sábado, 30 de março de 2013

OPINIÃO





Tão inadequada, injusta e paradoxal é a presença do pastor Feliciano como presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara como a presença de João Paulo Cunha e José Genoíno na Comissão de Constituição e Justiça ! Por que a militância só faz a grita unilateralmente? Feliciano foi escolhido através de métodos democráticos e estão querendo tirá-lo à força, na base do grito...isso é exercício de democracia ou de beneditadura? Os dois condenados petistas estão na moita só olhando o circo pegar fogo em cima do pastor...isso é justo? O pastor não é réu e muito menos um condenado ...já os dois petistas foram condenados pelo nada menos que o Supremo Tribunal Federal. Que se cumpra a pena estipulada contra ambos!


Mara Montezuma Assaf

FELIZ PASCOA


COMUNISTA É UMA DESGRAÇA

COMUNISTA É UMA DESGRAÇA, COMUNISTA NÃO ROUBA EXPROPRIA, COMUNISTA NÃO ASSASSINA FAZ JUSTIÇAMENTO, COMUNISTA NÃO ASSALTA O PODER, FAZ REVOLUÇÃO...




Bruno Toscano Franco




https://www.youtube.com/watch?v=AHTOehiS3-w&list=UUdaWxHjftTYvcLEEiSbNfSw&index=40

O BRASIL rumo ao ABISMO!





O BRASIL rumo ao ABISMO!

(Pelo Médico Humberto de Luna Freire Filho)

Dilma inicia seu terceiro ano de governo dando continuidade aos roubos, à incompetência e aos desmandos vistos nos oito anos do governo anterior, dirigido por um crápula de nome Luiz Inácio Lula da Silva, forjado nos porões de sindicatos e eleito presidente por uma sociedade crente, de boa fé, porém desinformada.

É verdade que a mulher já demitiu uma penca de ministros ladrões, todos deixados de herança pelo Exu de Garanhuns.

Os que continuaram no governo, somados aos novos nomeados podem não ser ladrões, mas são indubitavelmente incompetentes e estão levando o país ao abismo.

Nossa ECONOMIA desce a ladeira nas mãos de um cidadão que está mais perdido do que cego em tiroteio - PIB rastejando feito cobra e inflação em alta.

Esse indivíduo PETISTA que se diz ECONOMISTA, há sete anos dirige a economia deveria solicitar da rede Globo de Televisão vídeos com seus ridículos e irresponsáveis pronunciamentos sobre o nosso crescimento; inteirar-se de sua incompetência; envergonhar-se dela e, em seguida, em nome do bom senso solicitar demissão para o bem do Brasil. A manteiga está derretendo.

A EDUCAÇÃO está entregue ao cientista PETISTA Mercadante, um exímio elaborador de falsos dossiês. Sintomático - é doutor pela UNICAMP - título concedido de maneira suspeita e desmoralizante, dias antes, de o gênio assumir o ministério da Ciência e Tecnologia, principal provedor de verbas para a referida instituição.

Ele escolheu para defesa de tese os feitos econômicos do governo de seu guru, Luiz Inácio Lula da Silva. Gostaria de ler essa obra de arte. Aproveito a oportunidade para encarecidamente solicitar de alguém que a possua, o envio de uma cópia.

Para os que não sabem ainda, vale lembrar que, nessa mesma universidade, a atual presidente Dilma tentou obter ilicitamente dois títulos de pós-graduação (Mestrado e Doutorado) para mostrar na sua campanha presidencial, mas que felizmente foi desmascarada a tempo.

A JUSTIÇA está nas mãos do incompetente José Eduardo Cardoso. Esse ministro recentemente reconheceu publicamente que os presídios brasileiros são medievais como se a responsabilidade por isso não fosse dele e do próprio Ministério da Justiça.

Está à frente da Justiça há dois anos e ainda não aprendeu a administrar a verba à disposição da instituição que dirige. Mas, nem por isso ele deixa de ser um eloquente orador do Foro de São Paulo, ideia parida pela múmia Fidel Castro e adotada pelo ex-presidente brasileiro.

Esse Apedeuta e Ladrão do dinheiro público uma verdadeira excrescência encontrou em terras Tupiniquins dedicadas amas de leite que o fizeram crescer e hoje tonou-se uma ameaça às instituições democráticas do Brasil e de outras repúblicas Sul Americanas.

MINAS E ENERGIA: está entregue a um político decrépito, pau mandado a serviço da capitania hereditária do Maranhão da família dos Sarney. Essa cavalgadura não consegue distinguir uma tomada de corrente do focinho de um porco.

Apesar dos apagões - "interrupções" na novilíngua petista, ele continua com o apoio do Planalto à frente de um dos setores mais importantes para o desenvolvimento do país, o energético. Não tenho intimidade com a peça, mas já li de fontes bem informadas que até a tintura do cabelo ele escolhe errado. Mesmo assim continuaremos com Lobão, o precursor do lampião.

O setor dos TRANSPORTES lembra as construções medievais, seus castelos e igrejas, não pelo estilo, mas pela demora na conclusão.

Temos uma ferrovia, a Norte-Sul, que se encontra em construção há 25 anos. O dinheiro que já foi roubado daria para construir pelo menos mais três; a Leste-Oeste, a Noroeste-Sudeste e a Nordeste-Sudoeste. Uma verdadeira rosa dos ventos ferroviária. Só para lembrar, o setor é dominado por Waldemar da Costa Neto, um bandido condenado como membro atuante da quadrilha do mensalão, em última instância pela suprema corte (STF). Porém no país do faz de conta ele continua deputado e manda no pedaço.

A SAÚDE pública não existe. Desse setor eu falo com conhecimento de causa, afinal sou médico. Já trabalhei no serviço público, onde jamais voltaria a trabalhar. Nunca serei cúmplice de assassinatos. Saibam que estão matando a população pobre como se fossem moscas.

Não culpo a classe médica nem os paramédicos. Ambos os segmentos profissionais são vítimas desse governo corrupto que usa o dinheiro público para engordar conta corrente de bandidos; para manter um Congresso caro, podre e submisso; para financiar compra de votos através de falsos programas de inclusão social ao custo de R$ 21 bilhões em 2012; para aparelhar o Estado com 21.000 nomeações em cargos chaves da administração.

Para concluir, e fechar com chave de ouro a podridão reinante no país, recentemente tomamos conhecimento que o contribuinte brasileiro também financiava as orgias sexuais do ex-presidente com uma prostituta conhecida como “Rose” em viagens ao exterior, desrespeitando inclusive normas internacionais, pois a teúda e manteúda adentrava outros países como clandestina.
Oficialmente ela não fazia parte da comitiva, (embarcava clandestinamente) basta conferir no Diário Oficial da União, até porque sua função de prestadora de "serviços" na suíte presidencial do Aero Lula, onde tinha livre acesso, segundo oficiais da Aeronáutica, não condizia muito com a moralidade de um governo que se diz sério.

Esse, decididamente não é o Brasil que nós queremos e que as pessoas de bem merecem.

Documentos da estatal revelam os bastidores da venda de patrimônio no exterior – como a sociedade secreta na Argentina com um amigo da presidente Cristina Kirchner

Na quarta-feira, dia 27 de março, o executivo Carlos Fabián, do grupo argentino Indalo, esteve no 22o andar da sede da Petrobras, no Rio de Janeiro, para fechar o negócio de sua vida. É lá que funciona a Gerência de Novos Negócios da Petrobras, a unidade que promove o maior feirão da história da estatal – e talvez do país. Sem dinheiro em caixa, a Petrobras resolveu vender grande parte de seu patrimônio no exterior, que inclui de tudo: refinarias, poços de petróleo, equipamentos, participações em empresas, postos de combustível. Com o feirão, chamado no jargão da empresa de “plano de desinvestimentos”, a Petrobras espera arrecadar cerca de US$ 10 bilhões. De tão estratégica, a Gerência de Novos Negócios reporta-se diretamente à presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster. Ela acompanha detidamente cada oferta do feirão. Nenhuma causou tanta polêmica dentro da Petrobras quanto a que o executivo Fabián viria a fechar em sua visita sigilosa ao Rio: a venda de metade do que a estatal tem na Petrobras Argentina, a Pesa. ÉPOCA teve acesso, com exclusividade, ao acordo confidencial fechado entre as duas partes, há um mês. Nele, prevê-se que a Indalo pagará US$ 900 milhões por 50% das ações que a Petrobras detém na Pesa. Apesar do nome, a Petrobras não é a única dona da Pesa: 33% das ações dela são públicas, negociadas nas Bolsas de Buenos Aires e de Nova York. A Indalo se tornará dona de 33% da Pesa, será sócia da Petrobras no negócio e, segundo o acordo, ainda comprará, por US$ 238 milhões, todas as refinarias, distribuidoras e unidades de petroquímica operadas pela estatal brasileira – em resumo, tudo o que a Petrobras tem de mais valioso na Argentina.

O negócio provocou rebuliço dentro da Petrobras por três motivos: o valor e o momento da venda, a identidade do novo sócio e, sobretudo, o tortuoso modo como ele entrou na jogada. Não se trata de uma preocupação irrelevante – a Petrobras investiu muito na Argentina nos últimos dez anos. Metade do petróleo produzido pela Petrobras no exterior vem de lá. Em 2002, a estatal brasileira gastou US$ 1,1 bilhão e assumiu uma dívida estimada em US$ 2 bilhões, para comprar 58% da Perez Companc, então a maior empresa privada de petróleo da Argentina, que já tinha ações negociadas na Bolsa. Após sucessivos investimentos, a Perez Companc passou a se chamar Pesa, e a Petrobras tornou-se dona de 67% da empresa. Nos anos seguintes, a Petrobras continuou investindo maciçamente na Pesa: ao menos US$ 2,1 bilhões até 2009. Valeu a pena. A Pesa atua na exploração, no refino, na distribuição de petróleo e gás e também na área petroquímica. Tem refinarias, gasodutos, centenas de postos de combustível. Em maio de 2011, a Argentina anunciou ter descoberto a terceira maior reserva mundial de xisto – fonte de energia em forma de óleo e gás –, estimada em 23 bilhões de barris, equivalentes à metade do petróleo do pré-sal brasileiro. A Pesa tem 17% das áreas na Argentina onde se identificou esse produto. No ano passado, por fim, a Pesa adquiriu uma petroleira argentina, a Entre Lomos, que proporcionou um aumento em sua produção.

Apesar dos investimentos da Petrobras, quando a economia da Argentina entrou em declínio, há cerca de dois anos, as ações da Pesa desvalorizaram. As desastrosas políticas intervencionistas da presidente Cristina Kirchner contribuíram para a perda de valor da Pesa. De 2011 para cá, as ações da empresa caíram mais de 60%. É por isso que técnicos da Petrobras envolvidos na operação questionam se agora é o melhor momento para fazer negócio – por mais que a Petrobras precise de dinheiro. Seria mais inteligente, dizem os técnicos, esperar que a Pesa recupere valor no mercado. Reservadamente, por medo de sofrer represálias, eles também afirmam que os bens da Petrobras na Argentina – as distribuidoras, refinarias e unidades de petroquímica que constituem a parte física do negócio – valem, ao menos, US$ 400 milhões. Um valor bem maior, portanto, que os US$ 238 milhões acordados com a Indalo. “Se o governo não intervier tanto, a Pesa pode valer muito mais”, diz um dos técnicos. A Petrobras, até dezembro do ano passado, tinha um discurso semelhante. Na última carta aos acionistas, a Pesa diz: “Estamos otimistas em relação ao futuro da Petrobras Argentina. E agora renovamos o compromisso de consolidar uma companhia lucrativa, competitiva e sustentável, comprometida com os interesses do país (Argentina)...”. Em outro trecho da carta, informa-se que os resultados do ano passado foram “encorajadores” e permitiram, como nos cinco anos anteriores, a distribuição de dividendos milionários aos acionistas.

Mesmo que os valores do negócio pudessem ser considerados vantajosos para a Petrobras, nada provocou tanto desconforto dentro da estatal como o sócio escolhido. O executivo Fabián trabalha para o bilionário argentino Cristóbal López, dono do grupo Indalo. Ele é conhecido como “czar do jogo”, em virtude de seu vasto domínio no mundo dos cassinos (na Argentina, o jogo é legal). López é amigo e apoiador da presidente da Argentina, Cristina Kirchner.

Como o “czar do jogo” da Argentina virou sócio da Petrobras? No dia 5 de novembro do ano passado, López enviou uma carta, em espanhol, à presidente da Petrobras, Graça Foster. Na carta, a que ÉPOCA teve acesso, López revela ser um homem bem informado. Não se sabe como, mas ele descobrira que a Petrobras estava negociando a venda da Pesa com três de seus concorrentes. O assunto da carta, embora em economês, deixava claras as intenções do empresário López: “Ref. Pesa Proposta de aquisição e integração de ativos”. López, portanto, queria comprar um pedaço da Pesa. Na carta, ele manifestou a “firme intenção de chegar a um entendimento entre Pesa e Oíl Combustibles S.A.”, a empresa de petróleo de López, para que a operação viesse a ser fechada. No documento, López propôs comprar 25% das ações que a Petrobras detinha na Pesa. Queria também a opção de, se a parceria desse certo, comprar mais 23,52% das ações – uma proposta mais modesta do que o acordo que ele conseguiu depois.

A resposta da Petrobras também veio por escrito, semanas depois. No dia 21 de novembro, Ubiratan Clair, executivo de confiança de Graça Foster, que toca o feirão da Petrobras e negociava a venda da Pesa aos concorrentes do “czar do jogo”, escreveu a López: “Nos sentimos honrados pelo interesse manifestado na compra de 25% (da Pesa). No entanto, devemos indicar que as ações da Pesa não fazem parte de nossa carteira de desinvestimentos, razão pela qual não podemos iniciar qualquer negociação relativa às mesmas”. Diante do que aconteceu em seguida, a carta do assessor de Graça Foster causa espanto. Não só ele escondeu que a Pesa estava, sim, à venda – como, semanas depois, fechou acordo com o próprio López. No dia 18 de dezembro, menos de um mês após a inequívoca negativa, o mesmo assessor de Graça Foster firmou um “convênio de confidencialidade” com López para lhe vender a Pesa.

O que houve nesse espaço de um mês? Por que a Petrobras mudou de ideia e resolveu fechar negócio com López? A estatal não explica. Assessores envolvidos na operação dizem apenas que “veio a ordem” de fechar com o amigo de Cristina Kirchner. Procurada por ÉPOCA em três oportunidades, a assessoria da Petrobras limitou-se a responder que “não vai emitir comentários sobre assuntos relacionados com o seu Programa de Desinvestimento”. Graça Foster e o executivo Ubiratan não responderam às ligações. A assessoria de López confirmou apenas que o grupo Indalo fez uma proposta pela Pesa.

López é o que a imprensa argentina chama de “empresário K”, como são conhecidos os empresários que têm proximidade com o governo Kirchner. Ele tem empresas de transporte, construção civil, petróleo, alimentação, concessionárias e meios de comunicação. É famoso por suas redes de cassino e caça-níquel. É sócio em pelo menos 14 cassinos, incluindo o Hipódromo de Palermo, para o qual ganhou de Néstor Kirchner, nos últimos dias como presidente da Argentina, uma extensão da concessão para os caça-níqueis – o prazo foi estendido de 2017 a 2032.

A relação entre López e Néstor Kirchner, o marido de Cristina, que governou o país antes dela e morreu em 2010, começou em 1998. Néstor, quando governador de Santa Cruz, ajudou uma empresa de López a fechar negócios com petroleiras. Desde então, López nunca escondeu de ninguém: sentia que tinha uma “dívida eterna” com Néstor. Para pagar a “dívida eterna”, convidava Néstor, que sempre gostou de uma mesa de jogo, a se divertir num dos cassinos dele em Comodoro Rivadavia. A amizade era recíproca. Em 2006, López recebeu de Néstor concessão para explorar sete reservas de petróleo em Santa Cruz. Cristina, a sucessora, também o ajudou. Fez-lhe um favorzinho depois que ele gastou US$ 40 milhões na compra da concessão do canal de TV C5N, a fim de torná-lo governista. Para que fechasse o negócio, Cristina abriu exceções na lei de audiovisual, que proíbe negociar concessões.

Depois que a Petrobras fechou o acordo de confidencialidade com López, o negócio andou rápido. Ele apresentou uma proposta em 7 de janeiro, aumentou o valor numa segunda proposta, um mês depois – e fechou a compra das ações por US$ 900 milhões em 22 de fevereiro. Com o acordo, López e a Petrobras discutem agora os detalhes do contrato a ser assinado. Se tudo correr como previsto, resta apenas a aprovação do Conselho de Administração da Petrobras, que se reunirá no final de abril. A Pesa, porém, enfrentará resistências na Argentina se assinar o contrato. O atual governador de Santa Cruz, Daniel Peralta, um desafeto de López, ameaçou tirar dele as concessões das sete reservas de petróleo que López tem na região. Peralta diz que ele não fez os investimentos previstos. Diz, ainda, que a situação em Santa Cruz pode “inviabilizar” o negócio com a Petrobras – mas não diz como.

O maior problema do negócio da Petrobras com o “czar do jogo”, e com todas as operações do feirão, é a falta de transparência. Como demonstra o caso da Argentina, não há critérios claros para a escolha das empresas que farão negócio com a Petrobras. Esse modelo sigiloso e sem controle resultou em calamidades, como a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. Em 2004, a Astra Trading pagou US$ 42 milhões pela refinaria. Meses depois, a Petrobras pagou US$ 360 milhões por metade do negócio. Tempos depois, um desentendimento entre as sócias levou a questão à Justiça. A Petrobras perdeu e foi condenada a comprar não só a parte da sócia, como a pagar multa, juros e indenização. Em junho, a Petrobras anunciou que pagaria mais US$ 820 milhões.
ÉPOCA teve acesso a um documento interno da Petrobras, elaborado em 2009. Um trecho afirma que a então diretoria, comandada pelo petista José Sergio Gabrielli, decidiu manter o processo devido à “prepotência” com que a Astra se colocava no caso. Logo depois, o documento lista razões para fazer um acordo. Uma delas é que um representante da Astra procurara a Petrobras em busca de entendimento. A razão mais forte era clara: “Caso no litígio a Petrobras perca, o custo total irá para cima de US$ 1 bilhão (...). Vale lembrar que a Petrobras já perdeu na arbitragem, e a possibilidade de perder na corte é preocupante”. A opção do acordo era a menos pior. A Petrobras gastaria, no máximo, US$ 639 milhões. O documento afirma que a (então) “ministra (de Minas e Energia) Dilma Rousseff deverá ser procurada para ser informada de que a Astra está procurando entendimentos, inicialmente por canais informais”. O texto diz que Dilma Rousseff deveria comunicar isso na reunião do Conselho da Petrobras, marcada para 17 de julho de 2009. O Conselho daria então um prazo para um acordo com a Astra. O pior cenário sobreveio. A Petrobras não fez nenhum acordo com a Astra, perdeu na Justiça e gastou mais de US$ 1 bilhão (boa parte dele dinheiro público) – 24 vezes o que a Astra pagou pela refinaria. O Tribunal de Contas da União investiga como a Petrobras pôde fazer um negócio tão ruim – pelo menos para seu caixa e para os cofres públicos.

O MASSACRE DA AMERICA LATINA

 
 
Por Antônio Ribas Paiva

A América Latina foi massacrada, por décadas, pela TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO, rito pagão, que sob a falsa promessa do Paraíso na Terra, pratica a tirania, o terrorismo, a guerrilha, a discriminação social, a violência e o crime, sufocando a fé.
Com a queda do Muro de Berlim em 1989 e, subsequente, esboroamento do Comunismo na Europa Oriental, dezenas de grupos terroristas e partidos comunistas latino-americanos (FARC, SENDERO, TUPAC, MST, PT, PCB, PCdoB e etc) com o apoio de Cuba, reuniram-se, em São Paulo em 1990, no antigo Hotel Danúbio, e fundaram o FORO DE SÃO PAULO, sob a presidência de Fidel Castro. Rapidamente, o Foro se imbricou com os militantes da Teologia da Libertação, para tentar criar a URSAL (União das Repúblicas Socialistas da América Latina).

MANIFESTO DOS CLUBES MILITARES



A História do Brasil registra a participação decisiva das Forças Armadas Nacionais em todas as ocasiões em que, por clamor popular ou respeito à legislação vigente, se fizeram necessárias as suas intervenções, para assegurar a integridade da Nação ou restabelecer a ordem, colocada em risco por propostas contrárias à índole ou ao modo de vida do Brasileiro.

As Forças Armadas não chegaram agora ao cenário nacional. Estiveram presentes desde o alvorecer da Pátria! Lutaram nas guerras para a consolidação da Independência e garantiram a integridade territorial por ocasião das tentativas separatistas nos primórdios da emancipação! Quando o mundo livre se viu ameaçado pelo totalitarismo nazi-fascista, seus marinheiros, soldados e aviadores souberam combater com dignidade, até o sacrifício, quer na campanha naval do Atlântico Sul, quer nos campos da Itália ou nos céus do Vale do Pó!
Certamente esta é uma das principais razões pela qual a população brasileira atribui às Forças o maior índice de credibilidade, entre todos os segmentos nacionais que lhe são apresentados.

Não foi com outro entendimento que o povo brasileiro, no início da década de 1960, em movimento crescente, apelou e levou as Forças Armadas Brasileiras à intervenção, em Março de 1964, num governo que, minado por teorias marxistas-leninistas, instalava e incentivava a desordem administrativa, a quebra da hierarquia e disciplina no meio militar e a cizânia entre os Poderes da República.

Das consequências dessa intervenção, em benefício da Nação Brasileira, que é eterna, há evidências em todos os setores: econômico, comunicações, transportes, social, político, além de outros que a História registra e que somente o passar do tempo poderá refinar ou ampliar, como sempre acontece.

Não obstante, em desespero de causa, as minorias envolvidas na liderança da baderna que pretendiam instalar no Brasil, tentaram se reorganizar e, com capital estrangeiro, treinamento no exterior e apoio de grupos nacionais que almejavam empalmar o poder para fins escusos, iniciaram ações de terrorismo, com atentados à vida de inocentes que, por acaso ou por simples dever de ofício, estivessem no caminho dos atos delituosos que levaram a cabo.

E que não venham, agora, os democratas arrivistas, arautos da mentira, pretender dar lições de democracia. Disfarçados de democratas, continuam a ser os totalitários de sempre. Ao arrepio do que consta da Lei que criou a chamada “Comissão da Verdade”, os titulares designados para compô-la, por meio de uma resolução administrativa interna, alteraram a Lei em questão limitando sua atividade à investigação apenas de atos praticados pelos Agentes do Estado, varrendo “para debaixo do tapete” os crimes hediondos praticados pelos militantes da sua própria ideologia.

É PARA AQUELES CUJA MEMÓRIA ORA SE TENTA APAGAR DA NOSSA HISTÓRIA E QUE, NO CUMPRIMENTO DO DEVER OU EM SITUAÇÃO DE TOTAL INOCÊNCIA, MILITARES OU CIVIS, FORAM, CRIMINOSAMENTE ATINGIDOS PELOS INIMIGOS DA NAÇÃO, QUE OS CLUBES NAVAL, MILITAR E DE AERONÁUTICA, REPRESENTANDO SEUS MILHARES DE SÓCIOS, OFICIAIS DA ATIVA E DA RESERVA E SEUS FAMILIARES, RENDEM, NESTA DATA, SUA HOMENAGEM E RESPEITO!

Rio de Janeiro, 31 de Março de 2013

VALTE RICARDO ANTONIO DA VEIGA CABRAL

Presidente do Clube Naval

ESTES SÃO OS COMUNISTAS..ÍDOLOS DA CANALHA PETISTA




Coreia do Norte ameaça: estamos com foguetes prontos 'para acertar as contas com os EUA', advertiu o líder Kim Jong Un. Milhares de norte-coreanos foram às ruas com vestes militares e gritavam 'morte aos imperialistas dos EUA'.

FORÇA, CASAGRANDE....

 

Em sua biografia, o ex-jogador de futebol e comentarista Casagrande conta como sobreviveu a quatro overdoses e fala sobre o duro processo de recuperação das drogas. Leia amanhã, em Veja São Paulo, nas bancas com VEJA.

O Bofe da Igreja



Extraímos da Agencia Boa Imprensa o comentário de Paulo Roberto Campos a respeito da concepção pouco ortodoxa do ex-teólogo católico Leonardo Boff cujos conceitos causam perplexidade.

No último post tratamos de quanto é contrária à da Igreja Católica a visão de Frei Beto (A concepção de Frei Beto sobre a Igreja é diametralmente oposta à Santa Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo). No mesmo sentido, recebi ontem um artigo de outro “teólogo” da libertação. Trata-se de Leonardo Bof, cujo sobrenome — como fiz em relação ao pseudônimo de Frei Beto — grafo com um só “f”, pois ambos são miserabilistas e contrários ao supérfluo, devendo, portanto, ser “simples” em tudo…

Aliás, Bof também deveria, em razão da“pobreza” e da “simplicidade” que defende, desapegar-se do prenome “Leonardo”, pois este é seu nome religioso, ao qual só tinha direito enquanto foi franciscano. Desde que abandonou sua Ordem religiosa, em 1992, e juntou-se à madame aí do lado, voltou de fato a ser o Genézio Boff constante de seu registro civil.

Mas, voltando ao mencionado artigo, trata-se de uma matéria do Sr. Genézio Bof para o “Jornal do Brasil (on-line), do dia 17 último, intitulada “O papa Francisco chamado a restaurar a Igreja”. Nela não transparece a humildade franciscana — a cujo chamado ele voltou as costas —, mas sim a pretensão de querer dar lições de “Teologia da Libertação” ao próprio Papa. Imaginem só! Vejamos um trecho do artigo:

“Francisco não é um nome. É um projeto de Igreja,pobre, simples, evangélica edestituída de todo o poder. É uma Igreja que anda pelos caminhos, junto com os últimos; que cria as primeiras comunidades de irmãos que rezam o breviário debaixo de árvores junto com os passarinhos. É uma Igreja ecológica (sic) que chama a todos os seres com a doce palavra de ‘irmãos e irmãs’. Francisco se mostrou obediente à Igreja dos papas e, ao mesmo tempo, seguiu seu próprio caminho com o evangelho da pobreza na mão. Escreveu o então teólogo Joseph Ratzinger: ‘O não de São Francisco àquele tipo imperial de Igreja não poderia ser mais radical, é o que chamaríamos de protesto profético’ (em “Zeit Jesu”, Herder 1970, 269). Ele não fala, simplesmente inaugura o novo. Creio que o papa Francisco tem em mente uma Igreja assim, fora dos palácios e dos símbolos do poder”.

Por isso também é que se costuma dizer que“a Igreja é o palácio dos pobres”. O povo gosta de pompa e circunstância, de esplendor, de coisas maravilhosas que lembrem o Céu, de belas e ricas cerimônias religiosas como as de antigamente, que faziam superlotar praças e igrejas — hoje esvaziadas por causa das pregações da doutrina miserabilistada “Teologia da Libertação”.

E por que o povo gosta de tudo isso? Simplesmente porque, conforme disse Tertuliano, “a alma humana é naturalmente cristã”, feita à imagem e semelhança de Deus, que é Soberano Todo-Poderoso, Senhor do Céu e da Terra, dos Anjos e dos Homens.

A fim de nos mostrar a verdadeira doutrina católica, segundo a qual não existe contradição entre as grandezas esplendorosas da Igreja e o autêntico espírito de pobreza — refutando assim o sofisma do Sr. Genézio Bof —, recorro novamente ao líder católico brasileiro Plinio Corrêa de Oliveira, de quem reproduzo uma matéria publicada na revista Catolicismo em dezembro/1958. Mais de meio século depois, a mesma se mostra hoje mais atual do que nunca.

Militares criticam Comissão da Verdade e homenageiam golpe de 64



Associações formadas por integrantes das Forças Armadas divulgaram um manifesto que presta "homenagem" ao aniversário de 49 anos do golpe militar de 31 de março de 1964, quando o presidente João Goulart foi deposto. Uma carta assinada pelos presidentes do Clube Militar, do Clube Naval e do Clube da Aeronáutica critica os trabalhos da Comissão da Verdade, e chama seus integrantes de "totalitários" e de "democratas arrivistas".

O manifesto afirma falar em nome de militares da ativa e da reserva. O pessoal da ativa é proibido de fazer manifestações sobre questões políticas. "Não venham, agora, os democratas arrivistas, arautos da mentira, pretender dar lições de democracia. Disfarçados de democratas, continuam a ser os totalitários de sempre. Ao arrepio do que consta da Lei que criou a chamada "Comissão da Verdade", os titulares designados para compô-la, por meio de uma resolução administrativa interna, alteraram a Lei em questão limitando sua atividade à investigação apenas de atos praticados pelos Agentes do Estado, varrendo "para debaixo do tapete" os Crimes hediondos praticados pelos militantes da sua própria ideologia", escreveram o general Renato César Tibau da Costa, o vice-almirante Ricardo Antônio da Veiga Cabral e o tenente brigadeiro-do-ar Ivan Moacyr da Frota, todos da reserva.

"Das conseqüências dessa intervenção, em benefício da Nação Brasileira, que é eterna, há evidências em todos os setores: econômico, comunicações, transportes, social, político, além de outros que a História registra e que somente o passar do tempo poderá refinar ou ampliar, como sempre acontece", afirma o texto dos militares, referindo-se ao golpe de 1964.



COMENTÁRIO


MEDO DA VERDADE

A data de 31 de março de 1964 faz parte da história, é passado. Quem proíbe a comemoração desse evento nos quartéis, nas escolas e em outros logradouros vive a morrer de medo da própria consciência. Se essa condição de se esconder fatos históricos valesse de verdade todas as outras datas históricas estariam prejudicadas, tipo Independência do Brasil, Guerra do Paraguai, Proclamação da República (uma autêntica farsa), 2ª Guerra Mundial e outros grandes eventos. A conclusão a que se chega indica uma grande "culpa no Cartório" daqueles que pecaram e estão pecando tremendo de medo feito ratos molhados após o temporal, com receio de remir os seus próprios pecadilhos perante o seu povo. Bastaria um estalar de dedos para as ratazanas fugirem apavoradas em todas as direções. Essas proibições não enganam ninguém, são sintomas do medo da verdade. Quem não deve não teme!

José Batista Pinheiro - Cel

Obama, a Fraude

("Obama, a Fraude") é um filme que destrói completamente o mito de que Barack Obama está a trabalhando para os interesses do povo americano. O fenômeno Obama é uma farsa cuidadosamente concebida pelos comandantes da Nova Ordem Mundial. Ele está sendo empurrado como salvador numa tentativa de convencer o povo americano a aceitar a escravidão global. Chegamos num momento crítico dos planos da Nova Ordem Mundial. Não se trata de esquerda ou direita: trata-se de Um Governo Mundial. Os bancos internacionais planejam saquear o povo dos Estados Unidos da América [e do mundo] e transformá-los em escravos num feudo Global.--------------------------http://www.youtube.com/watch?v=FD7gr8LSn9c oziel ferraz

SUMIDA HÁ 150 DIAS -Amante de lula está sumida


A ÚLTIMA VEZ QUE SE VIU ROSEMARY FOI NA PRAIA COM ZÉ DIRCEU. FORAM DE JATINHO DO GILBERTO MIRANDA.


.....................

Sangria nas Forças Armadas



Em 2012, 249 oficiais se desligaram das Forças Armadas — o maior contingente de baixas desde 2006. No primeiro trimestre, a sangria continuou. A ampla maioria dos demissionários sai em busca de melhores salários na iniciativa privada.

PRA NUNCA ESQUECERMOS - Vítimas de Grupos Guerrilheiros no Brasil



COMISSÃO DA VERDADE APURE QUEM FORAM OS TERRORISTAS QUE ASSASSINARAM ESTES BRASILEIROS...

Aí abaixo são alguns que tombaram nas mãos dos que não estão sendo investigados

— 28 Mar 65 — (PR) — CARLOS ARGEMIRO CAMARGO, Sargento do Exército. Morto em combate contra um grupo de guerrilheiros comandados por JEFERSON CARDIN DE ALENCAR OSÓRIO;
— 25 Jun 66 — (PE) — EDSON REGIS DE CARVALHO, Jornalista. Morto em decorrência de atentado à bomba, no Aeroporto de Recife, contra o Gen Costa e Silva;
— 25 Jun 66 — (PE) — NELSON GOMES FERNANDES, Almirante. Morto nesse mesmo atentado;
— 15 Dez 67 — (SP) — OSIRIS MOTTA MARCONDES, bancário. Morto quando tentava impedir assalto de terroristas ao Sanco Mercantil, do qual era gerente;
— 10 Jan 68 — (AM) — AGOSTINHO FERREIRA LIMA, tripulante da Marinha Mercante. Morto ao tentar reagir ao subjugamento da lancha “Antônio Alberto”, no Rio Negro;
— 21 Jun 68 — (RJ) — NELSON DE BARROS, Sargento da PM. Morto após ser atingido por pedaços de madeira, atirados do alto de um edifício, quando da realização de uma passeata;
— 26 Jun 68 — (SP) — MARIO KOZEL FILHO, Soldado do Exército. Morto quando de sentinela ao QG do II Exército, por terroristas da ala MARIGHELLA, quando da explosão de um carro carregado de dinamite, atirado contra aquele quartel;
— 20 Ago 68 — (SP) — ANTÔNIO CARLOS JERRERY, Soldado PM. Abatido a tiros, quando de sentinela;
— 07 Set 68 — (SP) — EDUARDO CUSTODIO DE SOUZA, Soldado PM. Morto por terroristas, quando de sentinela no DEOPS/SP;
— 20 Jan 69 — (MG) — CECILDES MOREIRA DE FARIA, Subinspetor de Polícia. Morto em tiroteio com terroristas durante a invasão de um “aparelho” subversivo;
— 29 Jan 69 — (MG) — JOSÉ ANTUNES FERREIRA, Guarda Civil. Morto numa diligência de captura de terroristas;
— 07 Mai 69 — (SP) — JOSÉ DE CARVALHO, Investigador de Polícia. Morto por terroristas, durante assalto ao União de Bancos Brasileiros;
— 09 Mai 69 — (SP) — ORLANDO PINTO SARAIVA, Guarda Civil. Morto por terroristas, durante um assalto ao Banco Itaú;
— 27 Mai 69 — (SP) — NAUL JOSÉ MANTOVANI, Soldado PM. Morto por terroristas quando de sentinela. Motivo: roubar sua arma;
— 04 Jun 69 — (SP) — BOAVENTURA RODRIGUES DA SILVA, Soldado PM. Morto por terroristas, durante assalto ao Banco Tozan;
— 22 Jun 69 — (SP) — GUIDO BONE, Soldado PM. Morto por terroristas, após incendiarem uma Viatura da PMESP;
— 22 Jun 69 — (SP) — NATALINO AMARO TEIXEIRA, Soldado PM. Morto por terroristas, após incendiarem uma viatura da PM;
— 11 Jul 69 — (RJ) — CIDELINO PALMEIRAS DO NASCIMENTO, motorista de táxi. Morto a tiros quando conduzia policiais em seu carro, em perseguição a terroristas que haviam assaltado o Banco Aliança;
— 24 Jul69 — (SP) — APARECIDO DOS SANTOS OLIVEIRA, Soldado PM. Morto por terroristas, por ocasião de assalto ao Banco Bradesco;
— 31 Ago 69 — (MA) (Santa Luzia) — MAURO CELSO RODRIGUES, Soldado PM. Morto quando da luta armada entre lavradores e proprietários de terras incitados por movimentos subversivos;
— 03 Set 69 — (SP) — JOSÉ GETÜLIO BORBA, comerciário. Morto por terroristas. Tentava auxiliar na prisão de um terrorista que passava cheque sem fundos na Lutz Ferrando;
— 03 Set 69 — (SP) — JOÃO GUILHERME DE BRITO, Guarda Civil. Assassinado quando, em serviço, enfrentou terroristas que assaltavam uma loja;
— 30 Set 69 — (SP) — CLÁUDIO ERNESTO CANTON, Agente da Polícia Federal. Após ter efetuado a prisão de um terrorista, foi atingido na coluna vertebral, vindo a falecer em conseqüência deste ferimento;
— 04 Out 69 — (RJ) — EUCLIDES DE PAIVA CERQUEIRA, guarda particular. Morto por terroristas durante assalto ao carro transportador de valores do Banco Irmãos Guimarães;
— 06 Out 69 — (SP) — ABELARDO ROSA DE LIMA, Soldado PM. Morto em tiroteio com um grupo de terroristas;
— 07 Out 69 — (SP) — ROMILDO OTTENIO, Soldado PM. Morto em tiroteio com terroristas;
— 07 Nov 69 — (MA) — MAURO CELSO RODRIGUES, Soldado PM. Morto em uma emboscada durante luta entre lavradores e proprietários de terras, incitada por militantes da Ação Popular;
— 04 Nov 69 — (SP) — ESTELA BORGES MORATO, Investigadora de Polícia do DOPS/SP. Morta a tiros quando participava da operação em que morreu o terrorista Carlos Marighella;
— 17 Nov 69 — (RJ) — JOEL NUNES, SubTen PM. Morto a tiros por terroristas do PCBR que haviam assaltado o Banco Sotto Mayor;
— 18 Dez 69 — (RJ) — ELIAS DOS SANTOS, Soldado do Exército. Morto a tiros durante a invasão de um “aparelho” subversivo;
— 17 Jan 70 — (SP) — JOSÉ GERALDO ALVES CURSINO, Sargento PM. Morto a tiros por terroristas;
— 21 Fev 70 — (SP) — ANTÔNIO APARECIDO PONCE NOGUEIRA, Sargento PM. Morto numa ação contra terroristas;
— 11 Mar 70 — (RJ) — NEWTON DE OLIVEIRA NASCIMENTO, Soldado PM. Morto quando transportava militantes da ALN, presos;
— 31 Mar 70 — (PE) — JOAQUIM MELO, Investigador de Polícia. Morto por terroristas, durante ação contra um “aparelho” terrorista;
— 02 Mai 70 — (SP) — JOÃO BATISTA DE SOUZA, guarda particular. Morto por terroristas, durante assalto a uma Agência da Companhia de Cigarros Souza Cruz;
— 10 Mai 70 — (SP) — ALBERTO MENDES JÚNIOR, 1.° Tenente PM. Morto a coronhadas de fuzil, em Registro, SP, por militantes da VPR, entre os quais Carlos Lamarca;
— 11 Jun 70 — (RJ) — IRLANDO DE MOURA REGIS, Agente Federal. Morto a tiros, durante seqüestro do Embaixador da Alemanha Federal no Brasil Von Holleben;
— 15 Jul 70 — (SP) — ISIDORO ZAMBOLDI, guarda de segurança. Morto por terroristas, durante assalto à loja Mappin;
— 12 Ago 70 — (SP) — BENEDITO GOMES, Capitão do Exército. Morto por terroristas no interior de seu carro, na Estrada Velha de Campinas;
— 19 Ago70 — (RJ) — VAGNER LUCIANO VITORINO DA SILVA, guarda particular. Morto por terroristas, durante assalto ao Banco Nacional de Minas Gerais, realizado por terroristas do MR-8;
— 14 Set 70 — (SP) — BERTOLINO FERREIRA DA SILVA. Morto durante assalto ao carro
— 22 Jun 69 — (SP) — NATALINO AMARO TEIXEIRA, Soldado PM. Morto por terroristas, após incendiarem uma viatura da PM;
— 11 Jul 69 — (RJ) — CIDELINO PALMEIRAS DO NASCIMENTO, motorista de táxi. Morto a tiros quando conduzia policiais em seu carro, em perseguição a terroristas que haviam assaltado o Banco Aliança;
— 24 Jul69 — (SP) — APARECIDO DOS SANTOS OLIVEIRA, Soldado PM. Morto por terroristas, por ocasião de assalto ao Banco Bradesco;
— 31 Ago 69 — (MA) (Santa Luzia) — MAURO CELSO RODRIGUES, Soldado PM. Morto quando da luta armada entre lavradores e proprietários de terras incitados por movimentos subversivos;
— 03 Set 69 — (SP) — JOSÉ GETÜLIO BORBA, comerciário. Morto por terroristas. Tentava auxiliar na prisão de um terrorista que passava cheque sem fundos na Lutz Ferrando;
— 03 Set 69 — (SP) — JOÃO GUILHERME DE BRITO, Guarda Civil. Assassinado quando, em serviço, enfrentou terroristas que assaltavam uma loja;
— 30 Set 69 — (SP) — CLÁUDIO ERNESTO CANTON, Agente da Polícia Federal. Após ter efetuado a prisão de um terrorista, foi atingido na coluna vertebral, vindo a falecer em conseqüência deste ferimento;
— 04 Out 69 — (RJ) — EUCLIDES DE PAIVA CERQUEIRA, guarda particular. Morto por terroristas durante assalto ao carro transportador de valores do Banco Irmãos Guimarães;
— 06 Out 69 — (SP) — ABELARDO ROSA DE LIMA, Soldado PM. Morto em tiroteio com um grupo de terroristas;
— 07 Out 69 — (SP) — ROMILDO OTTENIO, Soldado PM. Morto em tiroteio com terroristas;
— 07 Nov 69 — (MA) — MAURO CELSO RODRIGUES, Soldado PM. Morto em uma emboscada durante luta entre lavradores e proprietários de terras, incitada por militantes da Ação Popular;
— 04 Nov 69 — (SP) — ESTELA BORGES MORATO, Investigadora de Polícia do DOPS/SP. Morta a tiros quando participava da operação em que morreu o terrorista Carlos Marighella;
— 17 Nov 69 — (RJ) — JOEL NUNES, SubTen PM. Morto a tiros por terroristas do PCBR que haviam assaltado o Banco Sotto Mayor;
— 18 Dez 69 — (RJ) — ELIAS DOS SANTOS, Soldado do Exército. Morto a tiros durante a invasão de um “aparelho” subversivo;
— 17 Jan 70 — (SP) — JOSÉ GERALDO ALVES CURSINO, Sargento PM. Morto a tiros por terroristas;
— 21 Fev 70 — (SP) — ANTÔNIO APARECIDO PONCE NOGUEIRA, Sargento PM. Morto numa ação contra terroristas;
— 11 Mar 70 — (RJ) — NEWTON DE OLIVEIRA NASCIMENTO, Soldado PM. Morto quando transportava militantes da ALN, presos;
— 31 Mar 70 — (PE) — JOAQUIM MELO, Investigador de Polícia. Morto por terroristas, durante ação contra um “aparelho” terrorista;
— 02 Mai 70 — (SP) — JOÃO BATISTA DE SOUZA, guarda particular. Morto por terroristas, durante assalto a uma Agência da Companhia de Cigarros Souza Cruz;
— 10 Mai 70 — (SP) — ALBERTO MENDES JÚNIOR, 1.° Tenente PM. Morto a coronhadas de fuzil, em Registro, SP, por militantes da VPR, entre os quais Carlos Lamarca;
— 11 Jun 70 — (RJ) — IRLANDO DE MOURA REGIS, Agente Federal. Morto a tiros, durante seqüestro do Embaixador da Alemanha Federal no Brasil Von Holleben;
— 15 Jul 70 — (SP) — ISIDORO ZAMBOLDI, guarda de segurança. Morto por terroristas, durante assalto à loja Mappin;
— 12 Ago 70 — (SP) — BENEDITO GOMES, Capitão do Exército. Morto por terroristas no interior de seu carro, na Estrada Velha de Campinas;
— 19 Ago70 — (RJ) — VAGNER LUCIANO VITORINO DA SILVA, guarda particular. Morto por terroristas, durante assalto ao Banco Nacional de Minas Gerais, realizado por terroristas do MR-8;
— 14 Set 70 — (SP) — BERTOLINO FERREIRA DA SILVA. Morto durante assalto ao carro pagador da Brink’s — Rua Paraíso; — 21 Set 70 — (SP) (Santo André) — CÉLIO TONELLY, Soldado PM. Morto quando de serviço em uma Rádio-Patrulha, tentou deter terroristas que ocupavam um automóvel;
— 22 Set 70 — (RJ) — ALTAIR MACEDO, guarda particular. Morto por terroristas, durante assalto à Empresa de Ônibus Amigos Unidos;
— 27 0ut 70 — (BA) — VALDER XAVIER DE LIMA, Sargento da FAB. Morto quando transportava terroristas presos;
— 10 Nov 70 — (SP) — GARIBALDO DE QUEIROZ, Soldado PM. Morto a tiros em confronto com terroristas;
— 10 Nov 70 — (SP) — JOSÉ ALEIXO NUNES, Soldado PM. Morto a tiros em confronto com terroristas;
— 07 Dez 70 — (RJ) — HÉLIO DE CARVALHO ARAÚJO, Agente Federal. Morto por terroristas, durante seqüestro do Embaixador da Suíça no Brasil, Giovanni Enrico Bucher. Autor do disparo: Carlos Lamarca;
— 12 Fev 71 — (SP) — AMÉRICO CASSIOLATO, Soldado PM. Morto por terroristas na cidade de Pirapora do Bom Jesus, SP;
— 08 Mar 71 — (RJ) — DJALMA PELUCCI BATISTA, Soldado PM. Morto por terroristas, durante assalto ao Banco do Estado do Rio de Janeiro;
— 24 Mar 71 — (PE) — MATEUS LEVINO DOS SANTOS, Tenente da FAB. Morto por terroristas do PCBR, que roubaram seu carro;
— 03 Abr 71 — (RJ) — JOSÉ JÚLIO TOJA MARTINEZ, Major do Exército. Morto durante a prisão de um casal terrorista do MR-8;
— 15 Abr 71 — (SP) — HENNING ALBERT BOILESEN, presidente da Ultragaz. Morto por terroristas do Movimento Revolucionário Tiradentes e ALN;
— 10 Mai 71 — (SP) — MANOEL SILVA NETO, Soldado PM. Morto por terroristas, durante assalto à Empresa de Transportes Tusa;
— 02 Set 71 — (RJ) — GAUDÊNCIO JAIME DOLCE, guarda de segurança. Morto por terroristas da ALN, durante assalto à Casa de Saúde Dr. Eiras;
— 02 Set 71 — (RJ) — SILVANO AMÂNCIO DOS SANTOS, guarda de segurança. Morto por terroristas durante assalto à Casa de Saúde Dr. Eiras;
— 02 Set 71 — (RJ) — DEMERVAL FERREIRA DOS SANTOS, guarda de segurança. Morto por terroristas durante assalto à Casa de Saúde Dr. Eiras;
— 22 Out 71 — (RJ) — JOSÉ DO AMARAL VILELA, Suboficial da Reserva da Marinha. Morto por terroristas da VAR-PALMARES, durante assalto a um carro transportador de valores da Transfort S.A., do qual fazia a segurança;
— 01 Nov 71 — (SP) — NELSON MARTINEZ PONCE, Cabo PM. Morto ao intervir em atentado realizado por cinco terroristas contra um ônibus da Empresa Transportes Urbanos S.A.;
— 10 Nov 71 — (SP) — JOÃO CAMPOS, Cabo PM. Morto na estrada de Pindamonhangaba, ao interceptar um carro que conduzia terroristas;
— 27 Nov 71 — (RJ) — EDUARDO TIMÓTEO FILHO, Soldado PM. Morto por terroristas, durante assalto realizado contra as Lojas Gaio Marti;
— 13 Dez 71 — (RJ) — HÉLIO FERREIRA DE MOURA, guarda de segurança. Morto por terroristas, durante assalto contra um carro transportador de valores da Brink’s, na Via Dutra;
— 18 Jan 72 — (SP) — TOMAZ PAULINO DE ALMEIDA, Sargento PM. Morto por terroristas, quando da invasão de um “aparelho” terrorista;
— 20 Jan 72 — (SP) — SYLAS BISPO FECHE, Cabo PM. Morto por terroristas da ALN, ao lhes pedir que se identificassem;
— 18 Fev 72 — (SP) — BENEDITO MONTEIRO DA SILVA, Cabo PM. Morto durante assalto terrorista a uma agência bancária, em Santa Cruz do Rio Pardo;
— 28 Fev 72 — (GO) — LUZIMAR DE OLIVEIRA, Soldado PM. Morto por terroristas em
tiroteio;
— 12 Mar 72 — (SP) — MANOEL DOS SANTOS, guarda de segurança. Morto por terroristas, durante assalto à Fábrica de Bebidas Charel Ltda.;
— 08 Mai 72 — (PA) — ODILO CRUZ ROSA, Cabo do Exército. Morto por terroristas;
— 02 Jun 72 — (SP) — ROSENDO, Sargento PM. Morto ao interceptar quatro terroristas que assaltaram um bar e um carro da Distribuidora de Cigarros Oeste Ltda.;
— 09 Set 72 — (RJ) — MARIO DOMINGOS PANZARIELO, Detetive. Morto ao tentar prender um terrorista da ALN;
— 23 Set 72 — (PA) — MÁRIO ABRAHIM DA SILVA, Sargento do Exército. Morto por terroristas, durante assalto à Empresa de ônibus Barão de Mauá;
— 22 Fev 73 — (RJ) — PEDRO AMÉRICO MOTA GARCIA, civil. “Justiçado” por terroristas, por haver impedido um assalto contra uma agência da Caixa Econômica Federal;
— 25 Fev 73 — (RJ) — OTÁVIO GONÇALVES MOREIRA JÚNIOR, Delegado de Polícia de São Paulo. Metralhado no Rio de Janeiro, por terroristas da ALN e da VAR-PALMARES;
- 10 Abr 74 — (SP) — GERALDO JOSÉ NOGUEIRA, Soldado PM. Morto quando da captura de terroristas
— 27 Jun 68 — (RJ) — NOEL DE OLIVEIRA RAMOS, civil. Morto em conflito de rua, no Largo de S. Francisco, por um agitador;
— 12 Out 68 — (SP) — CHARLES RODNEY CHANDLER, Capitão do Exército dos EUA. Assassinado ao sair de sua casa, perante seu filho e sua mulher, por terroristas, que lançaram panfletos no local, acusando-o de “Agente da Cia”;
— 24 Out 68 — (RJ) — LUIZ CARLOS AUGUSTO, civil. Morto por disparo de arma de fogo, quando de uma passeata estudantil;
— 07 Nov 68 — (SP) — ESTANISLAU IGNÁCIO CORRÊA. Morto por terroristas, que roubaram seu automóvel;
— 11 Jan 69 — (RJ) — EDMUNDO JANOT. Morto a tiros, foiçadas e facadas, por um grupo de terroristas que haviam montado uma base de guerrilha nas proximidades de sua fazenda;
— 31 Mar 69 — (RJ) — MANOEL DA SILVA DUTRA, comerciante. Morto por terroristas, durante assalto ao Banco Andrade Arnaud;
— 14 Abr 69 — (SP) — FRANCISCO PINTO DA SILVA, bancário. Morto por terroristas, durante assalto ao Banco Francês e Italiano;
— 08 Mai 69 — (SP) — VICENTE DE CARVALHO, civil. Morto por terroristas, durante assalto ao União de Bancos Brasileiros;
— 20 Ago 69 — (RJ) — JOSÉ SANTA MARIA, gerente do Banco de Crédito Real de Minas Gerais. Morto por terroristas que assaltaram seu estabelecimento;
— 25 Ago 69 — (PA) — SULAMITA CAMPOS LEITE, parente do terrorista F.A.N.L.S. Morta em sua residência, ao fazer detonar, por inadvertência, uma carga explosiva;
— 20 Set 69 — (SP) — SAMUEL PIRES, trocador de ônibus. Morto por terroristas que assaltavam a empresa de ônibus;
— 22 Set 69 — (RS) — KURT KRIEGEL, civil. Morto durante assalto ao restaurante de sua propriedade;
— 04 Nov 69 — (SP) — FRIEDERICH ROHMANN, protético. Morto durante a operação que resultou na morte do terrorista Carlos Marighella;
— 14 Nov 69 — (SP) — ORLANDO GIROLO, bancário. Morto por terroristas, durante assaltoao Banco Brasileiro de Descontos;
— 22 Fev 70 — (SP) — ANTÔNIO APARECIDO NOGUEIRA, civil. Morto em tiroteio entre terroristas e policiais;
— 29 Ago 70 — (CE) — JOSÉ ARMANDO RODRIGUES, comerciante. Seqüestrado, roubado e morto por terroristas da ALN, em São Benedito, CE;
— 10 Nov 70 — (SP) — JOSÉ MARQUES DO NASCIMENTO, motorista de táxi. Morto por terroristas, em confronto com policiais;
— 07 Jan 71 — (MG) — MARCELO COSTA TAVARES, estudante. Morto por terroristas, durante assalto ao Banco Nacional de Minas Gerais;
— 26 Fev 71 — (RJ) — FERNANDO PEREIRA, comerciário. Morto por terroristas, durante assalto à “Casa do Arroz”, da qual era o gerente;
— 07 Abr 71 — (RJ) — MARIA ALICE MATOS, empregada doméstica. Morta por terroristas, quando do assalto a um depósito de material de construção;
— 14 Mai 71 — (RJ) — ADILSON SAMPAIO, artesão. Morto por terroristas, durante assalto às Lojas Gaio Marti;
— 09 Jun 71 — (RJ) — ANTÔNIO LISBOA CERES DE OLIVEIRA, civil. Morto por terroristas, durante assalto à Boite Comodoro;
— 01 Jul 71 — (RJ) — JAIME PEREIRA DA SILVA, civil. Morto por terroristas, na varanda de sua residência, durante tiroteio entre terroristas e policiais;
— Out 71 — (RJ) — ALBERTO DA SILVA MACHADO, civil. Morto por terroristas, durante assalto à Fábrica de Móveis Vogal Ltda, da qual era um dos proprietários;
— 25 Jan 72 — (SP) — ELZO ITO, aluno do Centro de Formação de Pilotos Militares. Morto por terroristas, quando do roubo de seu carro;
— 01 Fev 72 — (RJ) — IRES DO AMARAL, civil. Morto por terroristas, durante tiroteio com policiais;
— 05 Fev 72 — (RJ) — DAVID CUTHBERG, marinheiro inglês. Morto por terroristas da VAR-PALMARES, em Frente com a ALN e o PCBR;
— 27 Fev 72 — (SP) — NAPOLEÃO FELIPE BISCALDI, civil. Morto por terroristas, em tiroteio com policiais;
— 12 Mar 72 — (SP) — ANÍBAL FIGUEIREDO DE ALBUQUERQUE, Coronel R/1 do Exército. Morto por terroristas, quando do assalto à Fábrica de Bebidas Charel Ltda., da qual era um dos proprietários;
— 06 Out 72 — (PE) — SEVERINO FERNANDES DA SILVA. Assassinado por terroristas que agitavam o meio rural.
— 06 Out 72 — (PE) — JOSÉ INOCÊNCIO BARRETO, civil. Morto por terroristas, atuantes do meio rural;
— 21 Fev 73 — (SP) — MANOEL HENRIQUE DE OLIVEIRA, civil. Morto no bar de sua propriedade, por terroristas da ALN, porque suspeitavam que ele era colaborador da Polícia.

Gordinho norte coreano declara guerra ....


quinta-feira, 28 de março de 2013

EM DOSE DUPLA




AÉCIO NEVES DEVE LANÇAR SUA IRMÃ ANDREA NEVES COMO CANDIDATA DO GOVERNO MINEIRO COM A FINALIDADE DE VITAMINAR SUA CANDIDATURA À PRESIDÊNCIA. PESQUISA DATAFOLHO DE HOJE MOSTRA AÉCIO EM TERCEIRO NA CORRIDA PRESIDENCIAL.

DIVULGUE....O PT É CRIMINOSO...




Essa é a Dona Luzia, 88 anos, esperando atendimento na agência da Previdência “Social” - (INSS) da Avenida Goiás. Debilitada pela idade e por algumas enfermidad...es, não consegue se locomover sozinha. Oriunda do Sul do País, agora moradora de Goiás, buscava junto ao INSS a transferência de sua aposentadoria. A sacola que se encontra em sua mão, servia para as constantes salivações e eventuais vômitos. Essa senhora se encontrava dentro de um carro, na porta da Agência da do INSS da Avenida Goiás, sob um sol de 33 ºC. A Agência não dispunha sequer de uma cadeira de rodas para que essa cidadã, a qual pagou impostos por quase 90 anos, fosse levada para dentro da agência. Acompanhei pessoalmente a longa espera dessa idosa que durou mais de 3 horas. Em determinado momento, ela necessitou ir ao banheiro, amparada por sua filha e seu genro, foi carregada, desfalecida, até o interior da agência.

Essa é Dona Luzia, mas poderia muito bem ser sua avó, sua mãe ou você no futuro! Ninguém sabe o dia de amanhã...

Até quando vamos ter de nos submeter às humilhações nas longas filas dos órgãos públicos? Até quando vamos ver o Governo nos roubar descaradamente enquanto milhares de brasileiros morrem todos os dias nas filas do SUS? Até quando vamos ver nossos representantes CORRUPTOS desviando o dinheiro público em obras superfaturadas? Até quando vão investir BILHÕES em estádios enquanto nossas escolas caem aos pedaços? Até quando vamos aceitar um DEPUTADO custar mais de R$ 166 mil mensais aos cofres públicos ao passo que um PROFESSOR recebe um salário que mal dá para se sustentar? Até quando você vai ficar aí parado reclamando em constante inércia?
Ativismo virtual não é o bastante. Está na hora de sair às ruas e lutar por nossos DIREITOS! Está na hora de mostrar que o PODER emana do POVO! Está na hora de aprender que os políticos devem nos servir, e não nós a eles.
Está na hora de dar um BASTA nessa pouca vergonha!

Participe, divulgue:

DIA DO BASTA!!!

Pastor Feliciano manda prender manifestante que o chamou de 'racista'


Ministro da Cretinice



Há um debate. Os linguistas consideram que um erro pode não comprometer a qualidade da redação”.

Aloizio Mercadante, paraninfo de todas as turmas de analfabetos funcionais formadas em 2013, explicando que, como lhe ensinaram os doutores em educação à brasileira que cuidam do Enem, por trás de um redator de receitas de miojo pode estar um João Guimarães Rosa.(Augusto Nunes)

LAVAGEM CEREBRAL INFANTIL- DESTRUIÇÃO DA ALMA- PREPARAÇÃO DO ESCRAVO



Em 4 de abril de 1961, o ditador de Cuba criou a “União dos Pioneiros de Cuba”. Todas as crianças de Cuba, incluindo Elian Gonzales (foto), são obrigadas a faze...r parte do grupo dos ‘pioneiros’.

Se você não quiser que seu filho seja um “pioneiro”, suas chances de lhe assegurar educação em Cuba são quase nulas. Os Pioneiros têm de participar de muitas atividades extracurriculares, tais como marchar em frente da Seção dos Interesses dos EUA sempre que o ditador desejá-lo, ou quaisquer outras atividades promovidas pelo regime de Castro.

Fonte: http://therealcuba.com/FreeEducation

Perdeu Joaquim!!

 
 
Perdeu Joaquim!!

As verdades que o presidente do SUPREMO está a afalar!!!
Está sendo conduzido por toda IMPRENSA e a PRÓPRIA JUSTIÇA como algo que deve ser IGN...ORADO.

Vão transforma o HOMEM digno em um MALFEITOR ???
Porque a IMPRENSA não da o devido valor as GRAVES denuncia proferida pelo presidente do SUPREMO ?

Povo brasileiro faz-se imperativo que entendamos o minimo de como funciona as QUADRILHA legalizada neste país.

01- A quem interessa agora discutir eleições PRESIDENCIAL 20 meses de ANTECIPAÇÃO?

02- Então é assim que estão pensando no POVO ? ou estão pensando cada um dos parlamentares em seu próprio INTERESSE ??

02- A CATÁSTROFE de Niterói aconteceu novamente agora em 2013, mas CADÊ AS PROMESSAS DE 2011 ??? MORRERAM 31 PESSOAS NOVAMENTE, SEM CONTAR COM OS DESABRIGADOS.

E é assim em todo país os BANDIDOS discutem o que interessa a eles e o povo que se LASQUE todinho de cabo a rabo.

COM A PALAVRA OS ELEITORES IDIOTAS.

Direitos dos empregados domésticos

 

Direitos dos empregados domésticos

Meus amigos, e demais interessados, como o assunto do momento é a
confirmação de 16 novos direitos aos empregados domésticos, convém atentar
para alguns custos que incidirão sobre o orçamento dos patrões
domésticos...se é que existirão muitos por muito tempo!

------------------------------


REPASSANDO COMENTÁRIO SOBRE A PEC 478/10


O SINDICATO DOS EMPREGADORES DOMÉSTICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO - "SEDESP",
por intermédio de sua presidente, a advogada MARGARETH GALVÃO CARBINATO,
vem, mais uma vez, com esta CARTA ABERTA, ALERTAR O CONGRESSO NACIONAL sobre
os fatos a seguir elencados:

Em nossa anterior "CARTA ABERTA DIRIGIDA AO CONGRESSO NACIONAL",
demonstramos a inviabilidade do Projeto de Lei apresentado pela então
Senadora Benedita da Silva apontando as consequências que o mesmo geraria,
caso fosse aprovado por nossos Congressistas e sancionado pela Presidência
da República.

Hoje a PEC 478/10 (Proposta de Emenda à Constituição) quer garantir aos
empregados domésticos, além do direito ao 13º salário, férias acrescidas do
terço constitucional, aviso prévio, descanso semanal remunerado e descansos
nos feriados, direito ao RECOLHIMENTO DE FGTS (HOJE OPCIONAL PARA O EMPREGADOR DOMÉSTICO), SEGURO-DESEMPREGO, JORNADA DE TRABALHO DE 44 HORAS SEMANAIS, RECEBIMENTO DE HORA EXTRA, ADICIONAL POR TRABALHO NOTURNO,
SALÁRIO-FAMÍLIA E AUXÍLIO-CRECHE.


Para melhor demonstrar a inviabilidade da proposta em questão, basta
fazermos alguns cálculos:


Tomemos por base o valor de 01 (um) salário mínimo federal, R$ 622,00 (no
Estado de São Paulo, o salário mínimo é R$ 690,00, o que tornaria ainda mais
inviável a contratação de um empregado doméstico):

- Uma jornada de trabalho de 44 horas semanais, resulta numa jornada de 7
horas e 20 minutos por dia. Em 30 dias, resulta em 219 horas por mês. Com
base no salário de R$ 622,00, o valor da hora será de R$ 2,84.

- Horas extras - Juridicamente, o empregado que permanece em seu local de
trabalho, por força de contrato, está à disposição do empregador e,
portanto, faz jus ao recebimento de horas extras. Levando em consideração a
jornada de trabalho diária de 7 horas e 20 minutos, a empregada doméstica
que reside em seu local de trabalho (residência de seu empregador, sem
olvidarmos que muitas vezes tais empregadas não possuem outro local para
morar), terá a receber 16 horas e 40 minutos de horas extras por dia!

- A Constituição Federal, em seu artigo 7º, inciso XVI determina que:
"a hora extra deve ser paga com acréscimo de, no mínimo 50% sobre a hora
normal". Dessarte, cada hora extra da empregada doméstica valerá R$ 4,26.
Tal valor multiplicado por 16 hs e 40 minutos resulta no valor de R$ 71,00.
Assim, a empregada doméstica receberá por dia R$ 71,00 de horas extras.

- Uma vez que as horas extras incidem sobre os descansos semanais
remunerados, temos que a empregada doméstica receberá R$ 2.130,00 de horas
extras por mês, valor este que somado ao seu salário mínimo mensal de R$
622,00, chega ao valor de R$ 2.752,00 mensais!


- Adicional Noturno - Considera-se noturno, nas atividades urbanas, o
trabalho realizado entre as 22:00 horas de um dia às 5:00 horas do dia
seguinte. A hora normal tem a duração de 60 (sessenta) minutos e a hora
noturna, por disposição legal, nas atividades urbanas, é computada como
sendo de 52 (cinquenta e dois) minutos e 30 (trinta) segundos. Ou seja, cada
hora noturna sofre a redução de 7 minutos e 30 segundos ou ainda 12,5% sobre
o valor da hora diurna. Ora, então para o empregado doméstico que reside na
casa de seu empregador, no período entre as 22:00hs e 05:00 hs, a sua hora
custará (R$ 4,26 + 12% sobre esse valor) = R$ 6,43. Isso mensalmente
custará ao empregador em R$ 107,10.

O adicional noturno, bem como as horas extras noturnas, pagos com
habitualidade, integram o salário para todos os efeitos legais, conforme
Enunciado I da Súmula TST nº 60.

Somente até aqui o salário mensal de um empregado doméstico registrado com o
valor de um salário mínimo (R$ 622,00) atinge o valor de R$ 2.859,10


- FGTS - Sobre o total do salário, o empregador deverá depositar em uma
conta vinculada o correspondente a 8% sobre o salário, a título de FGTS..
Assim, além do salário de R$ 2859,10, deverá depositar R$ 228,72, todo mês!
- Recolhimento Previdenciário - Sobre o salário cabe ao empregador recolher
ao INSS 12% sobre o salário de seu empregado doméstico.
Assim, deverá recolher ao INSS: 12% sobre o salário + horas extras e
adicional noturno, o que resulta num valor de R$ 343,09 todos os meses!

ENTÃO, SOMANDO-SE TODOS ESSES VALORES, NO FINAL DO MÊS O EMPREGADO DOMÉSTICO
CUSTARÁ AO EMPREGADOR A BAGATELA DE R$ 3.430,91.


Observe-se que neste cálculo não estão inclusos os gastos que o empregador
tem com seu empregado doméstico referente à alimentação, higiene, moradia!

Agora passemos a fazer um simples cálculo de quanto um empregador gastaria
no caso de dispensa sem justa causa de seu empregado doméstico, o qual
trabalhou 01 (um) ano em sua residência:

Tomando por base o salário de R$ 622,00 (um salário mínimo federal), mas
levando em consideração as horas extras e adicional noturno, uma vez que
integram o salário,

como já exposto:
- Aviso Prévio indenizado = R$ 2.859,10
- Férias = R$ 2.859,10
- 1/3 = R$ 953,03
- 13º Salário= R$ 2.859,10
- Multa de 40% sobre o total dos valores depositados ao longo dos 12 meses a
título de - FGTS (40% sobre R$ 4.117,08) = R$ 1.646,83
- Recolhimento de INSS (12% sobre férias e 13º) = R$ 457,46


TOTAL GASTO PELO EMPREGADOR DOMÉSTICO NA DISPENSA DE SEU EMPREGADO COM UM
ANO DE SERVIÇO: R$ 9.530,23.


- No caso de a empregada doméstica grávida e o empregador tiver que a
dispensar por ela não corresponder profissionalmente, o gasto será acrescido
de mais 120 dias referente à licença gestante, mais um mês de estabilidade:
R$ 14.295,50,totalizando R$ 23.852,73!

O QUE OCORRERÁ É A EXTINÇÃO DA FIGURA DO EMPREGADOR DOMÉSTICO E, OBVIAMENTE,
A DA EMPREGADA DOMÉSTICA. OS DIREITOS SÓ EXISTIRÃO SE HOUVER EMPREGO!


Por outro lado, esquece-se a Deputada Relatora de tal proposta que se trata
o empregador doméstico de pessoa física e que o trabalho desenvolvido pelo
empregado doméstico em sua residência não visa a dar lucro ao mesmo,
diferentemente do trabalhador de uma empresa, que gera rendimentos ao seu
empregador.

Daí é a nossa afirmação de que tal proposta de emenda à constituição
afigura-se absurda e eleitoreira e que, como provado aqui ficou, ao invés de
ajudar o empregado doméstico, irá prejudicá-lo, posto que irá extinguir sua
possibilidade de trabalho.

São Paulo, 6 de julho de 2012

Margareth Galvão Carbinato
Advogada, presidente do SEDESP

Bomba - Genoíno dá entrevista para CQC antes da cadeia !!!!!


 
......................

COMUNISTAS SÃO TODOS IGUAIS: PREGAM SOCIALISMO PARA O POVO E A RIQUEZA E LUXO PARA ELES PRÓPRIOS!



Comento no blog sobre a vida glamourosa e nababesca da corriola chavista na Venezuela. Na foto, o ex-vice-presidente de Chávez, José Vicente Rangel, com um relógio de mais de US$ 26 mil dólares! 


ALUISIO AMORIM BLOG

Possível sucessora de Feliciano na CDH é acusada de improbidade, compra de votos e caixa dois


Deputada Antônia Lúcia (PSC-AC) é a primeira vice-presidente da Comissão e assume naturalmente o cargo caso Marco Feliciano (PSC-SP) renuncie.

Vocês certamente já viram a mobilização contra o deputado Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara. Recapitulando: Feliciano foi eleito para o cargo em virtude do desinteresse dos principais partidos da base aliada de Dilma no Congresso, que abocanharam os cargos importantes em comissões de maior interesse e deixou a de Direitos Humanos e Minorias para o nanico PSC. Portanto, a menos que o partido receba algum tipo de compensação, vejam só quem o glorioso Partido Social Cristão pode deixar na vaga de Feliciano, caso ele renuncie.

Informação do portal R7:


Assim como o presidente da CDH (Comissão de Direitos Humanos), Marco Feliciano (PSC-SP), a deputada Antônia Lúcia (PSC-AC) — vice-presidente do órgão e nome mais cotado para substituir o colega no comando do colegiado — também está sendo investigada pela Justiça.

Enquanto Feliciano é acusado por ter dado declarações racistas e homofóbicas na internet e responde a inquérito por estelionato, suspeito de receber cerca de R$ 13 mil para realizar cultos religiosos e não ter comparecido, Antônia Lúcia é acusada de caixa dois, compra de votos e abuso de poder econômico.

De acordo com denúncia do MPE (Ministério Público Eleitoral), a deputada Antônia Lúcia está envolvida em distribuição de combustíveis e de bens — como aparelhagem de som, bicicletas, computadores, motores para barcos e geradores de energia — em troca de votos.

Além disso, segundo informações do TRE-AC (Tribunal Regional Eleitoral do Acre), Antônia Lúcia é acusada de captação de votos de fiéis de igrejas, utilização ilícita da Rádio Boas Novas e patrocínio de show artístico durante sua campanha para deputada federal em 2010.

O TRE-AC chegou a cassar o mandato da deputada em 2011, tornando Antônia Lúcia inelegível por três anos em razão da prática de caixa dois. De acordo com a denúncia, ela teria recebido R$ 472 mil que seriam destinados, ilegalmente, a sua campanha eleitoral.

Enfim, uma reação


Finalmente a presidente Dilma e o governador Sérgio Cabral fizeram algo pela sofrida população da área de deslizamentos de morros no Rio de Janeiro: compareceram à missa de sétimo dia pelos 33 mortos na última tragédia. Nesse momento muitos grupos reclamaram de promessas feitas pelos dois políticos nos desastres de 2011 e que não se concretizaram. Dilma tem utilizado técnicas de marketing político para "fingir" solidarizar-se com as pessoas em momentos de sofrimento, quando estão emocionalmente sensíveis. Com belas palavras dá a impressão de que tomará a si a responsabilidade de solucionar questões fundamentais. Após sua saída dos eventos, o esquecimento é completo. Veremos se no próximo verão, na Serra do Mar, áreas portadoras de inúmeros relatórios apontando as áreas de risco e as soluções receberam alguma proteção dos governos federal e estadual. Veremos quando serão construídas as 6 mil casas prometidas em 2011. Mas com eleições à vista assuntos semelhantes a esses deixam de ter importância...

FABIO FIGUEIREDO

FORO DE SÃO PAULO





O que o FORO de S Paulo planejou e o que já realizou no Brasil para estabelecer o Socialismo, segundo seu plano sob o comando de Lula. :

Capitulo 5 – Decálogo:

1-Controlar politicamente o judiciário; Já conseguiu. Talvez perca parcialmente, dependendo da aplicação das penas do "mensalão", alguns importantes do FORO foram condenados..

2-Desmoralizar o congresso; O maior êxito, provavelmente, com uma imensa maioria corrupta sob controle.

3-Amordaçar o Ministério Público; Tentando fortemente, aprovação pelo Congresso da PEC 37 é a arma mortal.

4-Arrochar a coleta de impostos de toda ordem; Nunca foram tão altos, estão a 37% do PIB, maior alcançada, algumas pequenas desonerações politicas para efeito eleitoral.

5-Valer-se de dossiês para impor a vontade a banqueiros, empresários e adversários políticos; Questão envolta em sigilo, exceto quanto a alguns políticos.

6-Direcionar a produção artística e cultural; Imenso êxito.

7-Controlar a imprensa e a internet; Vários importantes órgãos de imprensa sob seu comando. Internet sendo invadida.

8-Instalar núcleos de ativistas em todos órgãos da administração pública; Muitos já implantados.

9-Promover a instabilidade no campo; Pleno êxito.

10-Desmoralizar e desmantelar as Forças Armadas, criando forças paralelas e desarmar a população. Avançaram bastante. Mais da metade do equipamento militar é obsoleto e não funciona, estão desmoralizando a ativa. Militares perdem o prestígio e são utilizados como policiais no Rio. Tentativa de desarmar o povo ainda não logrou êxito, população não aceita devido à bandidagem no país.

Concluído esse decálogo faltará, apenas, a formação de um partido politico único, meta já bastante avançada ( aparentemente não tão necessária) dado que a maioria dos outros partidos, por interesses em cargos públicos, financeiros e pessoais de seus líderes, aderiram totalmente ao partido no poder e não fiscalizam o governo.

Populismo em Petrópolis

 
 
DEPOIS DE GASTAR DE FORMA INCONSEQUENTE E IRRESPONSÁVEL O DINHEIRO DO CONTRIBUINTE PARA FAZER UMA VIAGEM MILIONÁRIA PARA A POSSE DO PAPA, A PRESIDENTE ANUNCIA QUE VEM PARA PETRÓPOLIS VISITAR AS ÁREAS ATINGIDAS PELAS ENCHENTES. O MESMO QUE FEZ SEU PADRINHO LULA ANOS ATRÁS, MAS QUE DEPOIS
DE SUA VISITA A MAIORIA DAS ÁREAS ATINGIDAS CONTINUA NO MESMO ESTADODE DEVASTAÇÃO E DESGRAÇA, LOCAIS ATINGIDOS PELAS ENCHENTES QUEVITIMARAM MAIS DE 1300 PESSOAS, SENDO QUE DEZENAS DELAS, A MAIORIA CRIANÇAS, CONTINUAM ENTERRADAS DEBAIXO DO BAIRRO ENDURECIDO ATÉ HOJE.

A HISTÓRIA SE REPETE: TRAGÉDIA, POR PURA RESPONSABILIDADE DE UM ESTADO COVIL DE BANDIDOS, SEGUIDA DE VISITA DOS POLÍTICOS SÓRDIDOS PARA AGARIAR SIMPATIA DOS IGNNORANTES, IMBECIS E CORRUPTOS, PROMETER VERBAS QUE NUNCA CHEGAM OU SÃO ROUBADAS, E GANHARVOTOS PARA A PRÓXIMA ELEIÇÃO... DEPOIS NADA ACONTECE, COM PREFEITOS, VEREADORES E EMPRESÁRIOS CANALHAS SORRINDO COM A "REMUNERAÇÃO EXTRA" OBTIDA COM O SUBORNO E A CORRUPÇÃO NO DESVIO DAS
VERBAS PARA A RECONSTRUÇÃO.

VENHA PRESIDENTE DILMA (!), POIS UMA MASSA DE OTÁRIOS, IDIOTAS E PALHAÇOS DO CIRCO DO RETIRANTE PINÓQUIO ESTÃO DE PRONTIDÃO PARA APLAUDIR
SEU DESGOVERNO QUE VIVE DE UM SUCESSO FUNDAMENTADO NA MENTIRA,
NA FALSIDADE, NA LEVIANDADE, NA MANIPULAÇÃO DE ESTATÍSTICAS, NO
ASSISTENCIALISMO FAZEDOR DE ESCRAVOS DO ESTADO, E NA
COEXISTENCIA COM A MORTE DE MAIS DE 50000 CIDADÃOS POR ANO
COMO RESULTADO DOS BILHÕES ROUBADOS DOS COFRE PÚBLICOS
POR UMA CLASSE POLÍTICA SÓRDIDA E GENOCIDA, E SEUS CÚMPLICES.

A PROPÓSITO, APESAR DE JOAQUIM BARBOSA, OS CANALHAS DO MENSALÃO E SEU VERDADEIRO CHEFE NUNCA SERÃO PRESOS.

PRESIDENTE DILMA! APROVEITE E DÊ UMA PASSADINHA (DE SURPRESA) EM UMA ENFERMARIA DE UM HOSPITAL PÚBLICO DE PETRÓPOLIS PARA "COMPROVAR" O TÍTULO DO "MELHOR SISTEMA DE SAÚDE DO MUNDO" DADO PELO MAIS SÓRDIDO E CANALHA POLÍTICO DE NOSSA HISTÓRIA A ESSA COISA HEDIONDA CHAMADA DE SUS QUE NÃO SOMENTE MATA PELA FALTA DE ATENDIMENTO E DESCASO, COMO APRESSA A MORTE DE QUEM ESTÁ INTERNADO NO CTI.

GERALDO