segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

ATÉ O ANO QUE VÉM....

....................


...............................................

Quem privatizou a PETROBRAS?


CLOQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA
 
 
"Se juntar o mensalão + o caso da amante Rose, não chega a um décimo da bomba que vai explodir. Coitado do nosso pobre País. Mas a gasolina vai aumentar em Janeiro.
 
"Por decreto, a presi-danta vai diminuir a conta de luz, será mesmo? Mas os apagões continuam. Em tempo, as termoelétricas não têm condições de operar por falta de combustível (óleo / gás). No Ceará, meia dúzia de ecologistas são contra a energia eólica. Pode? Lembram do motivo da suspensão da obra do rodoanel em SP: a  "perereca rara em extinção". Claro que não era a da Rose, que o Lula diz que não conhece... Com a palavra a petro.
 
"Por favor não quebre o seu computador pois ele não tem culpa.
"Desde que Sérgio Gabrielli, o buliçoso ex-presidente da Petrobras, deixou a empresa, os esqueletos não param de pular do armário. A presidente Dilma Rousseff o pôs para correr. Ele se alojou na Secretaria de Planejamento da Bahia e é tido como o provável candidato do PT à sucessão de Jaques Wagner. Dilma, é verdade, nunca gostou dele, desde quando era ministra. A questão pessoal importa menos.

"Depois de ler o que segue, é preciso responder outra coisa: o que ela pretende fazer com as lambanças perpetradas na Petrobras na gestão Gabrielli? Uma delas, apenas uma, abriu um rombo na empresa que passa de UM BILHÃO DE DÓLARES.Conto os passos da impressionante reportagem de Malu Gaspar na VEJA desta semana. Prestem atenção!

"1 Em janeiro de 2005, a empresa belga Astra Oil comprou uma refinaria americana chamada Pasadena Refining System Inc. por irrisórios US$ 42,5 milhões. Por que tão barata? Porque era considerada ultrapassada e pequena para os padrões americanos.
"2 ATENÇÃO PARA A MÁGICA  No ano seguinte, com aquele mico na mão, os belgas encontraram pela frente a generosidade brasileira e venderam 50% das ações para a Petrobras.Sabem por quanto? Por US$ 360 milhões! Vocês entenderam direitinho: aquilo que os belgas haviam comprado por US$ 22,5 milhões (a metade da refinaria velha) foi repassado aos brasileiros bonzinhos por US$ 360 milhões. 1500% de valorização em um aninho. A Astra sabia que não é todo dia que se encontram brasileiros tão generosos pela frente e comemorou: Foi um triunfo financeiro acima de qualquer expectativa razoável.
3  Um dado importante: o homem dos belgas que negociou com a Petrobras éAlberto Feilhaber, um brasileiro.Que bom! Mais do que isso: ele havia sido funcionário da Petrobras por 20 anos e se transferiu para o escritório da Astra nos EUA. Quem preparou o papelório para o negócio foi Nestor Cerveró, à frente da área internacional da Petrobras. Veja viu a documentação. Fica evidente o objetivo de privilegiar os belgas em detrimento dos interesses brasileiros. Cerveró é agora diretor financeiro da BR Distribuidora.
Calma! O escândalo mal começou
Se você acha que o que aconteceu até agora já dá cadeia, é porque ainda não sabe do resto.
4 A Pasadena Refining System Inc., cuja metade a Petrobras comprou dos belgas a preço de ouro, vejam vocês!, não tinha capacidade para refinar o petróleo brasileiro, considerado pesado. Para tanto, seria preciso um investimento de mais US$ 1,5 bilhão! Belgas e brasileiros dividiriam a conta, a menos que…
5  … a menos que se desentendessem! Nesse caso, a Petrobras se comprometia a comprar a metade dos belgas  aos quais havia prometido uma remuneração de 6,9% ao ano, mesmo em um cenário de prejuízo!!!

6  E não é que o desentendimento aconteceu??? Sem acordo, os belgas decidiram executar o contrato e pediram pela sua parte, prestem atenção, outros US$ 700 milhões. Ulalá! Isso foi em 2008. Lembrem-se que a estrovenga inteira lhes havia custado apenas US$ 45 milhões! Já haviam passado metade do mico adiante por US$ 360 milhões e pediam mais US$ 700 milhões pela outra. Não é todo dia que aparecem ou otários ou malandros, certo?

7  É aí que entra a então ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff,então presidente do Conselho de Administração da Petrobras. Ela acusou o absurdo da operação e deu uma esculhambada em Gabrielli numa reunião.DEPOIS NUNCA MAIS TOCOU NO ASSUNTO.

8  A Petrobras se negou a pagar, e os belgas foram à Justiça americana, que leva a sério a máxima do pacta sunt servanda. Execute-se o contrato. APetrobras teve de pagar, sim, em junho deste ano, não mais US$ 700 milhões, mas US$ 839 milhões!!!
9  Depois de tomar na cabeça, a Petrobras decidiu se livrar de uma refinaria velha, que, ademais, não serve para processar o petróleo brasileiro. Foi ao mercado. Recebeu uma única proposta, da multinacional americana Valero. O grupo topa pagar pela sucata toda US$ 180 milhões.

10  Isto mesmo: a Petrobras comprou metade da Pasadena em 2006 por US$ 365 milhões; foi obrigada pela Justiça a ficar com a outra metade por US$ 839 milhões e, agora, se quiser se livrar do prejuízo operacional continuado, terá de se contentar com US$ 180 milhões.Trata-se de um dos milagres da gestão Gabrielli: como transformar US$ 1,199 bilhão em US$ 180 milhões; como reduzir um investimento à sua (quase) sétima parte.

11 Graça Foster, a atual presidente, não sabe o que fazer. Se realizar o negócio, e só tem uma proposta, terá de incorporar um espeto de mais de US$ 1 bilhão.

12  Diz o procurador do TCU Marinus Marsico: Tudo indica que a Petrobras fez concessões atípicas à Astra. Isso aconteceu em pleno ano eleitoral.

13  Dilma, reitero, botou Gabrielli pra correr. Mas nunca mais tocou no assunto.

Encerro
Durante a campanha eleitoral de 2010, o então presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, fez propaganda de modo explícito, despudorado. Chegou a afirmar, o que é mentira descarada, que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, durante a sua gestão, tinha planos de privatizar a Petrobras.

Leram o que vai acima? Agora respondam: quem privatizou a Petrobras? E noto, meus caros: empresas privadas não são tratadas desse modo porque seus donos ou acionistas não permitem. A Petrobras, como fica claro, foi privatizada, sim, mas por um partido. Por isso, foi tratada como se fosse terra de ninguém.
 
 
 
Por Reinaldo Azevedo - Veja

E o Cachoeira casou....Isto é o BRASIL!!


Cachoeira explicou ainda por que optou por um grupo restrito de cerca de 35 convidados, a maioria de Anápolis: "Estou me afastando dos políticos."


Num sofá de sua ampla sala de estar, ao lado do piano, ele descreveu um pouco de sua rotina. Disposto a recuperar o peso perdido na cadeia, onde ficou por cerca de nove meses durante este ano, caminha todo dia pela manhã e come enroladinho de queijo com Coca-cola na sequência. Até agora, ganhou 30% da massa perdida. "Aquele spa ali é duro", brinca, copo de uísque na mão.


Andressa diz ter tremido dentro do vestido de renda, modelo curto, da estilista Letícia Bronstein. Questionada sobre a ausência de parlamentares, ela foi na linha do marido: "Nada de político." Aqui




.......................

BRASIL É O PENÚLTIMO COLOCADO EM LISTA DE RANKING MUNDIAL DE EDUCAÇÃO


clique na gravura para ampliá-la


BRASIL É O PENÚLTIMO COLOCADO EM LISTA DE RANKING MUNDIAL DE EDUCAÇÃO,Para melhorar a nossa posição que tal colocar número de assaltos, desvios, acidentes e tantos outros. Com certeza seríamos campeões.http://www.youtube.com/watch?v=MdBO-na0OHE


////////////////////////////////////

domingo, 30 de dezembro de 2012

CARTAZ ANUNCIA A UNIVERSIDADE PETRALHA. LEIAM...NÃO É MONTAGEM




Que mais vocês desejam?


....................

Padre Paulo Ricardo- silencio não irá jaudar a igreja



A sociedade está em crise porque os líderes morais que poderiam dar uma orientação às pessoas estão calados. Alguém tem de pagar o preço de falar. Mesmo sabendo que, ao falar, a pessoa vai sofrer o martírio dos tempos modernos. É o que afirma o padre Paulo Ricardo de Azevedo Júnior em entrevista a Paulo Briguet, do Jornal de Londrina.
Paulo Ricardo de Azevedo Júnior é um padre no sentido pleno da palavra. E não apenas por usar batina. Eis um padre que segue o catecismo, o missal e a doutrina católica. Um padre que defende a Igreja e o papa. Um padre estudioso e com grande domínio da palavra. Um padre que conhece profundamente as questões canônicas. Um padre que fala de vida espiritual. Um padre que não ignora este mundo, mas sem jamais esquecer o outro. Um padre que não se furta a criticar outros sacerdotes, sobretudo o chamado clero progressista, ligado à teologia da libertação. Um padre à maneira antiga  tão antiga quanto os 2 mil anos da Igreja Católica.

Com todas essas qualidades, o padre Paulo Ricardo está fazendo um grande sucesso com seu trabalho de evangelização na internet. Através do site
padrepauloricardo.org, ele diz o que pensa para um público cada vez mais amplo  e constituído em grande parte por jovens.

Durante uma visita do padre Paulo Ricardo por Londrina e região, em setembro, o JL realizou a seguinte entrevista. Entre os assuntos abordados, o papel dos cristãos na sociedade contemporânea e uma relação especial com a cidade de Londrina.


JL: E de que maneira a Igreja Católica pode assumir a sua verdadeira missão?
Padre Paulo Ricardo: A grande dificuldade é que a Igreja, nas últimas décadas, introjetou a acusação dos marxistas  de que a religião é o ópio do povo. Ela se sente culpada de falar do Céu, de salvação eterna, de felicidade futura. E tenta desconversar com uma suposta doutrina social. Você vai para a Igreja e dizem que a finalidade da religião é fazer um mundo melhor. Ora, mas essa não é a finalidade da Igreja! Bento XVI, na encíclica Spe Salvi, que houve uma imanentização da esperança cristã. A esperança cristã era voltada para o Céu, agora a gente espera a coisa aqui na Terra. A gente espera um mundo ideal, um mundo melhor, em desfavor da transcendência.

JL: Há uma guerra cultural em curso no Brasil de hoje, à semelhança do conflito que Peter Kreeft identificou na sociedade norte-americana?
Padre Paulo Ricardo: Existe uma guerra cultural incipiente no país. Ao contrário do que ocorre nos Estados Unidos, a esquerda brasileira conseguiu a hegemonia da mídia. Em todos os âmbitos. Qualquer um que seja oposição só tem um espaço de militância atualmente, que é a internet. Basicamente esse é o espaço que nos concedem  ainda. A esquerda diz que a revolução só pode ser alcançada se houver um período que a precede, chamado de acumulação de forças. Nós estamos no período de acumulação de forças. Ainda não existe guerra de fato. Guerra supõe exército dos dois lados. O que existe é um exército que invadiu e ocupou o país. Nós temos uma ocupação hegemônica da esquerda. Mas a geração está sendo formada. Bento XVI, nesse sentido, foi o homem da Providência para a Igreja e para o Brasil. É preciso recomendar que o cardeal Joseph Ratzinger foi o homem que condenou a Teologia da Libertação. Antes, quando se citava o cardeal Ratzinger, tudo quanto era bispo e padre aqui no Brasil dizia que isso era uma visão radical. Hoje em dia, cita-se Bento XVI e todos têm que ficar calados, porque não podem dizer que o papa é radical. O papa nos deu carta-branca. Está servindo como escudo para que a gente possa agir. Dentro do meu ministério, eu sempre tenho como diretriz lutar as lutas que o papa está lutando. De tal forma que o bom católico veja que eu não estou seguindo uma ideologia; eu estou seguindo a fé da Igreja de 2000 anos. A hegemonia esquerdista no Brasil é tal que a pessoa que pretende ser católica se sente um peixe fora dágua. A oposição ao pensamento do papa é tão grande que a maior parte dos jovens se sentiria fora da Igreja. A esquerda católica nos acusa  a nós que somos fiéis a Bento XVI  de estarmos fora da Igreja. Mas já que o papa está ao nosso lado e nós estamos ao lado do papa, eles não podem mais dizer isso.



......................

AMEAÇAS AO MINISTRO JOAQUIM BARBOSA

 
 
Continuo recebendo informações de fontes seguras, que o nosso atual magistrado e presidente do STF continua recebendo ameaças de morte, mesmo com a proteção do nosso Exército. É muito grave a atual situação, no qual a nossa presidente tenta esconder o inevitável, que é justamente a quadrilha que sempre fez parte da alta cúpula tentando desviar as atenções de seus crimes da sociedade civil que tem acompanhado sistemáticamente através dos nossos noticiários.

Até quando permaneceremos imóveis, pactuando com o alto crime praticado por este partido espúrio, e o pior de tudo, desmoralizando completamente o veredito do STF, aonde um dos réus voltará a assumir sua condição de deputado no Congresso Nacional.

É uma total afronta aos nossos direitos como cidadão brasileiro, é um total desrespeito a Lei Maior do país, é uma vergonha defrontarmos com o alto crime , aonde o parecer da justiça nada vale...

mario marcio



.......................

Em 10 anos, gastos com cartões corporativos chegam a quase meio bilhão




Nos últimos 10 anos, o governo federal gastou quase meio bilhão de reais com compras feitas por meio de cartões corporativos. Foram R$ 462.560.739,31 despendidos de 2002 a 2012. O ápice ocorreu no último ano do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, 2010, quando R$ 80 milhões foram gastos, valor 42,32% maior que o despendido em 2012.

Entre os ministérios e secretarias, o campeão de gastos nestes 10 anos foi a Presidência da República, que acumulou R$ 135,6 milhões em compras. Em segundo lugar aparece o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, que somou R$ 80,4 milhões, seguido pelo Ministério da Justiça, com pouco mais de R$ 60 milhões, Ministério da Educação, com R$ 36,4 milhões e Ministério do Desenvolvimento Agrário, com R$ 27 milhões.

Esse sistema de pagamento, criado ainda no governo tucano de Fernando Henrique Cardoso, ganhou as manchetes na gestão petista, em 2008, quando veio à tona um escândalo de uso de indevido dos cartões. O caso provocou a queda da então ministra da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro.

O cartão deve ser usado para compras de materiais, prestação de serviços, para o pagamento de despesas de hospedagem de ministros e como funciona como cartão de crédito normal, podia ser usado até para saques em dinheiro. Essa forma de pagamento foi utilizada para compras em free shops e para a hospedagem de familiares de ministros durante compromissos oficiais.

No ano em que o escândalo veio à tona foram gastos R$ 55,2 milhões com os cartões, valor menor que os R$ 76,2 milhões dependidos em 2007. No entanto, a repercussão midiática não freou o uso dos cartões. Em 2009 o gasto aumentou 16,81%, e continuou crescendo até o último ano do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, quando os pagamentos chegaram a mais de R$ 80 milhões, o maior desde 2002.

O freio mesmo só veio no governo de Dilma Rousseff. No primeiro ano de sua gestão ocorreu uma redução de 26,6% nos gastos com cartões (de R$ 80 milhões para R$ 58,7 milhões).
Os gastos de 2012, segundo o Portal da Transparência do Governo Federal, somaram R$ 46,1 milhões, redução de 21,37% em relação ao ano anterior, e 42,3% menos que o gasto no último ano da gestão Lula.

Atualmente, segundo o Portal da Transparência, 20,8 mil servidores são portadores dos cartões. Em 2008, o governo publicou um decreto que alterou as regras para o uso de cartões, com o intuito de impedir sua utilização para gastos pessoais, restringindo os saques em dinheiro e o pagamento de passagens aéreas e diárias. Neste mesmo ano, a Controladoria Geral da União lançou um manual orientando os servidores sobre como usar esta forma de pagamento.



...............

FELIZ 2013- AOS AMIGOS DO BLOG

................



...............................................................

Gramsci para principiantes



Vivemos num estado de hemiplegia moral nunca visto antes neste país - a maior de todos os tempos, com a aniquilação dos princípios republicanos fundamentais, como a divisão horizontal dos poderes, com um Parlamento que abdicou de sua faculdade fundamental de representação outorgada pela soberania popular - em favor do Executivo, animado pelo espetáculo da corrupção sistêmica.

O texto anexado é mais amplo, mas diria que a hegemonia  na linha de pensamento de Antonio Gramsci  ideólogo marxista italiano  preconiza que a única maneira de fazer uma revolução nos países capitalistas é pela substituição da hegemonia burguesa (capitalista) por uma nova de base proletária para sustentar a nova ordem socialista e por essa nova classe a passaria a dominar.
A ideologia nesse desiderato insensato tem um papel fundamental na construção da hegemonia, ou seja, na produção de uma (in) consciência que assegure a adesão e o consentimento das grandes massas. E estará tudo dominado quando a hegemonia se efetivar produzindo uma consciência (de classe) que assegure a adesão e o consentimento das grandes massas (inconscientemente).

Porém  o exercício do poder hegemônico  revela suas inevitáveis e perversas contradições que emergem num regime político estruturado sobre a supremacia do Poder Executivo  em que um dos efeitos extremos da lógica hegemônica  é converter  mesmo numa Federação  os Estados-membros em meras sucursais (ainda não do inferno de Dante) das decisões do poder central presidencial  aniquilando o Federalismo.

Afigura-se então a dantesca da desordem institucional  quando não se respeita a independência da Justiça, em que o governo exercita um populismo personalista e hegemônico que não só atenta contra o sistema político, mas também o degrada mediante a cooptação despudorada de parlamentares oposicionistas, que como vestais no bordel da política cedem às sedutoras e irresistíveis manobras fisiológicas mediante a concessão de cargos, favores e prebendas e outros mimos extensivos até para membros honoráveis do Poder Judiciário, num fabuloso festim animado com o dinheiro público.
Numa brevíssima síntese e sem nenhuma intenção subliminar com relação aos ateístas de nosso glorioso tempo diria que Antonio (Gramsci)  inconformado com a influência da Igreja Católica sobre a sociedade de seu tempo (italiana) se dispôs a fazer da utopia marxista algo parecido e, que para ele, deveria inculcar a doutrina marxista na alma dos homens. Assim, o tema da educação se converteu em leitmotiv de sua doutrina que influenciou de maneira decisiva o escritor-educador comunista Paulo Freire (referência da (des) educação pelos militantes); aplicada aos jovens que ainda não desenvolveram o senso crítico, que são facilmente manipuláveis pelos ideólogos, são preparados-formados insidiosamente para o comunismo, e isso, de maneira silenciosa e permanentemente, substituindo na mente dos jovens todos os valores que lhe foram ensinados por seus pais e apreendido na convivência social, desmontando peça por peça, através da mentira, das meias verdades, dos sofismas, da propaganda do partido-classe, transformado em Estado-partido, e até de uma nova história pátria (o País não tem heróis- diz o sr. Da Silva, ex-presidente) com novos eventos em que os heróis são substituídos por figuras que pouco a pouco vão substituindo os santos e verdadeiros mártires cristãos pelos pseudos mártires revolucionários (o sanguinário Ernesto Che Guevara, Marulanda das FARC, Lênin, Stálin, Mao, Fidel Castro e caterva).

Mas, o paradoxo da hegemonia  é que os governos querem ser hegemônicos, porém não podem sê-lo; a instituição de um círculo vicioso de apostas e fracassos, em lugar de acumular experiência institucional, dilapida os valores morais, enveredando para a retórica discursiva ou na interdição do diálogo social ou nas suas (in) consequentes negociações.

Aí ressurge a violência política do século passado, instrumentalizada por ações diretas, bloqueios, promovidos por movimentos autodenominados sociais, de sindicalistas, de políticos com controle de áreas políticas (municípios e Estados) e grupos de ativistas que buscam entrar em choque inspirados numa estratégia habitual e de ocasião tanto circunscrita como eficaz; um mero conflito por questões salariais em consequência da prepotência, falta de diálogo e descompromisso para com os acordos firmados pode levar desde à fúria verbal até ao vazio de autoridade e à anarquia pela leniência/conivência do próprio poder público.

A estes choques de más intenções e (in) consequências inesperadas agrega-se o contexto frágil das instituições do Estado. Com a dissolução das estruturas estatais – submetidas à vontade hegemônica do governante de turno, provoca nos Estados-membros implosões de diversas intensidades. As posições se chocam e as autoridades se desmoronam subitamente, como se essas autoridades não tivessem o dever/poder de conter as pressões externas que afrontam o Estado de Direito, a Constituição e as Leis do País.

Mas aí entra o paradoxo da hegemonia ou implosão da hegemonia com o gérmen de sua própria destruição preconizado pelo próprio profeta da barbárie Karl Marx em que tudo o que é sólido se desmancha no ar; com ou sem alternância, nas implosões do exercício da soberania do povo se projeta sobre dois planos paralelos e que podem se desencontrar  em que num prevalece as eleições e o regime representativo; noutro  as rebeliões sociais e o protesto direto. Estes planos são interdependentes. As implosões decorrentes dos protestos podem ser tão eficazes para derrubar governantes como as eleições para sua saída pacificamente. Mas por outro lado tem se a violência difusa ou explícita manipulada pelo Governo ou a partir de algumas facções da oposição impregnada por maléficas táticas eleitorais.

Por último, os golpes institucionais  como fantasmas se situam justamente nessa encruzilhada; depois da implosão se desenvolve um segundo ato que a história registra muito bem  troca do presidente de plantão, uma vez não contida a desordem e o caos institucional que no caso está sendo produzido paradoxalmente pelo próprio governo, na expectativa de se beneficiar de sua própria torpeza.


RIVADAVIA ROSA

...............

No momento em que eles proclamam que sempre lutaram pela democracia pode se imaginar tudo.



Mas a realidade é que não se vê uma palavra ou o mínimo de arrependimento pelos sequestros, assassinatos, assaltos, roubos e justiçamento que eles cometeram.

Ademais  o que se poderia esperar desta facção esquerdista que apoia incondicionalmente o teniente-coronel-golpista-presidente Chávez Frías, idolatra a familiocracia-democida Castro, cultua os carniceiros Lênin, Josef Stálin, Mao Tse Tung (Zedong), Ernesto Che Guevara, como se santos fossem, senão métodos nazi-nazistas de tergiversação da verdade com uma visão e prática  cínica, mentirosa, terrorista, assassina e corrupta.
É o DNA.



RIVADAVIA ROSA


.............

sábado, 29 de dezembro de 2012

A FLOR QUE COLHEU VITÓRIA

Escrito por Ubiratan Iorio | 25 Dezembro 2012
Artigos - Conservadorismo


Victoria venceu, com sua morte, a cultura da morte. Foi cristã até o fim.
Dizem que o amor é uma flor delicada e da mais rara beleza, mas que nasceu e desabrochou bem na beira de um abismo, para que quem deseje pegá-la e desfrutar de sua formosura, fragrância e tudo o mais ue representa, tenha que demonstrar muita coragem.

O mundo inteiro chocou-se com o episódio ocorrido no colégio Sandy Hook, em Newtown, no estado americano de Connecticut, quando um psicopata, cujo nome não merece sequer ser mencionado, assassinou a tiros vinte crianças entre cinco e dez anos e seis adultos, incluindo a própria mãe. Imediatamente, a mídia mundial destacou o fato, mas, como sempre acontece nesses momentos de comoção, procurou capitalizar seus próprios interesses, sugerindo que, caso a posse de armas fosse proibida, a tragédia teria sido evitada. O presidente Obama, com seu populismo característico, está também tirando proveito do episódio, já se declarando a favor de mudanças radicais nas leis que regem o porte de armas nos Estados Unidos.

Isso não é verdade, pela mesma razão - para usar uma imagem popular  pela qual a culpa por um aluno ter tirado zero em uma prova não pode ser atribuída ao lápis com que fez a mesma... No triste caso de Newtown, a culpa não foi da arma e nem da legislação, ela foi simplesmente do assassino! Mas não pretendo aqui enveredar pela discussão sobre se o porte de armas deve ser ou não permitido, embora me sinta na obrigação moral de afirmar que qualquer cidadão de bem tem o direito de possuir armas para se defender dos que não são de bem. Aliás, parecem preocupantes as razões que estão por trás dessas frequentes tentativas de desarmamento das pessoas corretas, porque naquele plebiscito realizado há alguns anos no Brasil nosso povo manifestou-se maciçamente a favor do porte legal de armas para os cidadãos se defenderem.

Mas, nesta postagem, quero muito, também por dever moral, enaltecer as virtudes heroicas de uma jovem, Victoria Soto, professora de origem porto-riquenha daquele colégio de Connecticut, cristã da denominação protestante Lordship Community Church, que não hesitou em entregar sua vida, na plenitude de seus vinte e sete anos, para salvar suas crianças.

Ela reagiu sem pestanejar assim que ouviu disparos na sala de aula que havia sido invadida pelo criminoso, bem ao lado da sua. Em meio ao terror daqueles momentos que podemos imaginar quão terríveis foram para quem os viveu, encontrou forças para ter o tirocínio de dizer aos dezessete alunos que aqueles barulhos (tiros e, certamente, gritos) faziam parte de uma brincadeira e que se eles desejassem ganhá-la deveriam esconder-se nos armários da sala e permanecer absolutamente quietos, em silêncio absoluto. As crianças obedeceram a essas instruções e quando o monstro invadiu a sala de aula, ao não ver nenhum aluno, perguntou onde estavam. Victoria novamente mostrou acuidade, dizendo-lhe que estavam em uma aula de ginástica, mas, infelizmente, ele não ficou convencido disso e abriu fogo contra um dos armários. Então, para proteger seus queridos alunos, incontinenti e com impressionante destemor e coragem, se colocou entre eles e o assassino, fazendo-se ela própria de escudo. Foi então atingida mortalmente, dando a sua vida pelas daqueles inocentes que a ela estavam confiados naquele momento. Ela foi encontrada amontoada sobre as crianças, as suas crianças, a quem defendeu instintivamente como se fossem seus próprios filhos.

Victoria deu sua vida pelas vidas de crianças inocentes. Vidas que não foi ela que gerou, mas que tratou como se tivessem sido concebidas por ela. Um soco no queixo de quem defende práticas abortivas em nome de um pretenso direito ao corpo da mulher, como se os filhos que carregam no ventre a elas pertencessem, como se não possuíssem vidas próprias. Nesse sentido, podemos dizer que Victoria venceu, com sua morte, a cultura da morte. Foi cristã até o fim.

Quem é cristão sabe que não há prova maior de amor do que dar a vida pelo irmão, como fez o próprio Cristo. Quem é ateu e tem bom coração, certamente, haverá de concordar com isso. Mas quem achar que atos assim não são heroicos, seja cristão ou ateu, pode parar de ler esta pequena elegia, porque, sinceramente, sua ausência não me fará a menor falta... Todas, rigorosamente, todas as pessoas que possuem bons sentimentos  protestantes como Vickie, católicos, judeus, espíritas, ateus  reconhecem seu ato de heroísmo. Victoria não titubeou em morrer para que aqueles pequenos anjos tivessem a chance de permanecer vivos. Colocou a vida deles em primeiro plano. Seu primo Jim Wiltsie, segundo postagens na Internet, afirmou que ela "perdeu a vida fazendo o que amava. Ela amava essas crianças e sua meta na vida era chegar a ser uma professora para moldar estas jovens mentes" [graduada na Eastern Connecticut State University, estava cursando o mestrado em educação para deficientes na Southern Connecticut State University]. Sua amiga Andrea Crowell disse que Vickie "pôs suas crianças em primeiro lugar. Ela sempre falava disso. Ela quis fazer o melhor por eles, ensinar-lhes algo novo cada dia".

Sua igreja, segundo pude constatar na Internet, está organizando uma campanha para angariar fundos para sua família que, ao que parece, vive com dificuldades financeiras. Uma bela iniciativa.

Estamos acostumados a ver imagens dos santos em estátuas e estampas que nós, católicos, veneramos (o que é muito diferente de adorar), como se estivéssemos olhando com carinho para uma estátua ou fotografia de uma pessoa querida.

Pois ao olhar ontem para a fotografia de Victoria na Internet, uma jovem bonita, de olhar que irradiava pureza e alegria e plena de vida, tive a certeza de que sua demonstração heroica de amor fez dela uma santa de nossos dias, mártir dos tempos modernos! Sem estampa, sem estátua, sem pertencer à Igreja que beatifica e canoniza pessoas que demonstraram em vida virtudes heroicas. Pois o que menos importa é a que igreja pertencia, já que o que resulta  e que Deus certamente já levou em conta  é que Victoria, com a dedicação à sua missão de professora, com a qualidade de procurar fazer sempre suas tarefas profissionais da melhor maneira possível dentro de suas limitações humanas, colheu destemidamente a flor do amor.

O abismo não a intimidou! A flor é sua, Professora, você a colheu com muita coragem, desfrute de sua beleza, fragrância e tudo o mais que representa o amor. Amor que você dedicou a seus pequenos inocentes. O Pai certamente há de ter se alegrado com a sua atitude e há de ter concedido a você a maior de todas as alegrias, a que reserva para as pessoas humanas, os únicos seres transcendentais criados, que é a alegria da Sua presença, Vickie!

São estas imagens que a nossa televisão devia passar nas horas de grande audiência... Leia no final.

.....................

...............
..................


DINHEIRO FAZ HOMENS RICOS, O CONHECIMENTO, HOMENS SÁBIOS E A HUMILDADE FAZ GRANDES HOMENS!!!"



Existem pessoas que não tem absolutamente nada, mas porque ocupam um determinado cargo em alguma grande, média ou pequena empresa, acham-se no direito de sentirem-se superiores aos demais, na verdade são pequenos e só conseguem sentir-se grandes, humilhando, pisando, tripudiando o seu semelhante, isso está sendo plantado em muitas empresas e o que colhem são pessoas amargas, doentes e determinadas a vencer a qualquer preço, na verdade se tornam pessoas infelizes e incapazes de realizações simples.
Observem as fotos acima, o homem mais poderoso do mundo aproveitando momentos que muitos repudiariam, zombariam ou simplesmente achariam de péssimo gosto agir dessa forma.
Ele é um ser humano como qualquer outro, tem anseios, necessidades, amor, tristezas, desilusões, aborrecimentos e tudo o que qualquer mortal possa sentir, mas ele sabe usufruir de momentos raros que jamais voltarão.
"Não é riqueza ou o dinheiro que nos trazem felicidade, e sim a interpretação da vida"

VALERÁ A PENA A ARROGÂNCIA DE UNS, EM DETRIMENTO DA TÃO PEQUENA VIDA QUE TEMOS ?!.........


IMPRESSIONANTE:CAMARILHA COMUNISTA CHINESA TEM OS MESMOS PRIVILÉGIOS DAS ARISTROCRACIAS MONÁRQUICAS



Na foto um balneário de luxo onde a camarilha costuma fazes suas "festinhas". Como ocorre sempre: os comunistas constituem um bando de vagabundos, malandrados e mentirosos que vivem à custa de dinheiro público: LEIAM ==>>http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2012/12/camarilha-comunista-chinesa-tem.html

Homens- formiga....





Escrito por Nivaldo Cordeiro



O meio urbano de nossas cidades mostra uma desoladora angustia de espaços. Um instinto de formiga move o povo e como tal carregam coisas. É no metrô que esse instinto de formiga mais se revela: todos com mochilas às costas. E antenas implantadas pelos celulares comunicam. Enormes edifícios para apartamentos minúsculos. Angústia desoladora de espaços. Inferno claustrofóbico. Homens-formiga escalam alto. Ruas de carros não cabem gente; ruas de gente não têm carros. Multidões caminham sem rumo sob o peso do seu destino. Pombal projetado para homens, os edifícios modernos. Horrenda arquitetura do fim dos tempos. Pobreza de espaço e de beleza. Prisão! Arquitetura do fim dos tempos nessa angústia de espaços, devoradora de dignidade, de felicidade, de bem viver. Prisão! Espaço minúsculo para numerosos ocupantes. Vida projetada no nada espacial, exíguo metro quadrado para muitos. Dormir por turnos e comer também. Até cemitérios aéreos na forma de pombal fizeram. Consistência aeroespacial. Corpos que se elevam para espíritos de gravidade prisioneiros. Cadáveres que se elevam para espíritos que não podem subir. Prisioneiros dos pombais. Espírito de gravidade que não sai do pó da terra. Homens-massa. Multidões sem rumos. Zumbis habitantes de pombais. Angústia desoladora de espaços. Anel de ferro dos presos à terra. Prisão! Prisão vitalícia na angústia desoladora de espaço. Do berço ao túmulo. Claustrofobia indolor. Arquitetura de perdição. Almas mortas. Na arquitetura de pombal não cabe a liberdade. Não cabe amor. Talvez sexo. Não cabe família, nem filhos. Homens sós. Formigas atomizadas. Horror!

..........................

Para descontração



.............................

O padrinho mafioso

 
Rosemary chamava LULA de "tio", algo estranho, pq Rose não é tão novinha como ela desejaria. Então, recordo-me do filme GODFATHER que significa padrinho, sobre chefe mafioso que adota correligionários no que seria a grande família do crime. Chama-me ainda atenção o BEIJO dado no LULA por TOFFOLI ao agradecer, de forma entusiasta e despudorada, sua indicação ao STF, SUBSTITUINDO O CLÁSSICO BEIJA MÃO, da bênção ao padrinho na MÁFIA.


......................

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Realmente Apagões são devidos a falha humana - Afinal Dilma é humana



Nem raios nem falta de investimento. Para a presidente Dilma Rousseff os apagões que têm deixado diferentes Estados às escuras por horas são resultado de "falha humana". Ela admite ainda que, apesar dos investimentos em produção e transmissão, houve uma redução nos gastos com manutenção. Fonte: Folha


Realmente, os inúmeros apagões que temos visto no Brasil nos últimos tempos são resultado de falha humana.

Falha de Dilma Rousseff, acreditem se quiser, ela é humana. Faltam investimentos na área de geração e distribuição de energia elétrica, Dilma, como sempre, só sabe jogar a culpa nos outros, aliás comportamento típico dos nazi-petralhas.

Quando a bomba estoura, ou eles não sabiam de nada, ou foram apunhalados pelas costas ou a culpa é de alguma outra pessoa, certamente no lado mais fraco.


Se há acertos no governo, assumem para si os louros dos acertos. Vejam por exemplo o Plano Real que apesar da oposição do PT deu certo e fez com que o desnível social no Brasil fosse reduzido. Quem iniciou o Plano Real foi Itamar Franco e Fernando Henrique, mas Lula assume para si os louros.


Precisamos no Brasil de governantes honestos, éticos que não tenham medo de assumir os erros e reconhecer os acertos mesmo que forem acertos de outros.


Já estamos cansados desta demagogia populista dos nazi-petralhas.

http://brasillivreedemocrata.blogspot.com.br/2012/12/realmente-apagoes-sao-devidos-falha.html

REDE DE COMUNICAÇÃO PETRALHA PARA MANIPULAR A OPINIÃO PÚBLICA



Reportagem publicada pela Folha de S. Paulo nesta quinta-feira (27) revela que sindicatos ligados à Central Única dos Trabalhadores (CUT) e ao PT fortaleceram nos últimos meses uma espécie de rede de comunicação que dispõe de emissoras de TV, rádios, revistas, jornais e sites de notícias. O projeto, planejado desde a década de 1980, é voltado "para quem não está satisfeito com o que encontra na mídia comercial", como dizem seus organizadores no site da Rede Brasil Atual. De acordo com a matéria, a rede busca ir além do tradicional jornalismo sindical, com produção de conteúdo para o público em geral. A operação tem custo estimado de R$ 800 mil mensais e inclui um corpo de 170 jornalistas. Na semana passada, o ex-presidente Lula mencionou a expansão da emissora, em entrevista à TVT (TV do Trabalhador, que integra a rede). "A TVT, se Deus quiser, vai evoluir muito", disse Lula. "Deixa sair a antena da Paulista para comemorarmos." Em 2013, uma antena geradora na Avenida Paulista, principal via paulistana, permitirá ao canal ser sintonizado na Grande São Paulo. A reportagem da Folha apresenta, em infográfico, dados sobre os veículos de comunicação que compõem as redes da CUT. Além de emissora de TV, a central sindical mantém sites, uma rádio e publicações impressas. ( Bahia Notícias)

Diferenças.....

.............................



.....................................................

Riam, se puderem....


clique na imagem para ampliá-la




...............................................

Desabafo do cidadão

 
 
Hoje, Lula não passa de um reles cidadão e a ele me dirijo como sempre fiz nos tempos de presidência. Assim como milhões de brasileiros de bem, considero Lula um vagabundo com todas as letras e rimas, além de acintoso. O que causa mais tristeza é que durante oito anos, por culpa de uma parcela incauta que foi abduzida ...pelas esmolas sociais e pelas pilhas de carnês vencidos, o Brasil esteve nas mãos de um vagabundo, agora sem as aspas porque a declaração é minha e não sou covarde como ele, que destruiu o País, levando-o à encruzilhada da insolubilidade. Coisa de vagabundo.Ucho Haddad.



..................................

No país da Saúde quase perfeita - conforme o LULA cujo modelo deveria ser exportado para os EUA....

 


Sem anestesista, mãe e filha morrem em hospital do PA
A gestante Ana Carolina chegou com dores a Maternidade Modelo de Ananindeua, em Belém, na noite de Natal. Mas não pode realizar a operação cesariana por não haver um anestesista no hospital. Apenas duas horas após o primeiro atendimento, a gestante foi levada à Santa Casa de Belém, onde a criança chegou morta e Ana Carolina não resistiu a hemorragia e também morreu. Reportagem exibida no SBT Brasil.




...........................

Cada um acredita no que quer


clique na imagem para ampliá-la



......................................................

O ministro Fux atirou num rato e acertou numa onça. Ele não sabia o que estava escondido na moita", disse Caiado.



CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA
 
 
Sem querer, o ministro Luiz Fux, do STF, inaugurou na Câmara um movimento que trará de volta ao noticiário em 2013 vários temas polêmicos que Dilma Russeff imaginava sepultados. Ao conceder a liminar que provocou o adiamento da votação do veto à Lei dos Royalties, Fux deu prazo aos deputados para organizar a derrubada de outros vetos da presidente.


Um dos principais líderes da bancada ruralista, o deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO) afirma não ter dúvidas de que cairão os vetos que Dilma apôs ao Código Florestal. Declara que são grandes as chances de ruírem também os vetos impostos ao fator previdenciário e ao trecho da emenda da saúde que obrigava o governo a elevar a parcela de investimentos no setor sempre que o PIB crescesse.


O ministro Fux atirou num rato e acertou numa onça. Ele não sabia o que estava escondido na moita, disse Caiado. Ao impor às votações uma ordem cronológica, o ministro do Supremo obrigou o Congresso a deliberar sobre outros 3.059 vetos presidenciais antes de chegar ao veto referente à repartição dos royalties petrolíferos.

Se tivesse prevalecido o ritmo de toque de caixa, com a votação coletiva de todos os vetos numa única sessão, Dilma receberia do Congresso o que Caiado chama de presente de Natal. Na pressa de obter os dividendos do petróleo, as bancadas de Estados não produtores de óleo manteriam intactos os outros vetos.


Caiado resumiu a cena: Não teríamos tempo para nos articular. Todos os outros vetos seriam mantidos e nós passaríamos por otários. Acabaríamos com todo o passivo de vetos de mais de dez anos. Passaríamos a régua em tudo em função de um acordo que envolvia os royalties.


Agora, a coisa muda de figura, prossegue Caiado. Nós é que ganhamos um presente natalino. A cada veto pautado, vai haver uma mobilização. Vamos dar o troco na Dilma. Esse é que o jogo. Vale para o Código Florestal, para o fator previdenciário, para a Emenda 29 da saúde, para tudo que tem interesse.

Estão jogando a toalha...Mais um petralha abandona o barco - Até tu, MINO CARTA?




A deliberada confusão entre público e privado vem de longe na terra da casa-grande e da senzala e é doloroso verificar que, se o País cresce, o equívoco fatal se acentua. A corrupção cresce com ele. Mais doloroso ainda é que as provas da contaminação até os escalões inferiores da administração governamental confirmem o triste destino do PT. No poder, porta-se como os demais, nos quais a mazela é implacável tradição.

Assisti ao nascimento do Partido dos Trabalhadores ainda à sombra da ditadura. Vinha de uma ideia de Luiz Inácio da Silva, dito Lula, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo até ser alvejado por uma chamada lei de segurança nacional. A segurança da casa-grande, obviamente.

Era o PT uma agremiação de nítida ideo­logia esquerdista. O tempo sugeriu retoques à plataforma inicial e a perspectiva do poder, enfim ao alcance, propôs cautelas e resguardos plausíveis. Mantinha-se, porém, a lisura dos comportamentos, a limpidez das ações. E isso tudo configurava um partido autêntico, ao contrário dos nossos habituais clubes recreativos.

O PT atual perdeu a linha, no sentido mais amplo. Demoliu seu passado honrado. Abandonou-se ao vírus da corrupção, agora a corroê-lo como se dá, desde sempre com absoluta naturalidade, com aqueles que partidos nunca foram. Seu maior líder, ao se tornar simplesmente Lula, fez um bom governo, e com justiça ganhou a condição de presidente mais popular da história do Brasil. Dilma segue-lhe os passos, com personalidade e firmeza. CartaCapital apoia a presidenta, bem como apoiou Lula. Entende, no entanto, que uma intervenção profunda e enérgica se faça necessária PT adentro.
Tempo perdido deitar esperança em relação a alguma mudança positiva em relação ao principal aliado da base governista, o PMDB de Michel Temer e José Sarney. E mesmo ao PDT de Miro Teixeira, o homem da Globo, a qual sempre há de ter um representante no governo, ou nas cercanias. Quanto ao PT, seria preciso recuperar a fé e os ideais perdidos.
Cabe dizer aqui que nunca me filiei ao PT como, de resto, a partido algum. Outro excelente amigo me define como anarcossocialista. De minha parte, considero-me combatente da igualdade, influenciado pelas lições de Antonio Gramsci, donde meu ceticismo na inteligência e meu otimismo na ação. Na minha visão, um partido de esquerda adequado ao presente, nosso e do mundo, seria de infinda serventia para este País, e não ouso afirmar social-democrático para que não pensem tucano.

O PT não é o que prometia ser. Foi envolvido antes por oportunistas audaciosos, depois por incompetentes covardes. Neste exato instante a exibição de velhacaria proporcionada pelo relator da CPI do Cachoeira, o deputado petista Odair Cunha, é algo magistral no seu gênero. Leiam nesta edição como se deu que ele entregasse a alma ao demônio da pusilanimidade. Ou ele não acredita mesmo no que faz, ou deveria fazer?

Há heróis indiscutíveis na trajetória da esquerda brasileira, poucos, a bem da sacrossanta verdade factual. No mais, há inúmeros fanfarrões exibicionistas, arrivistas hipócritas e radical-chiques enfatuados. Nem todos pareceram assim de saída, alguns enganaram crédulos e nem tanto. Na hora azada, mostraram a que vieram. E se prestaram a figurar no deprimente espetáculo que o PT proporciona hoje, igualado aos herdeiros traidores do partido do doutor Ulysses, ou do partido do engenheiro Leonel Brizola, ­obrigados, certamente, a não descansar em paz.
Seria preciso pôr ordem nesta orgia, como recomendaria o Marquês de Sade, sem descurar do fato que algo de sadomasoquista vibra no espetáculo. Não basta mandar para casa este ou aquele funcionário subalterno. Outros hão de ser o rigor, a determinação, a severidade. Para deixar, inclusive, de oferecer de graça munição tão preciosa aos predadores da casa-grande

ALGUÉM QUE PENSA COMO EU


O que faz alguém colocar nomes indígenas no seu "sobrenome" no Facebook? Carência afetiva? Carência cognitiva? Ausência de qualquer senso do ridículo? Falta de ...
sexo? Falta de dinheiro? Tédio com causas mais comuns como ursinhos pandas e baleias da África? Saiu da moda o aquecimento global, esta pseudo-óbvia ciência?

Desejo tudo de bom para nossos compatriotas indígenas. Não acho que devemos nada a eles. A humanidade sempre operou por contágio, contaminação e assimilação entre as culturas. Apenas hoje em dia equivocados de todos os tipos afirmam o contrário como modo de afetação ética.

Desejo que eles arrumem trabalho, paguem impostos como nós e deixem de ser dependentes do Estado. Sou contra parques temáticos culturais (reservas) que incentivam dependência estatal e vícios típicos de quem só tem direitos e nenhum dever. Adultos condenados a infância moral seguramente viram pessoas de mau-caráter com o tempo.

Menina atingida por bala perdida no Hell de Janeiro morre por falta de atendimento médico especializado em um dos maiores hospitais da cidade.


Ela foi baleada em uma favela, pois, comunidade é políticamente correto demais, durante um confronto entre traficantes. Dessa a polícia se safou, uma vez que se o confronto fosse entre a polícia e os traficantes, o mundo e os direitos dus manus já estariam berrando por apuração do caso e culpando a segurança pública. Tudo sempre funciona da mesma maneira.


Um dos maiores hospitais da cidade maravilhosa possui apenas UM neurocirurgião de plantão, ele faltou, ou segundo ele mesmo, se demitiu, a menina foi baleada, e deu no que deu, oito horas após o tiro a menina morre por falta de atendimento.Enquanto isso na praia milhares de Brasucas alienados estavam se acotovelando para ver um show de musica entre Gilberto Gil e Stevie Wonder, e como o show foi de grátis, certamente alguém do poder público enfiou grana nessa festa.
Talvez essa grana desse para manter mais de um cirurgião nos hospitais públicos da cidade.



A saúde pública no Brasil da Copa é precária, em alguns lugares ela está respirando por aparelhos e com morte cerebral, mas enfiar BILHÕES de Reaus em construção de estádio para fazer festa de bola, isso sobra. E o povaréu que morre por falta de atendimento não reclama.
Ainda ontem faltou luz em um dos aeroportos da cidade e no outro pararam os ares condicionados, logo ontem que o calor passou dos 43.



A arrogância do povo Brasuca é tamanha que acreditam que somos os melhores da galáxia na bola, que nossa economia está bonita, que a crise é uma marolinha e que o Brasil é o paraíso na terra. Não enxergam o óbvio, ou não querem enxergar para não ter o trabalho de pensar.
Morreram centenas nas estradas nos dias do feriado de Natal, e ainda continuam morrendo pelas cidades.
Os pobres que bebem e matam no trânsito são presos e execrados públicamente, os ricos saem sob fiança. E a democracia que diz que todos são iguais perante as leis mostra que as elites ainda tem o poder de decidir sobre o restante do rebanho.


BLOG O MASCATE

CENSURA PETRALHA



Em 2012, o Brasil se transformou no quarto país mais perigoso para se trabalhar como jornalista no mundo, de acordo com dados da Campanha Emblema para a Imprensa, divulgados nesta segunda-feira (17/12). Segundo O Estado de S. Paulo, a situação brasileira é pior que a do Afeganistão, Iraque ou Gaza.

Em um ano, onze profissionais da imprensa foram assassinados, um recorde no País. Somando os assassinatos no Afeganistão, Iraque ou Gaza, o número de vítimas chega a oito. Apenas Síria, Somália e Paquistão vivem cenários mais dramáticos para os jornalistas que o Brasil.

A instituição defende maior proteção a jornalistas em locais de risco. Segundo a instituição, com sede em Genebra, 2012 marcou um número recorde de assassinatos de jornalistas pelo mundo.
No total, foram 139 mortes, em 29 países. O número mundial é 30% superior ao de 2011 e representa cerca de duas vítimas a cada semana. 2012 foi o ano mais sangrento para os jornalistas desde a Segunda Guerra Mundial.

Pelo menos 36 jornalistas foram mortos na Síria em 2012, sendo 13 estrangeiros. Na Somália, foram 19. No Paquistão, doze jornalistas perderam suas vidas. O México, em meio a uma guerra contra o narcotráfico, se iguala aos números do Brasil."

Este é o socialismo de Chavez

 
 
 
OBSERVEM A LINDA MATERNIDADE DA VENEZUELA E SEUS MODERNOS BERÇARIOS

ISTO É UM DESRESPEITO A VIDA HUMANA

CRIANÇAS SÃO TRATADAS COMO MERCADORIAS

RECÉM NASCIDOS em caixas de papelão... mas é um povo q se contenta c/ uma TV de plasma chinesa... em um país onde falta luz por dias seguidos... fazer o q, assim? E estamos caminhando a passos largos p/ chegar nesse "estágio de desenvolvimento"... #SOSBrasil!!



.....................

Simbologia nefasta

 
 
Interessante é a simbologia NEFASTA que acompanha os passos deste partideco chamado PT. Iniciaram com O LIXO- licitações falsas no recolhimento do lixo nas prefeituras de SP E SANTO ANDRÉ - e vão terminar com RACIONAMENTO DE LUZ , OU SEJA, ESCURIDÃO


............................

Igualdade comunista




Casa de Fidel en el Laguito es un anexo al viejo country club provincia de Cubanacan



Esta é a igualdade comunista!!



................

Amásia do LULA está deprimidérrima - Que dózinha!




Depressão de Rosemary se agrava e preocupa Lula e os dirigentes do PT

Carlos Newton

Como se sabe, o fim de ano é a época que mais provoca depressão. No caso de Rosemary Novoa Noronha, ex-chefe do Gabinete da Presidência da República em São Paulo, a chegada do período de festas só fez agravar sua situação, o que é bastante compreensível.



De uma hora para outra, Rose perdeu tudo. Era uma mulher bem sucedida e poderosa, que influía na administração federal e nos governos estaduais e municipais geridos pelo PT. De repente, perdeu o emprego e a família despencou, com o ex-marido, o atual e uma filha, todos demitidos preventivamente pela presidente Dilma Rousseff, assim que eclodiu o escândalo da Operação Porto Seguro.Os planos da companheira Rose vieram por água abaixo justamente no final de ano, quando haveria motivos para grandes comemorações, entre eles a criação de uma escola de línguas, com filiais em várias cidades, em sociedade com o cúmplice Paulo Vieira, ex-diretor da Agência Nacional de Águas, também demitido no arrastão da Operação Porto Seguro.
O estabelecimento de ensino seria registrado nos nomes das filhas da ex-assessora da Presidência, Meline e Mirelle, esta última exonerada do governo federal após o escândalo da corrupção nas agências seguradoras. A escola teria um capital inicial de R$ 100 mil reais e seria sediada no escritório do ex-marido de Rosemary, José Cláudio de Noronha, também demitido, nessa tragédia familiar que vem transcorrendo ao estilo de Nelson Rodrigues.

Neste Natal, pela primeira vez nos últimos anos, Lula e Rose não trocaram presentes, não houve amigo oculto, telefonemas, cartões, nada, nada. Ela quer sua vida de volta, mas isso o ex-presidente não poderá mais lhe dar.
###
EM LUGAR INCERTO

Enquanto Lula, acompanhado de dona Marisa Letícia, viajava pela Europa, o comando do PT e a direção do Instituto Lula (leia-se Paulo Okamoto, Clara Ant, José de Filippi Júnior, Luiz Dulci e Paulo Vannuchi), por orientação do ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos, se movimentaram para manter a companheira Rose em lugar incerto e não sabido.

Não se trata de cárcere privado, porque a própria Rose sabe que não pode sair para lugar nenhum, nem mesmo para ir ao cabeleireiro ou ao supermercado. A última vez que foi vista em público estava com o ex-ministro José Dirceu e a namorada dele, passando o fim de semana prolongado do Dia dos Mortos numa praia da Bahia, bons tempos aqueles. De lá para cá, só problemas, e cada vez maiores.

Agora, Rose está proibida de sair de São Paulo e a Polícia Federal acelera a investigação as andanças dela em Portugal, em busca de provas se a então assessora presidencial levou ou não levou dinheiro para o Banco Espírito Santo.

Tudo isso contribui para agravar a depressão de Rose, que sempre foi conhecida por seu temperamento autoritário e explosivo. Por isso, ela é considerada uma bomba-relógio, que nem o PT nem o Instituto Lula sabem como desarmar. É uma novela eletrizante, e estamos apenas nos capítulos iniciais.
Be Sociable, Share!

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Breve retrospecto histórico


CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA AMPLIÁ-LA



Na década de 1960 (do século passado) certo infantilismo utópico, treinado, financiado e subordinado ao eixo Moscou-Havana-Pequim  tentou tomar o poder pela violência. Foi contido pela pronta reação da sociedade.
Nesse quadro de prevalência da violência política, sobretudo no campo socialista-comunista  a luta de morte entre os militantes era determinada por suas vinculações internacionais: os que aderiam a Moscou, denunciavam aos que aderiam a Pequim, Albânia ou La Habana. A subdivisão ideológica provinha dos centros de poder internacional em que era dividido o campo comunista. Resultado trágico: a barbárie dominou em todos os países que adotaram esse regime a partir do centro Moscou para seus satélites.
Neste nosso glorioso século devotos dessa mesma ideologia sociopolítica criminosa que pelas urnas estão no governo, para se manterem definitivamente no poder instituíram uma rede delitiva nunca vista antes no País, mediante sólida parceria com o crime.
Para sanar eventuais dúvidas é de se conferir o modus operandi do experimento no siglo XXI, supostamente para construir uma sociedade comunista pela via da marcha da insensatez:

-episódios de violência  demonstrativos da vigência de situações que vão do grotesco, do degradante até a extrema barbárie, o medo e intimidação diária que parecem não ter limites;

- a democracia transformada em lenocínio eleitoreiro;

- o princípio da (i) (a)moralidade mafiosa  prevalece com a assimilação indiferente dos delitos de corrupção e corrupção eleitoral;

- os novos vândalos pisoteiam cotidianamente a Constituição, as leis e o Estado de Direito  rumo à barbárie e exclusão do País da ordem civilizada;

A força do Estado  detentor do monopólio legítimo da força  como manda a lei  não se aplica. A anarquia impera, o Estado fica à deriva  enquanto a criminalidade  desenvolve a violência impune e cotidiana; comunidade indefesa, com a defesa da ordem pública interditada; o uso das algemas é questionado e logo regulamentado seu uso de modo a impedir sua utilização na prática.

A ausência criminosa do poder do Estado ante a intimidação das invasões de terra, bloqueio de rodovias, invasões de prédios públicos  demonstrada pela indiferença, leniência e até parceria criminosa ante a insegurança e o crime cotidiano está afrontando  o ESTADO DE DIREITO.

A anarquia vai se impondo  carnavalescamente (no pior sentido)  diante da leniência e paralisia da vontade dos governantes  que já não se animam nem a garantir a livre circulação nas vias públicas  numa verdadeira estratégia de corrosão dos valores e das instituições para criar uma anarquia institucional e impor sua nova ordem como sonho utópico delirante.

Há um reclamo de justiça, mas não se respeitam as leis e os juízes; fala-se muito de ética, mas não se a exigem de si mesmos. A polícia sempre é apedrejada, mesmo quando age dentro da lei e no estrito cumprimento do dever legal, que se estende até a magistratura. Vide os ataques impiedosos contra os ministros do Supremo Tribunal Federal que contrariaram a ideologia no julgamento do processo conhecido como Mensalão.
Violência incontida e país resignado, covarde, enquanto os bárbaros dissimulam a realidade  clamando nos Foros por igualdade, justiça, redistribuição de renda, direitos humanos...

É a sedução da barbárie.

Assim, diante dessa cadeia delitiva que se implantou gradativamente no País pela aplicação sistemática do relativimo (i) (a) moral jurídico-social, há que se firmar o que se deve denominar de Consenso Republicano em que prevaleça finalmente a vontade da Nação com uma firme decisão política de reprimir efetivamente a criminalidade em toda sua rede para que se rompa a cadeia delitiva'.



DR RIVADAVIA ROSA


........................

Grampo complica situação de Rose





Um grampo da Polícia Federal captado durante a operação Porto Seguro revela que o empresário Paulo Vieira, apontado como chefe da quadrilha que fazia tráfico de influência em órgãos federais, conversou com um homem identificado pelo nome de César sobre reunião com o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel. A conversa foi no dia 23 de maio, às 11h07. "A agenda do Alípio com o ministro do Desenvolvimento foi marcada pro dia 6 de junho, eu preciso falar com o Alípio urgente pra falar da agenda", disse Vieira.

O diálogo complica ainda mais a situação de Rosemary Nóvoa de Noronha, ex-chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo. Para a PF, anotações na agenda de Rosemary  conhecida como Rose  mostram que ela se empenhou em promover reuniões de integrantes da organização criminosa com autoridades, "valendo-se do cargo de chefe de gabinete regional da Presidência". Com a revelação do esquema, Rose foi exonerada do cargo pela presidente Dilma Rousseff.

No documento, a ex-assessora, que fora indicada para o cargo pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, escreveu um lembrete: "Agendamento de reunião com min. Pimentel no interesse de Alípio Gusmão Bracelpa". Gusmão é conselheiro da Associação Brasileira de Papel e Celulose (Bracelpa).
Em outra interceptação, a PF flagrou conversa entre Vieira e seu irmão, Rubens, também no dia 23 de maio, às 15h32. Eles falam da campanha de Fernando Haddad (PT), eleito prefeito de São Paulo nas eleições de outubro. O diálogo mostra prestígio de Rosemary em questões internas do partido. "É o seguinte, Rubens, o PT deve pedir pra Rose uma pessoa pra fazer parte da Comissão do Programa de Governo na área de controle, transparência, essas coisas", disse Vieira. "Certo", respondeu Rubens.
"O candidato natural seria eu, porque eu vim da CGU (Controladoria-Geral da União), mas é que eles não sabem", prosseguiu Vieira. "Mas eu não vou fazer parte de comissão pro Fernando Haddad nem aqui nem na China. Aí eu falei pra Rose que o nome ideal seria você." "Mas de controle?", indagou Rubens. "Claro! Controle é direito administrativo", incentivou Vieira.

"Eu vou montar um e-mail pra ela explicar lá. Eu vou dizer que você conhece muito porque foi da área de controle por muito tempo como corregedor", completa o chefe do grupo.
http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/grampo-reforca-suspeita-de-trafico-de-influencia-de-rose

--

NOVA IDADE DAS TREVAS - FALTA LUZ MORAL, LUZ INTELECTUAL, LUZ ESPIRITUAL E...AH,SIM...A LUZ MESMO!





Realidade x propaganda: número de lares sem energia elétrica é bem maior do que o divulgado pelo governo federal. Promessa de levar luz para todos os lares feita por Dilma dificilmente será atingida até 2014. Leia reportagem de O Globo: http://migre.me/cxTCZ



................................