ele levou mais de 500 pontos internos na operação. No dia 12, o ex-deputado voltou a ser internado com problemas gastrointestinais e desidratação. Ficou uma semana no hospital e saiu 9 quilos mais magro. Nos próximos dias, o delator do mensalão começa o tratamento com quimioterapia.

A doença o obrigou a se licenciar da presidência nacional do PTB, na versão oficial divulgada pelo partido no dia seguinte à manifestação de Lewandowski em favor de sua condenação por corrupção. Jefferson deixará oficialmente o comando do partido por pelo menos seis meses. Em seu lugar, ficará o vice-presidente da legenda e ex-deputado federal Benito Gama.

Ao longo do dia de hoje, o blog do ex-parlamentar recebeu muitas manifestações sobre o texto publicado. Algumas o criticavam, outras davam apoio. Havia várias manifestações de repúdio ao PT, ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao ex-ministro da Casa Civil e também deputado federal cassado, José Dirceu – este também réu do processo em análise do STF.
(Com Agência Estado)
Por Reinaldo Azevedo

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

DEPUTADOS NO REINO UNIDO…!





Não é de estranhar, mas é interessante saber…como tudo é diferente……….!
Os deputados do Reino Unido, na “Mãe dos Parlamentos”,

1 . não têm lugar certo onde sentar-se, na Câmara dos Comuns;

2 . não têm escritórios, nem secretários, nem automóveis;

3 . não têm residência (pagam pela sua casa em Londres ou nas províncias);
detalhe: e pagam, por todas as suas despesas, normalmente, como todo e qualquer trabalhador;

4 . não têm passagens de avião gratuitas, salvo quando ao serviço do próprio Parlamento.

E o seu salário equipara-se ao de um Chefe de Secção de qualquer repartição pública.

Em suma, são SERVIDORES DO POVO e não PARASITAS do mesmo.
A propósito, sabiam que, em Portugal, os funcionários não deputados que trabalham na Assembleia têm um subsidio equivalente a 80 % do seu vencimento? Isto é, se cá fora ganhasse 1000,00 EUR lá dentro ganharia 1800,00 EU.

Porquê? Profissão de desgaste rápido?

E por que é que os jornais não falam disto?

Porque têm medo?
Ou não podem?


....................

PT e PSDB se articulam para convencer o prefeito Gilberto Kassab (PSD)



Para retirar da pauta projeto de lei que determinaria o dia de orgulho heterossexual

..................

Consta que o Exército destacou os melhores e mais preparados oficiais da inteligência para dar proteção diuturna ao Ministro Joaquim Barbosa, relator do processo do Mensalão do PT”





Mas como aconteceu?




Seguidamente, recebemos mensagens indagando sobre a pretensa (?) subalternidade que grassa nas Instituições Militares.




Algumas indignadas alegam que mais do que o sepulcral silêncio, assombra a subserviência e mesmo a passiva convivência, mesmo diante de atitudes e medidas do desgoverno que ferem profundamente o que seria a dignidade militar.




Outras mais veementes fazem alusões à passividade pelo expurgo de datas significativas para o Estamento Militar que foram sumariamente execradas do seu calendário, como a Intentona Comunista de 1935 e a histórica Contrarrevolução de 31 de Março de 1964.




Cala fundo a falta de amparo aos militares que cumpriam missão à época nos Órgãos de Repressão, seja como simples agentes seja como chefes ou responsáveis pelas medidas contra a subversão. O Cel. Ustra e outros são os exemplos vergonhosos do descaso e do abandono.




Diante de tanta leniência, muitos perguntam, mas como aconteceu?




Especulando, podemos responder que a submissão não foi repentina, ela foi construindo - se imediatamente após o término dos governos militares. E os governos não eram do PT, eram de outros partidos de triste memória.



À época, sob a batuta dos radicais da esquerda, os então Ministros Militares, e logo alguns Comandantes Militares, numa demonstração de extremada benevolência, talvez envergonhados pela vigência dos governos militares, diante das mais estapafúrdias solicitações ou determinações daqueles governichos, acediam sem qualquer muxoxo.



Assim, na medida em que o tempo passava, novas imposições e escabrosas restrições foram sendo acumuladas e assimiladas, de forma a colocar as Instituições Militares como a quinta roda da carroça, como dizia a nossa saudosa avozinha, e o pior, com o traseiro à mostra.




A desmoralização foi num crescendo e atingiu o seu auge sob os auspícios e ferrenho empenho da esquerda petista.



Acompanhamos o “tsunami” do revanchismo. Foram prédios “batizados” em nome da luta subversiva, foram homenageados “heróis” terroristas de nomeada, foram construídos monumentos ao “embuste”, foram patrocinados livros que atacavam os defensores da democracia e enalteciam os ignóbeis subversivos.




E foi “parido” o Ministério da Defesa sob a batuta de alguns abomináveis ministros civis, cidadãos de questionáveis qualidades para o honroso cargo.




Viva Marighela, viva Dirceu e tantos outros e outras bem conhecidas.




Mas não era o suficiente, era preciso que a sociedade brasileira sofresse na carne o seu apoio à contrarrevolução. E no bolso, também.




E ser subversivo, sequestrador, assaltante mostrou - se lucrativo, pois mais de 04 bilhões de reais foram pagos aos patifes. E não apenas em nível federal, pois alguns Estados, como o desgoverno federal, também aquinhoaram os heróicos terroristas com benesses financeiras.



Hoje, quando alguém pergunta, mas como aconteceu? A resposta é uma só, o descalabro foi construído paulatinamente na boa vontade, na esperança de preservar a democracia, no receio de antigos chefes militares que temeram que a sua justa reação pudesse soar como uma tentativa ou esboço de uma nova contrarrevolução.




A sua benevolência ou fraqueza foi a motivação para que o solerte inimigo se agigantasse, e hoje chegássemos ao cúmulo de aguentar uma execrável Comissão da Verdade.




Que os futuros chefes aprendam a lição de que a dignidade, os decantados Valores Militares repousam na excelência de suas Virtudes, e que não “dar as costas” para o inimigo reconhecidamente traiçoeiro, se não é uma Virtude, pelo menos não é uma retumbante idiotice.

Brasília, DF, 25 de setembro de 2012




Gen. Bda Rfm Valmir Fonseca Azevedo Pereira

RESUMINDO: agir corretamente nesses tempos de domínio do crime organizado na política é um ato "heroico" ...





Nessa 'guerra de quadrilha' o honrado deputado Roberto Jefferson tentou se livrar do pior, ou seja, salvar a própria pele e aí livrou o País ...
Observe o ministro Joaquim Barbosa que pelo simples fato de estar agindo como "Juiz" está sendo incensado ...


Rivadavia Rosa

"Lula esconde a sujeira"





O jurista Hélio Bicudo, de 83 anos, tem uma longa militância em favor dos direitos humanos, na qual se destaca o combate à ação do Esquadrão da Morte paulista, no fim dos anos 60. Relutou muito antes de decidir manifestar sua opinião sobre o governo Lula e o PT, ao qual é filiado há 25 anos. Decidiu falar incentivado pela família e por alguns amigos, inclusive da base petista. "Não posso admitir que dentro da história que venho construindo, muitas vezes penosamente, eu possa ser considerado partícipe do que está acontecendo", disse Bicudo à editora de VEJA Lucila Soares, a quem concedeu a seguinte entrevista.


O SENHOR ACREDITA QUE O PRESIDENTE LULA SABIA DOS FATOS QUE ESTÃO VINDO A PÚBLICO?

Lula é um homem centralizador. Sempre foi presidente de fato do partido. É impossível que ele não soubesse como os fundos estavam sendo angariados e gastos e quem era o responsável. Não é porque o sujeito é candidato a presidente que não precisa saber de dinheiro. Pelo contrário. É aí que começa a corrupção.


POR QUE O PRESIDENTE NÃO TOMOU NENHUMA ATITUDE PARA IMPEDIR QUE A SITUAÇÃO CHEGASSE AONDE CHEGOU?

Ele é mestre em esconder a sujeira embaixo do tapete. Sempre agiu dessa forma. Seu pronunciamento de sexta-feira confirma. Lula manteve a postura de que não faz parte disso e não abre espaço para uma discussão pública.


HÁ OUTROS EXEMPLOS DESSA CARACTERÍSTICA?

Há um muito claro. Em 1997, presidi uma comissão de sindicância do PT para apurar denúncias contra o empresário Roberto Teixeira, que estava usando o nome de Lula para obter contratos de prefeituras em São Paulo. A responsabilidade dele ficou claríssima. Foi pedida a instalação de uma comissão de ética, e isso foi deixado de lado por determinação de Lula, porque o Roberto Teixeira é compadre dele. O único punido foi o Paulo de Tarso Venceslau, autor da denúncia. Ainda que não existisse necessariamente um crime, havia um problema sério, ético, político, que tinha de ter sido discutido e não foi. Essas coisas todas vão se acumulando e, no final, acontece o que se vê hoje.


ESSES MESMOS SINAIS ESTÃO PRESENTES NO ASSASSINATO DO PREFEITO DE SANTO ANDRÉ, CELSO DANIEL?

A história de Santo André ainda não está clara. Houve uma intervenção do próprio partido para caracterizar o crime como crime comum, do que eu discordo. Houve a eliminação do Celso, ou porque ele não concordava com a corrupção ou porque ele quis interromper o processo num determinado ponto.


O PRESIDENTE LULA TAMBÉM QUERIA CHEGAR AO PODER A QUALQUER PREÇO?

Sim. Mas ele quer a representatividade, sem o ônus do poder. Ele dividiu o governo como se estivéssemos num sistema parlamentarista. É o chefe do Estado, mas não do governo. Nisso há, aliás, uma clara violação da Constituição, que é presidencialista. A conseqüência foi o aparelhamento do Estado, um governo sem projeto e essa tática de alcançar resultados pela corrupção do Congresso Nacional.


O EX-MINISTRO JOSÉ DIRCEU ERA O PRINCIPAL NOME DESSE GRUPO A QUEM LULA DELEGOU O PODER. QUAL SUA AVALIAÇÃO SOBRE ELE?

Dirceu é um trator. Ele é um homem que luta, sem restrição a meios, pelo poder. Está impregnado desse objetivo. Ele é o melhor representante de um grupo que aspirava ao poder pelo poder, não para fazer as reformas que sempre defendemos. O PT chegou ao governo sem projeto. Se Lula quisesse transformar o sonho petista em realidade, poderia ter se cercado de gente que o ajudaria nisso. Pessoas como Celso Furtado, Maria da Conceição Tavares, Fábio Konder Comparato, Maria Victoria Benevides, Paulo Nogueira Batista Junior trabalharam no programa e foram depois pura e simplesmente deixadas de lado. Foi uma escolha. Que continua. Em vez de buscar as pessoas autênticas, que comungam do ideal que acho que ainda é dele também, Lula se reúne com o Chávez (Hugo Chávez, presidente da Venezuela). Para quê?


COMO O SENHOR VÊ O FUTURO DO PT?

Depende muito de como esse processo vai prosseguir. Se continuarmos com uma direção chapa-branca, não vamos chegar a lugar algum – a não ser no "desfazimento" de um partido que poderia ter chegado ao poder para realizar as reformas necessárias, mas só conseguiu promover um grande isolamento do Lula.

"... 25 reais e um lanche para ir ao comício do PT em Salvador levando uma bandeira vermelha e para bater palmas.É verdade ou foi um montagem como dizem os petistas?"



Pura verdade, mas essa prática, de dar algum em troca de presença e aplausos em comícios, não é exclusividade da petralha. Maioria das vezes, os partidos contratam algum artista de sucesso para fazer show. Só que, no caso dos petistas, precisam tomar sérias precauções, porque, se abrirem o show pra qualquer um, correm o risco de ouvirem vaias em vez de aplausos. Aí, o jeito é convocar gente selecionada do povão, para comparecer ao comício em troca de uma merreca e um lanche. Só que, nesses eventos públicos, Lula não aparece. Ele só sobe em palco com platéia já selecionada. A vaia estrondosa que o bebum tomou na abertura das Olimpíadas — vaia, aliás, "nunca antes acontecida" (conforme eles gostam de apregoar nesse pleonasmo idiota) em país algum do mundo em cerimônia de abertura do evento — lhe serviu de lição.


N7M

Como fazer um povo idiota..Assista!

....................


http://www.youtube.com/watch?v=LIaZ0E5EKk4&feature=colike

.......................

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Veja os partidos do BR que fazem parte do Foro de São Paulo, uma espécie de URSS



Para melhor entendimento, agrego:


Depois da queda dos regimes totalitários que dominaram o século XX – o Nacional-socialismo, conhecido como nazismo(Queda de Hitler - 1945) e o Comunismo (Derrubada do Muro de Berlim -1989, seguida do colapso do totalitarismo soviético e seus satélites em 1991) – a democracia é o único regime político admitido universalmente.
Porém, em nosso rincão latino americano em nome do ‘símbolo democrático’, ‘vontade geral’, ‘soberania popular’, ‘poder popular’ (sempre o respeitável e distinto povo), a democracia e, obviamente as liberdades individuais estão ameaçadas por um surto paranóico, que visa auto justificar a dominação e a barbárie futura do Estado, quando eliminadas as amarras e limitações da lei ‘burguesa’.

Trata-se da ideologia neo-regressiva totalitária, conhecida vulgarmente como comunismo que foi responsável pela maior tragédia do século XX provocada pela ação (des) humana, atualmente ressuscitada pelo famigerado Foro de São Paulo, em cuja gênese constitutiva encontra-se o honrado senhor Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente do Brasil.

Essa nova internacional comunista – constituída por uma rede a (a) narco-guerrilheira-terrorista –é uma “Organização que reúne mais de 180 partidos de esquerda, grupos terroristas e narco-guerrilheiros, como as FARCs colombianas e os chilenos FPMR - Frente Patriótica Manuel Rodriguez, ao qual pertence Mauricio Hernández Norambuena, que organizou o PCC - Primeiro Comando da Capital, de Marcola, preso pelo seqüestro de Washington Olivetto, em 2001, e MIR - Movimiento de Izquierda Revolucionaria”.
http://www.midiasemmascara.org/artigo.php?sid=5251



A ‘organização’ vem (vinha) sendo mantida oculta sob o ‘silêncio obsequioso e criminoso’ da mídia, dos intelectuais ‘orgânicos’ e, obviamente pelos ‘comandantes/comissários’ dissimulados no ‘nada sabe, nada vi, nada ouvi’), mas não escapou da lúcida percepção sociopolítica de inúmeros profissionais e filósofos verdadeiramente preocupados com o destino da civilização ocidental. Dentre eles, é de se destacar, sem minimizar a importância dos demais:

“O Foro nasceu em julho de 90, mas foi concebido em janeiro de 89, em reunião de cúpula do PC de Cuba ePT do Brasil , onde ficou estabelecido que, se Lula não ganhasse as eleições em novembro de 89, deveria ser formada uma organização para coordenar toda a esquerda continental, cabendo a Lula a liderança do processo. O projeto principal era “conquistar, na AL, uma espécie de contrapartida, do que já se antevia, nessa reunião, ou seja, o que a URSS iria perder o leste europeu”. Com a vitória de Collor, foi organizada a primeira reunião da esquerda continental no Hotel Danúbio em SP. Sua criação, entretanto, foi precedida de algumas visitas estratégicas a Itaici, sede dos encontros da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), articuladas por Frei Betto, levando a cúpula do Partido Comunista Cubano, que viera à fundação do Foro, a uma reunião com o Cardeal Evaristo Arns, da qual veio a ser enviada carta de simpatia ao ditador Fidel Castro.



Compareceram representantes de 48 partidos comunistas e grupos terroristas convidados por Marco Aurélio Garcia, a mando de Fidel. Estava fundado o Foro de São Paulo organização que desde então coordena toda a esquerda na região. Os co-Presidentes são Fidel Castro e Lula, e Garcia é o Secretário Executivo e ocupa um dos principais gabinetes vizinhos a Lula no Palácio do Planalto, de onde controla e coordena todos os grupos guerrilheiros e terroristas desde o Rio Grande até a Patagônia.”(in Heitor De Paola - http://www.midiasemmascara.com.br/artigo.php?sid=3900)


“Depois da queda do Muro de Berlim em 1989 e da derrubada do comunismo na ex-União Soviética, Fidel Castro decidiu substituir o apoio que recebia do Bloco Oriental pelo de uma transnacional latino-americana.
Aproveitando o poder parlamentar que tinha o Partido dos Trabalhadores (PT) no Brasil, Fidel Castro convocou em 1990, junto com Luis Inácio “Lula” da Silva, todos os grupos guerrilheiros da América Latina a uma reunião na cidade de São Paulo. Além do próprio PT e do Partido Comunista de Cuba, acudiram ao chamado o Exército de Libertação Nacional (ELN) e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC); a Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN) da Nicarágua; a União Revolucionária Nacional da Guatemala (URNG); a Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional (FMLN) de El Salvador; o Partido da Revolução Democrática (PRD) do México; e várias dezenas mais de grupos guerrilheiros e partidos de esquerda da região que iam se juntando ao longo dos anos, como o Exército Zapatista de Libertação Nacional (EZLN) do México. Alí decidiram formar uma organização que se auto-denominou Foro de São Paulo.

Para dirigi-lo centralizadamente, criaram um Estado Maior civil, dirigido por Fidel Castro, Lula, Tomás Borge e Frei Betto, entre outros, e um Estado Maior militar, comandado também pelo próprio Fidel Castro, o líder sandinista Daniel Ortega, e no qual tem um papel importante o argentino Enrique Gorriarán Merlo. Gorriarán Merlo foi fundador do Exército Revolucionário do Povo (ERP) e posteriormente do Movimento Todos pela Pátria (MTP). Gorriarán Merlo é o autor do ataque terrorista de janeiro de 1989 ao regimento de infantaria La Tablada, em Buenos Aires, no qual morreram 39 pessoas, e foi quem encabeçou a esquadra que assassinou Anastasio Somoza em Assunção, Paraguai, em setembro de 1980. Gorriarán Merlo também organizou a maquinaria militar do Movimento Revolucionário Tupac Amaru (MRTA), o mesmo que há três anos e meio tomou a residência do embaixador japonês em Lima”. (In Alejandro Peña Esclusa 16/10/2002 - © 2002 MidiaSemMascara.org).

“O motivo da criação do Foro de São Paulo (que hoje reúne mais de 100 partidos, organizações e grupos de esquerda da América Latina e Caribe), uma reedição da OLAS - Organização Latino-Americana de Solidariedade (organização similar constituída em 1966, em Havana) e da fracassada JCR - Junta de Coordenação Revolucionária (constituída em 1973, por organizações terroristas do Chile, Uruguai, Argentina e Bolívia, após a deposição do governo marxista de Salvador Allende, no Chile), foi uma das formas encontradas pelo regime cubano para sobreviver à queda do Muro de Berlim e ao desmonte do socialismo real que provocou o desmoronamento, como um castelo de cartas, de todos os partidos comunistas e movimentos aliados da ex-União Soviética. Para Cuba, então, tornou-se fundamental que as forças consideradas aliadas assumissem o controle de, pelo menos, um dos países da América Latina. É evidente que o Brasil, face às condições políticas da época (1990), foi o alvo preferido.

Em 1991, foram elaborados os estatutos do Foro e escolhida uma direção que ficou composta pelo Partido Comunista Cubano, Partido da Revolução Democrática (México), Partido dos Trabalhadores (Brasil), Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional (El Salvador), Movimento Lavalas (Haiti), Movimento Bolívia Livre e os 6 partidos integrantes da Esquerda Unida (Peru) e da Frente Ampla (Uruguai, uma frente constituída por diversos partidos e organizações, dentro da qual o Movimento Tupamaros é hegemônico). Em 1992, a URNG - União Revolucionária Nacional Guatemalteca, que agrupa várias organizações voltadas para a luta armada, foi admitida como membro dessa direção.” (in Carlos I. S. Azambuja - Um pouco de história sobre o Foro de São Paulo, 05/02/1004-
http://www.midiasemmascara.org/artigo.php?sid=1439)

“Importantes líderes Latinoamericanos de izquierda, se reunieron en muchas ocasiones para buscar un mecanismo de encuentro, debate y acción ante la embestida neo liberal y en 1990 se concreta el nacimiento de un importante espacio de debate y reflexión conjunta sobre los retos a enfrentar ante el imperio y sus políticas. A este encuentro se le llamó “Foro de Sao Paulo”, ya que fue en Sao Paulo, Brasil donde este se realizó. El FMLN es uno de los fundadores de dicho espacio junto al Partido de los Trabajadores de Brasil, el Partido Comunista de Cuba, Partido Comunista de Chile, Argentina, entre otros.

En el primer foro fueron invitadas 48 organizaciones, partidos y frentes de izquierda de 13 países de América Latina y El Caribe, el foro era inédito por su amplitud y por la participación de las mas diversas corrientes de izquierda, animadas por ideales socialistas, democráticos, populares y antiimperialistas. (Uma das páginas do próprio Foro -
http://forosaopaulo.fmln.org.sv/historia.htm)



É de se observar que os integrantes dessa nueva/nova internacional comunista, se dizem de esquerda, 'democratas’, defensores dos direitos humanos, da justiça 'social', da liberdade' - exatamente como funciona na ilha cárcere de Cuba, na Coréia do Norte, China e funcionava nas falidas 'repúblicas socialistas' sob o domínio da ex-URSS.

E, assim 'deliberam' quando nos governos, 'acima de qualquer suspeita', inclusive contra a soberania nacional.


RIVADAVIA ROSA


......................

PT golpista – Um dia depois de nota do partido combinada com Lula, dirigente da sigla diz que STF ameaça a democracia


CLIQUEM NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA


Um dia depois de a Executiva Nacional do PT ter divulgado uma nota conclamando os recionários a defender o partido, os parlamentares do PT foram à luta. Um dirigente do partido, acreditem, afirmou que a transmissão do julgamento dos mensaleiros pela TV é uma ameaça à democracia. É isto mesmo: os membros do partido que tentou criar um Congresso paralelo agora sustentam que a corte suprema do país ameaça a democracia. Leiam o que informa o Estadão. Na madrugada, escrevo mais a respeito.

Por Eduardo Bresciani e Rosa Costa, no Estadão:
Parlamentares petistas usaram a tribuna do Congresso Nacional para fazer ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo julgamento do processo do mensalão. Eles rebateram a tese defendida pelo relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, de que houve compra de votos. Fizeram ainda protestos contra a revista Veja e o publicitário Marcos Valério pela reportagem em que o operador do esquema implicaria o ex-presidente Lula. Os oposicionistas também aproveitaram para cobrar explicações de Lula e exaltar o posicionamento do STF.

Secretário de Comunicação do PT, o deputado André Vargas (PR) fez um discurso inflamado. Classificou como “risco para a democracia” o julgamento ser transmitido ao vivo pela imprensa. “Acho um risco para a democracia que nós tenhamos, envolvendo quem quer que seja, um julgamento criminal on-line, quase um Big Brother da Justiça, no qual as questões técnicas nem sempre são levadas em conta, no qual há tentativa de linchamento moral de pessoas e partidos”.

O líder do PT na Câmara, Jilmar Tatto (SP), foi outro a protestar da tribuna. “Não vamos aceitar essa ideia de que aqui, neste plenário, deputados do PT compraram ou venderam votos”. Ele reverberou declaração que o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), tinha feito à imprensa. “Me chamou muita atenção o fato de voltar a essa tese com muita força do mensalão. Eu, por exemplo, acho isso uma grande falácia”, disse Maia.